quinta-feira, 15 de maio de 2014

Morre o corregedor da Polícia Militar

O coronel Amaury Simões faleceu agora ontem à noite no Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, Zona Norte do Rio. Ele foi diagnosticado com um câncer na região abdominal há cerca de um mês. Amaury chegou a ser operado, mas o estágio da doença já era avançado. Por esse motivo, ele teve de deixar a corregedoria da corporação, cargo que havia assumido no início do ano.
O oficial também comandou os batalhões de Angra dos Reis, Maré e Praça da Harmonia, no Centro. A corporação informou que o enterro será às 14h desta quinta-feira, no Cemitério de Irajá.

7 comentários:

  1. vê se agora não vamos roer a corda, meu irmão me ligou agora dizendo que havera greve geral das policiais do Brasil , e os bombeiros ja estão se articulando e ja resolveram parar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em nome de Jesus agora a justiça vai acontecer!!!

      Excluir
    2. vai trabalhar mobral

      Excluir
  2. a bola está nas mãos do governador pezão-----------ele quem decidirá o que ele quer para o rio de janeiro---------a pm pode parar a qualquer momento de acordo com as redes sociais -ainda sou a favor do dialógo com o comando da corporaçao e o governador para melhorar os salarios dos militares do estado -e so ter bom senso e conversar ainda e a melhor opçao

    ResponderExcluir
  3. Isso é pra eles verem que somos todos iguais e que aquelas estrelas amarelas que ostentam nos ombros nao os fazem diferentes de ninguem.
    No hcpm nos deparamos com um monte deles, doentes e de cabeças baixas.
    Ainda hei de ver o dia em que os coroneis da pmerj vao deixar de serem arbitrarios e ficarao ao lado da tropa, brigando por melhorias e cumprindo a verdadeira funçao de um superior comandante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vão deixar de serem? Não seria deixar de ser? O plano de carreira é uma desgraça mesmo.......

      Excluir