domingo, 16 de fevereiro de 2014

Traficantes atacam UPP da Rocinha e fecham túnel Zuzu Angel

Moradores da Rocinha viveram mais uma madrugada de tensão provocada por confronto entre homens da UPP local e criminosos. Em represália à ação policial, traficantes atiraram em transformadores da comunidade, deixando várias ruas sem energia e atearam fogo em pneus na Autoestrada Lagoa Barra, interditando o túnel Zuzú Angel nos dois sentidos.



Assustados, motoristas voltavam pela contramão da via. Os Batalhões de Operações Especiais (BOPE) e de Choque realizam operação no local desde as 5h . “Foi um tiroteio digno dos velhos tempos”, disse um morador. Viaturas de outras UPPs e do 23º BPM (Leblon) reforçam o patrulhamento nos acessos à favela. Dois supostos traficantes foram baleados e levados para o Hospital Miguel Couto. Várias bases da UPP foram atacadas.
De acordo com policiais, o tiroteio começou após uma briga entre traficantes, por volta das 3h30, em um bar da Rua do Valão. Os estampidos e a movimentação de moradores -- que fugiam dos disparos -- chamaram a atenção de PMs que entraram em confronto direto. Os dois feridos foram levados à UPA da Rocinha por comparsas, que chegaram a interditar a ‘Curva do S’ para que eles pudessem ser atendidos.
Com a intenção de dificultar o acesso de policiais ao local, os bandidos atiraram em transformadores e se posicionaram estrategicamente em outros pontos da comunidade, criando vários pontos de confrontos. Pelo Twitter, moradores denunciaram a presença de homens armados andando livremente pelas localidades conhecidas como Largo do Boiadeiro, Roupa Suja, Rua Um e Via Ápia. “Foi um milagre que tenha ficado vivo”, disse um PM ao lado de uma viatura alvejada por pelo menos oito tiros.

No início da manhã, na Autoestrada Lagoa Barra, o barulho de bombas e tiros ainda assustava moradores que queriam voltar para casa mas temiam subir as vielas do morro. Na entrada do Túnel Zuzú Angel, bombeiros tentavam apagar focos de incêndio. A fumaça que entrou no túnel impedia a visibilidade até as 7h10, quando o trânsito foi reaberto. Criminosos teriam usado o local como rota de fuga.

13 comentários:

  1. Coordenador das UPPs, coronel Frederico Caldas foi baleado de raspão na cabeça na Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. O incidente ocorreu por volta das 11h deste domingo, dia 16 de fevereiro.

    Comandante da UPP da Rocinha, major Priscilla Azevedo, e um sargento lotado na unidade ficaram feridos por estilhaços.

    Durante toda da madrugada houve intenso tiroteio na região - principalmente nas localidades conhecidas como Cachopa e Boaideiro. O confronto continuou pela manhã.

    A base da UPP foi atacada e os PMs chegaram a ficar encurralados. Câmeras foram atingidas e o túnel ficou fechado durante cerca de meia hora.

    ResponderExcluir
  2. A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RJ ESTÁ ENCURRALADA NAS UPPS DO RJ OS POLÍCIAIS ESTÃO NO FOGO EM UM BECO SEM SAÍDA E A MERCE DA SORTE. ISTO TUDO PORQUE AS BOCAS DE FUMOS E OS TRAFICANTES ESTÃO VOLTANDO PARA AS SUAS COMUNIDADES DE ORIGEM ONDE OS POLICIAIS AINDA NÃO PERCEBERAM QUE ESTÃO SENDO VENDIDOS PARA AS UPPS PELO GOVERNO DO ESTADO DO RJ. SE OS POLICIAIS MILITARES NÃO ABRIREM OS OLHOS VAM MORRER UM ATRÁZ DO OUTRO NAS UPPS DO RJ.

