sexta-feira, 16 de maio de 2014

Rapaz preso no Caramujo tinha foto portando fuzil no telefone celular

 Policiais da 78º DP (Fonseca) estão investigando imagens encontradas no celular de Márcio de Carvalho Melchiades da Silva, de 21 anos, preso na noite de terça-feira, durante operação de policiais do 12º BPM (Niterói) no Complexo do Caramujo, em Niterói.
 
De acordo com a polícia, enquanto tentava fugir do cerco formado pelos PMs, Márcio ligou para um criminoso identificado apenas como Telhado, supostamente para falar sobre a ação na comunidade. Segundo as investigações, Telhado é apontado como líder do tráfico da comunidade e é investigado por agentes da Divisão de Homicídios por participação na morte do sargento da PM Joílson da Silva Gomes, no final de fevereiro. 
 
Além dos telefonemas, a polícia encontrou no celular do acusado diversas fotografias dele posando com armas de grosso calibre. Em uma delas, Márcio aparece portando dois fuzis. Em outra imagem, ele posa com um fuzil equipado com mira telescopia e carregadores. 
 
Ainda de acordo com a polícia, Márcio, que já possuía outras anotações criminais, seria morador do Morro do Cantagalo, na Zona Sul do Rio, e estava no Caramujo passando um tempo na casa de parentes. 
 
Policiais da DH vão investigar se ele também está envolvido no assassinato de Joilson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário