quinta-feira, 29 de maio de 2014

Disque-Denúncia divulga cartaz de responsáveis pelo tráfico na Cidade de Deus

O Disque-Denúncia lançou, nesta quarta-feira (28), o cartaz com as fotos de 10 criminosos que fazem parte do tráfico de drogas na Cidade de Deus, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro.


4 comentários:

  1. O PM do Rio arrisca a vida quase de graça! O salário dos Soldados PM está tão baixo que chega a ser um desrespeito às suas famílias. Falta muito para o PM do Rio ter um salário digno, pois o Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Abril de 2014 foi estimado em R$ 3.019,07 (três mil e dezenove reais e sete centavos).

    Os PMs do Rio enfrentam o perigo para proteger a sociedade, mas as suas famílias passam necessidades. O salário líquido de um Soldado da PMERJ é insuficiente para suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS dos Policiais Militares, previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o que é inaceitável. O Governo do Estado tem que atender pelo menos o que está previsto na Carta Magna!

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    "Como uma sociedade vai garantir a paz, a segurança pública e a justiça criminal com policiais envolvidos em jornadas estressantes e perigosas em ambientes com armas de guerra e poder financeiro corruptor, sem poder conviver com a famílias os momentos de folga e lazer, necessários à sua saúde mental, boas condições técnicas e acertadas decisões de inopino? A saúde emocional, psíquica, física e financeira dos policiais brasileiros deveria ser prioridade na atenção dos poderes governantes e da sociedade, já que são estes homens e mulheres que fazem a primeira linha de defesa contra o crime e contra a violência na garantia de direitos." (BENGOCHEA)

    OS POLICIAIS MILITARES PRECISAM RECEBER UM SALÁRIO COMPATÍVEL COM A RESPONSABILIDADE E A IMPORTÂNCIA DAS FUNÇÕES QUE EXERCEM. SÓ ASSIM OS GOVERNOS ESTADUAIS OFERECERÃO QUALIDADE NOS SERVIÇOS PRESTADOS. A SEGURANÇA PÚBLICA É UM SERVIÇO ESSENCIAL! A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO RIO DE JANEIRO PRECISA LUTAR PELA VALORIZAÇÃO DE SUA TROPA, NÃO PODE PERMITIR QUE O SOLDO DO SOLDADO FIQUE ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE.

    A PEC 300 é a solução para a melhoria salarial! Com os reajustes concedidos, ao final de 2016, um Soldado da PMDF receberá R$ 7.190,98, e esse valor não inclui nenhum anuênio. É um absurdo a diferença de salário de dois orgãos públicos que fazem os mesmos serviços!

    http://www.policialbr.com/df-governo-reajusta-beneficios-para-pms-e-salario-soldado-vai-para-r-71-mil/

    Em respeito ao que determina a nossa Carta Magna, promulgada em 1988, um Soldado da PMERJ não deveria ganhar menos de R$ 7.190,98. Esse deveria ser o piso da categoria em todo o país! As famílias dos Policiais Militares do RJ estão passando necessidades, o que é inaceitável, pois eles prestam um serviço público essencial.

    ResponderExcluir
  2. ATENTEM BEM PARA ESTE COMENTÁRIO. AS AUTORIDADES E O MINISTRO DA SEGURANÇA PÚBLICA NÃO ACABAM COM O TRÁFICO DE ARMAS E DROGAS NO BRASIL PORQUE NÃO QUEREM E TAMBÉM POR CAUSA DA CORRUPÇÃO. QUEREM SABER E VER COMO ACABA E TERMINA COM ISTO TUDO É MUITO SIMPLES: É SÓ FISCALIZAR TODAS AS BARREIRA DE ENTRADA QUE LIGA DE OUTROS PAÍSES PARA O BRASIL, AVIÕES DE UM MODO GERAL, OS AEROPORTOS E EMBARCAÇÕES DE UM MODO GERAL E PORTOS. MAIS PARA ALGUMAS AUTORIDADES NÃO HA NENHÚM INTERECE EM FAZER ISTO VOCES SABEM PORQUE: POR CAUSA DO ENVOLVIMENTO DE MUITOS E CORRUPÇÕES. OS CORRUPTOS É QUE FAZEM CRESCER OS TRAFICANTES, OS VICIADOS E OS VAGABUNDOS DE UM MODO GERA E EM TODOS OS SENTIDOS. O MAL TEM QUE SE COMESSAR A TIRAR PELA RAIZ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, mas esqueceu de citar que a BAGAGEM DE TODOS DEVERÃO SER REVISTADAS. TODOS!!! Ai sim poderíamos pensar num país melhor.

      Excluir
  3. Salário Mínimo Necessário (R$ 3.019,07)

    A constituição, promulgada em 5 de outubro de 1988, define o salário mínimo como
    aquele fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender as necessidades vitais
    básicas do trabalhador e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde,
    lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe
    preservem o poder aquisitivo.

    Para calcular o Salário Mínimo Necessário, o DIEESE considera o preceito constitucional
    de que o salário mínimo deve atender as necessidades básicas do trabalhador e de
    sua família e que é único para todo o país. Usa como base também o Decreto lei 399, que
    estabelece que o gasto com alimentação de um trabalhador adulto não pode ser inferior
    ao custo da Cesta Basica Nacional.

    O Salário Mínimo Necessário, calculado mensalmente como uma estimativa do que
    deveria ser o salário mínimo vigente é, também, um instrumento utilizado pelos sindicatos
    de trabalhadores para denunciar o descumprimento do preceito constitucional que
    estabelece as bases para a determinação da menor remuneração que vigora no país.

    ResponderExcluir