segunda-feira, 19 de maio de 2014

Policial militar é encontrado morto dentro de casa

Um policial militar foi encontrado morto, na noite deste domingo (19), na Rua Délio Guaraná, 89, no bairro do Éden, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Uma jovem, que estava acompanhada do PM, também foi morta. 
O policial foi identificado como Bruno Paolo dos Santos Couto era lotado na Coordenadoria Especializada em Tecnologia da Informação e Comunicação (Cetic). A jovem Bárbara Guimarães de Melo seria a namorado do policial.
Testemunhas contaram que a casa onde o Bruno morava estava aberta. Vizinhos foram conferir e encontraram o casal sem vida. O fato aconteceu por volta das 19h. Policial militares foram acionados.
Ainda não há informações sobre os assassinos. A Delegacia de Homicídios da Baixada assumiu as investigações do crime.


10 comentários:

  1. Amigo sentirei saudades...

    ResponderExcluir
  2. Será que esse assassinato de um agente da lei será elucidado? Onde estão os representantes dos Direitos Humanos? Ninguém vai falar nada agora? Que absurdo! O PM do Rio arrisca a vida quase de graça!

    O salário dos soldados está em torno de R$ 2.320,00. Falta muito para o PM do Rio ter um salário digno, pois o Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Abril de 2014 foi estimado em R$ 3.019,07 (três mil e dezenove reais e sete centavos).

    Os PMs do Rio arriscam suas vidas para proteger a sociedade, mas as suas famílias passam necessidades. O salário líquido de um Soldado da PMERJ é insuficiente para suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS dos Policiais Militares, previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. O Governo do Estado tem que atender pelo menos o que está previsto na Carta Magna!

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    "Como uma sociedade vai garantir a paz, a segurança pública e a justiça criminal com policiais envolvidos em jornadas estressantes e perigosas em ambientes com armas de guerra e poder financeiro corruptor, sem poder conviver com a famílias os momentos de folga e lazer, necessários à sua saúde mental, boas condições técnicas e acertadas decisões de inopino? A saúde emocional, psíquica, física e financeira dos policiais brasileiros deveria ser prioridade na atenção dos poderes governantes e da sociedade, já que são estes homens e mulheres que fazem a primeira linha de defesa contra o crime e contra a violência na garantia de direitos." (BENGOCHEA)

    OS POLICIAIS MILITARES PRECISAM RECEBER UM SALÁRIO COMPATÍVEL COM A RESPONSABILIDADE E A IMPORTÂNCIA DAS FUNÇÕES QUE EXERCEM. SÓ ASSIM OS GOVERNOS ESTADUAIS OFERECERÃO QUALIDADE NOS SERVIÇOS PRESTADOS. A SEGURANÇA PÚBLICA É UM SERVIÇO ESSENCIAL! A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO RIO DE JANEIRO PRECISA LUTAR PELA VALORIZAÇÃO DE SUA TROPA, NÃO PODE PERMITIR QUE O SOLDO DO SOLDADO FIQUE ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE.

    A PEC 300 é a solução para a melhoria salarial! Com os reajustes concedidos, ao final de 2016, um Soldado da PMDF receberá R$ 7.190,98, e esse valor não inclui nenhum anuênio. É um absurdo a diferença de salário de dois orgãos públicos que fazem os mesmos serviços!

    http://www.policialbr.com/df-governo-reajusta-beneficios-para-pms-e-salario-soldado-vai-para-r-71-mil/

    O Salário Mínimo Necessário, referente ao mês de Abril de 2014, foi estimado pelo DIEESE em R$ 3.019,07. Em respeito ao que determina a nossa Carta Magna, promulgada em 1988, um Soldado da PMERJ não deveria ganhar menos do que isso. Esse deveria ser o piso da categoria em todo o país! As famílias dos Policiais Militares do RJ estão passando necessidades, o que é inaceitável, pois eles prestam um serviço público essencial.

    As reivindicações da tropa devem ser levadas ao Sr Cel PM Comandante-Geral, o qual inclusive já se disse aberto a receber as propostas, bem como devem ser levadas ao Exmº Sr Governador do Estado. Como os salários encontram-se muito defasados, seria necessário conceder um reajuste salarial significativo para a categoria, pelo menos 50%.

    ResponderExcluir
  3. Saiu no site "Globo.com" que Policiais civis de 4 estados decidem fazer paralisação na quarta-feira (21/05/2014)! Parece que a PCERJ é uma das Polícias Civis que vai parar no dia 21 de maio...

    ResponderExcluir
  4. lugar de pm e no cemiterio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e de bandido é na vala! Aprenda a escrever antes de postar, ignorante!

      Excluir
    2. O seu é a sete palmos e de cabeça para baixo, se VC cavar vai direto pro inferno!!

      Excluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denegrir ou permitir denegrir, ser veiculo para tais práticas é um crime também fazer acusações de forma covarde e sem provas..E ESCREVER NOMES PRÓPRIOS COM LETRA MINÚSCULAS É CRIME DE ORTOGRAFIA

      Excluir
  6. Como pode???? Casos q envolvem civis já virou rotina não serem elucidados, mas ele era um Militar!!!! Como pode a perícia ter deixado passar? Cadê as digitais? cadê as provas? Trataram o caso como se fosse nada? Foi um crime bárbaro*,digno de um monstro (ou monstra). Meu Deus! Nós só queremos justiça!!!

    ResponderExcluir