    ResponderExcluir
  3. A PM tem que acabar com essa roupinha azul e colocar a UPP todas elas de MUG, impõe mais respeito ou o comandante das UPPs não viu isso ainda?
    Quando que um coronel de Batalhao vai em uma comunidade e acontece isso?
    Antes de pacificação, primeiro tem que respeitar o policial...e a apresentação é tudo...porque respeitam o BOPE? coloca a melhor equipe do BOPE fardado de UPP para ver o que vai acontecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns amigo! É verdade isso, e não é possível que nenhuma autoridade reparou. O fator psicológico é muito importante, e o MUG impõe respeito. Mas...

      Excluir
  4. Isso é o terror, tem que ser tratados como terroristas, pois estão dispostos a tudo para manter seus domínios, Temos que abrir uma guerra declarada ao terror com legislação própria para enquadramente, alvejar funcionário publico no cumprimento do dever, tem que ser considerado crime hediondo e pena mínima acima de 20 anos de reclusão. VAMOS COMBATER ESSES TERRORISTAS COM SABEDORIA. LEGISLAÇÃO PROPRIA PRO TERROR JÁ.

    ResponderExcluir
  5. A farsa está chegando ao fim !

    ResponderExcluir
  6. Polícia em upp, são bucha do Sérgio Cabral. Sao todos frouxo!!! Como pode 9 mil policiais armados nas upp e recebendo ordem de paisana corrupto!@!!

    ResponderExcluir
  7. Chegou ao fim a Farsa do Cabral nas UPPs.....Tenho pena desses PMs que servem de Tiro ao Alvo dos Traficantes, dentro de uma lata de sardinha.....

    ResponderExcluir
  8. Tudo isso é mentira esta paficicado nao tem mais vagabundo e a policia que esta lá é a mais preparada do mundo, fala serio , primeiro avisam aos vagabundos que vao entrar para eles retirarem as armas e drogas para depois voltar e pegar os BUCHAS , que vao ficar lá, toma policia babaca e frouxa essa é a hora de parar.

    ResponderExcluir
  9. parceiro pior do que ai (rj) está aqui em campos dos foitacazes onde uma meerda de um majorzinho de policia laranja duas vezes do garotinho diz que a cidade tem OITENTA E CINCO cameras de video monitoramento que nada monitora inicialmente manuseada por civis e agora por guardas minicipais que nada tem de util a oferecer a população ou seja ninguem sabe ninguem vê coisissima nenhuma ou seja FANTASMAGORICA acreditem e ao valor exorbitante com certeza.

    ResponderExcluir
  10. PMs arriscam suas vidas para proteger a sociedade, mas suas famílias passam necessidades.

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisava conceder 51,5% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ em 2014, para ficar em dia com suas obrigações.

    O salário líquido de um Soldado da PMERJ é de apenas R$ 1.909,75 (mil, novecentos e nove reais e setenta e cinco centavos). Com 11,18% de reajuste, o valor subirá para aproximadamente R$ 2.123,26 (dois mil, cento e vinte e três reais e vinte e seis centavos), valor insuficiente para suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS dos Policiais Militares, previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos).

    A defasagem do salário do SD PM ou BM no RJ ficará em R$ 769,21, ou seja, seria necessário conceder um novo reajuste, de 36,228%, para que a família do PM não passe necessidades. Um Estado que possui a 2ª MAIOR ARRECADAÇÃO de impostos do país não pode pagar tão mal! Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)??? A solicitação visa apenas atender o que está previsto na Carta Magna!

    "Como uma sociedade vai garantir a paz, a segurança pública e a justiça criminal com policiais envolvidos em jornadas estressantes e perigosas em ambientes com armas de guerra e poder financeiro corruptor, sem poder conviver com a famílias os momentos de folga e lazer, necessários à sua saúde mental, boas condições técnicas e acertadas decisões de inopino?

    A saúde emocional, psíquica, física e financeira dos policiais brasileiros deveria ser prioridade na atenção dos poderes governantes e da sociedade, já que são estes homens e mulheres que fazem a primeira linha de defesa contra o crime e contra a violência na garantia de direitos."

    BENGOCHEA

    ResponderExcluir