terça-feira, 4 de março de 2014

Dois PMs são baleados na Rocinha

JORNAL O DIA
Dois PMs foram baleados na Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. O ataque ocorreu na madrugada desta terça-feira, no momento em que os policiais se preparavam para a rendição. O soldado Rafael Robert, 23 anos, foi atingido no braço. Já o soldado Leonardo Juan Amaral Monteiro foi baleado na barriga.
O tiro transfixou o colete que Leonardo Juan usava mas, segundo médicos responsáveis pelo atendimento, não atingiu nenhum órgão vital. Ele foi medicado no Hospital Miguel Couto e já foi transferido para o Hospital Central da PM, no Estácio.
De acordo com a PM, um mototáxi passou com um bandido na garupa, que efetuou diversos disparos com uma pistola 9mm, contra os policiais, na localidade conhecida como Macega, na Estrada da Gávea, esquina da Estrada da Cachopa.
 
Manifestação fecha Lagoa-Barra
A pista sentido Barra da Tijuca da Autoestrada Lagoa Barra, na saída do Túnel Zuzu Angel, em São Conrado, na Zona Sul, foi liberada por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, no fim da madrugada desta terça-feira. Moradores atearam fogo em madeira.
O motivo seria a insatisfação com uma suposta operação policial com troca de tiros com traficantes, ocorrida em um ponto da comunidade. O trânsito chegou a ser desviado pela Avenida Niemeyer. Por medida de segurança, a PM interditou a via.
De acordo com o Centro de Operações Rio, o fechamento não chegou a dez minutos e a pista foi liberada pelos próprios policiais. A UPP da Rocinha ainda não se manifestou.

Um comentário:

  1. Os PMs arriscam suas vidas para proteger a sociedade, mas suas famílias passam necessidades. O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder mais 36,228% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ em 2014, para ficar em dia com suas obrigações, pois concedeu apenas 11,18%.

    O salário líquido de um Soldado da PMERJ é de R$ 2.123,26 (dois mil, cento e vinte e três reais e vinte e seis centavos), valor insuficiente para suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS dos Policiais Militares, previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos).

    A defasagem do salário do SD PM ou BM no RJ está em R$ 769,21, ou seja, é necessário conceder um novo reajuste, de 36,228%, para que a família do PM não passe necessidades. Um Estado que possui a 2ª MAIOR ARRECADAÇÃO de impostos do país não pode pagar tão mal! Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)??? A solicitação visa apenas atender o que está previsto na Carta Magna!

    "Como uma sociedade vai garantir a paz, a segurança pública e a justiça criminal com policiais envolvidos em jornadas estressantes e perigosas em ambientes com armas de guerra e poder financeiro corruptor, sem poder conviver com a famílias os momentos de folga e lazer, necessários à sua saúde mental, boas condições técnicas e acertadas decisões de inopino?

    A saúde emocional, psíquica, física e financeira dos policiais brasileiros deveria ser prioridade na atenção dos poderes governantes e da sociedade, já que são estes homens e mulheres que fazem a primeira linha de defesa contra o crime e contra a violência na garantia de direitos."

    BENGOCHEA

    O GOVERNO FEDERAL DEVERIA CRIAR O PISO NACIONAL DA SEGURANÇA PÚBLICA NO VALOR DE R$ 5.000,00 (CINCO MIL REAIS) MENSAIS, POIS OS POLICIAIS PRECISAM RECEBER UM SALÁRIO COMPATÍVEL COM A RESPONSABILIDADE E A IMPORTÂNCIA DAS FUNÇÕES QUE EXERCEM. SÓ ASSIM OS GOVERNOS ESTADUAIS OFERECERÃO QUALIDADE NOS SERVIÇOS PRESTADOS. A SEGURANÇA PÚBLICA É UM SERVIÇO ESSENCIAL!

    ResponderExcluir