quarta-feira, 26 de março de 2014

Traficantes usam ilha em Maricá para esconder drogas

A Polícia Militar desvendou uma ilha inabitada na Lagoa do Boqueirão, em Maricá, utilizada por traficantes para esconder drogas. O local, além de servir como depósito para traficantes da comunidade Cocadinho, era utilizado para o refino de cocaína.
Em uma operação da PM, foram apreendidos dois quilos de pasta de cocaína, mil cápsulas do entorpecente e 45 quilos da maconha. O serviço reservado da Polícia Militar investiga a ligação do local com uma facção que domina parte do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, que será ocupado pelo Exército.
A descoberta do uso do lugar por traficantes veio depois de denúncias anônimas de moradores e pescadores da região. Na segunda-feira, homens da 4ª Companhia de Maricá montaram uma operação de observação no local. No fim do dia, um barco foi avistado pelos policiais, que o interceptaram. Durante a ação, traficantes abandonaram a embarcação com as cápsulas de cocaína.
Depois da apreensão, os policiais foram à ilha em busca de mais drogas. Nesta terça-feira, com ajuda de cães farejadores do Batalhão de Ações com Cães (BAC) e homens do 12º BPM (Niterói), foram encontrados mais entorpecentes enterrados embaixo de bromélias.
A Polícia Militar descobriu que a droga que era refinada e endolada na Ilha do Boqueirão seria vendida em Maricá e municípios vizinhos. Um local que serviria de abrigo para traficantes foi destruído pelos policiais.

Um comentário:

  1. TAMBÉM TEM UMA ILHA NO RJ QUE TEM BOCA DE FUMO ENTRE MURIQUI E IBICUÍ A UNS 5KM DA BEIRA DA PRAIA ONDE VAM HOMENS DE LANCHA E JETSQUI COMPRAR DROGAS. É SÓ IREM LA E CONFERIR.

    ResponderExcluir