sábado, 22 de março de 2014

Motoqueiro isenta PMs e diz que viu menor abrir caçamba da viatura

Uma testemunha que prestou depoimento quinta-feira na 29ª DP (Madureira) contou que viu um adolescente abrir a fechadura da caçamba da viatura que “socorreu” a auxiliar de serviços gerais Cláudia da Silva Ferreira, de 38 anos. Vítima de um tiro que atravessou seu coração durante suposto confronto entre PMs e traficantes, no Morro da Congonha, em Madureira, a mulher caiu da caçamba do carro e foi arrastada por 350 metros.
Em depoimento, essa testemunha, um homem que mora em Itaguaí, disse que foi à comunidade sozinho no último domingo para resgatar sua moto, que fora roubada. Ele falou que chegou pouco antes do tiroteio e ficou em uma padaria. Em seguida, ele teria visto moradores seguindo a viatura que entrou na comunidade e, apesar do clima tenso e não ser morador, foi ver o que acontecia.
A testemunha afirma que viu a viatura passar com a caçamba fechada e que um grupo de menores seguiu o carro a pé, de bicicleta e de moto. Um rapaz negro, que, segundo o motoqueiro, seria menor, teria mexido na fechadura quando a viatura parou para pegar a rua principal de saída da favela.
O homem relatou ainda que, depois disso, viu a tampa da mala abrir e fechar quando o carro se movimentou, mas que o motorista não viu. A testemunha não sabia que lá dentro havia uma pessoa. Ele alega não ter nenhuma ligação ou conhecer os policiais.

Uma testemunha confirma ter visto um adolescente destrancar o porta-malas da viatura.

16 comentários:

  1. Olha essa frase "apesar do clima tenso e não ser morador, foi ver o que acontecia."

    O povo é muito curioso. Por isso que morre gente. Tem gente que tem o costume de sair para a ruas quando começa o tiroteio. Até uma bala perdida acertar alguém.

    E essa frase: "Ele alega não ter nenhuma ligação ou conhecer os policiais." - Sei não heim! Só Deus sabe. Muitas teorias vão aparecer.

    Parte da comunidade não gosta de que familiares sejam socorridos pela PMs, pois algumas pessoas conhecem relatos de os bandidos de farda acabam de matar no meio do caminho.

    Já li reportagens em que mães afirmam que aguardam seus filhos até hoje, pois foram levados por caveirões do BOPE e viaturas policiais. Por causa da monstruosidade de uns, toda a corporação paga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E com certeza eram todos pedreiros KsKsKsKsKs!!!!

      Excluir
    2. Pedreiros ,não.Ajudantes de pedreiros ,que nunca botaram a mão na massa !!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  2. Agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Arará/Mandela encontraram aproximadamente 20 litros de gasolina misturada com diesel na localidade conhecida como “Mandela 3” ou “Predinhos”, no Complexo de Manguinhos, zona norte do Rio.

    O material foi apreendido por volta das 9h30 da manhã deste sábado (22) durante um patrulhamento. Ele estava dentro da cisterna de uma casa. O caso foi encaminhado para 21ª DP (Bonsucesso).

    Os policiais suspeitam que a gasolina poderia ser utilizada em novos ataques criminosos como os que aconteceram na última quinta-feira (20) em diversas UPPs da cidade do Rio.

    ResponderExcluir
  3. COMO É QUE ELE SOZINHO IRIA RESGATA UMA MOTO NUMA ÁREA TÃO PERIGOSA, DEVE ESTÁ VENDO MUITO FILME!

    ResponderExcluir
  4. E agora jose? como fica a situação desses policiais, depois da humilhação de serem presos? ninguem fala que os PM sao pais de familia, que tem amigos que são pessoas que trabalham e que tem fraçoes de segundos para decidir o que faz numa ocorrencia. Fizeram o que podia, no momento de tanta agitação no local. Vamos dar uma farda para esse secretario de segurança, outra para o governador, mais uma para a ministra DOS DIREITOS HUMANOS, dai colocar cada um numa viatura e leva-los para as açoes nesses locais de confronto, ou então coloca-los no patrulhamento nas UPP, para que sintam o que o policial enfrentam no dia a dia. Coloque-os na "casa de lata", onde funciona a tal UPP, deixe-os la dentro quando houver invasão por parte dos "queridos bandidos". Será que o governador e o secretario ja ficaram algum tempo dentro dessas "casas de lata" ? Onde está o Cmdo da corporação que não exije um pouco mais para a sua tropa? So sabe dizer " amem..amem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo22 de março de 2014 17:24
      -AMIGO!
      -PARABÉNS PELO SEU COMENTÁRIO, MAIS ACHO QUE VOCÊ SE EQUIVOCOU!
      -""TEM COMANDO ESTA CORPORAÇÃO OU TEM UM "BONECO DE VENTRÍLOQUO""?
      -MAIS VAMOS COMBINAR!
      -PARA FALAR AS MERDAS QUE ELE FALA É MELHOR FICAR DE BOCA FECHADA!

      Excluir
  5. E a corrupcao dos pms aonde fica meu caro? Nao adianta dizer que se arriscam em casas de lata se nao tem moral com ninguem vcs nao se dao o valor sao muito corruptos acabam com a credibilidade.

    ResponderExcluir
  6. segundo dia útil ... amém ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -PARABÉNS IRMÃO!
      -É ASSIM QUE TODOS TEM QUE PENSAR!
      - O DIA MAIS IMPORTANTE PARA O POLICIAL É TODO SEGUNDO DIA ÚTIL DO MÊS!
      -"""DIA DE NOSSA SENHORA DA PRATA!"""
      -E VOCÊ ME PERGUNTA!!!
      -E A SOCIEDADE?
      -BEM...A SOCIEDADE EU QRO Q SE FODA!!!

      Excluir
  7. O fracasso de cabral tras o exercito de volta.
    Blog do vereador marcio garcia..

    ResponderExcluir
  8. O governador do Rio, Sérgio Cabral, disse nesta terça-feira (18) esperar a expulsão dos policiais envolvidos no resgate a Cláudia Ferreira da Silva, que foi arrastada por um carro da PM na manhã desta domingo (16) após ser atingida por uma bala perdida no Morro da Congonha, em Madureira, no Subúrbio do Rio.

    "O mínimo que se espera dos três policiais presos é que sejam expulsos da corporação", disse o governador, na cerimônia de início de operação do novo trem da SuperVia. Ele afirmou, entretanto, que deve ser observado o direito de defesa dos policiais.

    Cabral classificou ainda como "abominável" toda a operação de resgate da auxiliar de serviços gerais, desde o salvamento até o momento em que ela foi arrastada. O governador ainda garantiu que outros policiais também repudiam a atitude dos agentes presos e que não acredita que o fato vai quebrar a confiança da população na PM.

    Comandante da PM diz que cena foi "chocante"
    Mais cedo, o comandante-geral da Polícia Militar, José Luis Castro Menezes, afirmou no Bom Dia Rio afirmou que a cena de Cláudia sendo arrastada por um carro da PM é ‘chocante’

    quando o Recruta morreu no CFAP não foi chocante e ate defendeu os Oficiais....Vergonhoso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é o Cmdo da PMERJ sempre omisso e levando bastante dinheiro de Cabral vamos que vamos.

      Excluir
  9. http://conscienciapoliticapmbm.blogspot.com.br/2014/03/se-voce-ler-isso-e-nao-sentir-vergonha.html#more

    se você for brasileiro leia !!! sentira vergonha!!!

    ResponderExcluir
  10. e o caos ta instalado no estado ditador de direitos deste 1985. Unica saida Bolsonaro e Joaquim barbosa. Pode crer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com vc amigo D.F.Jair Bolsonaro e o Elmo. Sr. Ministro STF Joaquim Barbosa os únicos no Congresso que falam a verdade gente pesquise não acreditem em amigos que recebem vantagens em troca de voto que Deus nos abençoe.

      Excluir