quinta-feira, 1 de maio de 2014

Considerada uma das forças mais violentas da África, a Polícia de Moçambique ajudará na segurança da Copa, no Brasil

A Força Nacional de Segurança e a Polícia Federal terão um luxuoso auxílio durante a Copa: policiais de Moçambique, na África, reforçarão a vigilância em estádios, treinamentos, e nos hotéis das delegações. Segundo o jornal local Notícias, o contingente, ainda indefinido, será comandado pelas autoridades brasileiras. A Polícia da República de Moçambique vai vigiar, inclusive, a final no Maracanã, no Rio.
No acordo de cooperação, o Brasil daria  treinamento e armas e Moçambique…talvez nem Moçambique, que não joga, saiba.
Cerca de dois mil policiais atuaram na Copa de 2010, na África do Sul. É polícia das mais violentas da África, segundo a Anistia Internacional.
Alertada pela coluna, a embaixada em Berlim ajustou a data legal para regularização eleitoral dos brasileiros: 7 de maio e não 30 de abril.

Aprovado projeto sobre trânsito de forças estrangeiras no Brasil

O Plenário aprovou, por 270 votos a 1, o Projeto de Lei Complementar 276/02, do Executivo, que permite ao presidente da República delegar ao ministro da Defesa a concessão de permissão para o trânsito e a permanência temporária de forças estrangeiras no Brasil sem autorização do Congresso Nacional, nos casos previstos.
Aprovado na forma de uma emenda substitutiva apresentada pelo deputado Lincoln Portela (PR-MG), a matéria deverá ser votada ainda pelo Senado. Link da fonte

5 comentários:

  1. preparem-se para uma guerra.

    ResponderExcluir
  2. Os PMs do Rio arriscam suas vidas para proteger a sociedade, mas suas famílias passam necessidades. O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder mais 36,228% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ em 2014, para ficar em dia com suas obrigações, pois concedeu apenas 11,18% recentemente.

    O salário líquido de um Soldado da PMERJ é de R$ 2.123,26 (dois mil, cento e vinte e três reais e vinte e seis centavos), valor insuficiente para suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS dos Policiais Militares, previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos).

    A defasagem do salário do SD PM ou BM no RJ está em R$ 769,21, ou seja, é necessário conceder um novo reajuste, de 36,228%, para que a família do PM não passe necessidades. Um Estado que possui a 2ª MAIOR ARRECADAÇÃO de impostos do país não pode pagar tão mal! Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)??? A solicitação visa apenas atender o que está previsto na Carta Magna!

    "Como uma sociedade vai garantir a paz, a segurança pública e a justiça criminal com policiais envolvidos em jornadas estressantes e perigosas em ambientes com armas de guerra e poder financeiro corruptor, sem poder conviver com a famílias os momentos de folga e lazer, necessários à sua saúde mental, boas condições técnicas e acertadas decisões de inopino?

    A saúde emocional, psíquica, física e financeira dos policiais brasileiros deveria ser prioridade na atenção dos poderes governantes e da sociedade, já que são estes homens e mulheres que fazem a primeira linha de defesa contra o crime e contra a violência na garantia de direitos.
    " (BENGOCHEA)

    O GOVERNO FEDERAL DEVERIA CRIAR O PISO NACIONAL DA SEGURANÇA PÚBLICA NO VALOR DE R$ 5.000,00 (CINCO MIL REAIS) MENSAIS, POIS OS POLICIAIS PRECISAM RECEBER UM SALÁRIO COMPATÍVEL COM A RESPONSABILIDADE E A IMPORTÂNCIA DAS FUNÇÕES QUE EXERCEM. SÓ ASSIM OS GOVERNOS ESTADUAIS OFERECERÃO QUALIDADE NOS SERVIÇOS PRESTADOS. A SEGURANÇA PÚBLICA É UM SERVIÇO ESSENCIAL!
    A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO RIO DE JANEIRO PRECISA LUTAR PELA VALORIZAÇÃO DE SUA TROPA. O salário-base dos garis (R$ 1.100,00) está bem maior do que os soldos dos Militares Estaduais. Os garis já devem estar ganhando mais do que os Soldados da PMERJ e do CBMERJ! Eles ainda recebem 40% de insalubridade e R$ 20,00 por dia no vale-refeição. A sociedade precisa acordar e deixar de ser hipócrita... A PMDF paga R$ 2.000,00 (dois mil reais) por mês de Vale Refeição à sua tropa! Por que no Rio de Janeiro não pode ser assim? O Rio já foi a capital do país. A PEC 300 é a solução! A tropa ainda sonha e luta para receber salários dignos.

    ResponderExcluir
  3. A soberania nacional foi jogada no lixo. O Congresso nacional deixou clara a sua incompetência e delegou seus poderes,confirmando que não existe divisão de Poderes. Que se dissolva o Congresso e que venham os Militares.

    ResponderExcluir
  4. Primeiro os "Médicos" Cubanos,entraram e com monitoramento de agentes estrangeiros em território Brasileiro e agora os Moçambicanos.O EB que se prepare e nos defenda,pois com certeza estaremos prontos para apoia-lo na defesa da Pátria.

    ResponderExcluir
  5. Soberania trocada por copa do mundo, futebol tem mais valor, que saúde, educação, segurança, saneamento básico, dizia um certo poeta " QUE PAIS É ESTE" ordem e progresso, JAMAIS, nunca terá, por isto que a ditadura não prestou, agora, onde estão os oficiais generais, não se manifestam, porque?, militares moçambicanos são melhores que os nossos, QUE VERGONHA para que serve a brigada paraquedista, as forças especiais, os para, os fuzileiros navais , o bope, tragam de volta os militares que estão em missão no exterior, papel ridículo, NÃO HÁ QUEM GOVERNE, OU COMANDE, POR FAVOR RENDAM-SE, ENTREGUE A QUEM QUISER, VOLTEMOS A SER COLONIA DE QUALQUER PORTUGAL, PAIS DE TERCEIRO MUNDO É POUCO, DIANTE DO QUE TEMOS VIVIDO

    ResponderExcluir