quinta-feira, 17 de abril de 2014

Comerciante foi salvo do ‘tribunal do tráfico


Um comerciante de 35 anos foi salvo por policiais militares de um ‘tribunal do tráfico’ no Morro da Palmeira, em Belford Roxo. Ele foi baleado, levou coronhadas e pauladas e teve o braço direito decepado com golpes de machado, mas acabou resgatado por PMs do 39º BPM (Belford Roxo).
Os policiais prenderam três suspeitos em flagrante: Marx Damásio, de 27 anos, Juliana Barbosa, de 24, e Anderson dos Santos Pessoa, de 40. Segundo os policiais, o comerciante só teve forças para dizer: “estou vivo!”, antes de desmaiar.
— Pegaram ele numa lanchonete do Centro, após reconhecê-lo como morador do Castelar. Como as duas comunidades são dominadas por facções rivais, os traficantes diziam que queriam que ele virasse um exemplo para o Castelar — diz o delegado-titular da 54ª DP (Belford Roxo), Luiz Henrique Ferreira Guimarães.
Segundo o delegado, havia outra pessoa com o comerciante quando os traficantes o abordaram na lanchonete. Ela foi torturada e está desaparecida.
— Abrimos um outro procedimento para apurar quem é esta outra vítima. Se foi morta, se conseguiu fugir... Vamos fazer um levantamento nos registros de desaparecimento para ver se conseguimos alguma pista — diz Luiz Henrique.
O comerciante foi levado para um hospital da região. Agentes da 54ª DPtrabalham para identificar e prender cerca de 20 bandidos envolvidos na ação.


Um comentário:

  1. daqui a alguns dias estes facínoras serão soltos por uma merda de um juiz de plantão ao custo de não sei o que? pqp até quando?

    ResponderExcluir