domingo, 27 de julho de 2014

Seis policiais militares são presos

MATÉRIA DE ONTEM 
JORNAL O DIA 

                                                      
  MATÉRIA DE HOJE 
JORNAL O DIA 

Os seis PMs envolvidos na morte de Vitor Luiz Rodrigues e Rafael de Souza Azerbinato no Morro do Fogueteiro alteraram a cena do crime, segundo informações da Polícia Civil. De acordo com agentes da 5ª DP (Mem de Sá), os policiais reagiram de maneira exagerada e retiraram o corpo de Vitor do local do homicídio. Foram presos os policiais Vinicius Castro Nascimento, Antônio Carlos Roberto, Adriano Costa Bastos, Raoni Santos Lima, Roberto do Nascimento Barreto e Cezar Rodrigo Pavão Duarte. Todos são lotados na UPP Coroa/Fallet/Fogueteiro
Foram presos os policiais Vinicius Castro Nascimento, Antônio Carlos Roberto, Adriano Costa Bastos, Raoni Santos Lima, Roberto do Nascimento Barreto e Cezar Rodrigo Pavão Duarte. Todos são lotados na UPP Coroa/Fallet/Fogueteiro
A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) informou que um Inquérito Policial Militar (IPM) foi aberto para investigar o crime. Os PMs foram encaminhados, na madrugada deste domingo, para a Unidade Prisional da Polícia Militar (BEP), em Benfica, na Zona Norte da cidade. Com os PMs, foram apreendidos três fuzis e sete pistolas.
O pedreiro Rafael de Souza Zebinato, de 23 anos, chegou a ser levado por moradores ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Outro homem, Vitor Luiz Rodrigues, de 40 anos, apontado como suposto traficante, morreu no local do confronto. Com ele, segundo a PM, foi encontrada uma pistola calibre 40, drogas, um rádio transmissor e um caderno de anotações do tráfico. No entanto, a esposa de Vitor nega a informação de que ele tinha envolvimento com o tráfico.

"Ele não era traficante. Meu marido trabalhava como taxista. Estava subindo o morro de moto para casa quando os PMs o abordaram e deram um tiro na perna dele e outro na cabeça. Depois, jogaram o corpo numa vala que tinha ali perto", contou a dona de casa Daniele Barbosa dos Santos. "Eles executaram meu marido", afirmou.
De acordo com os policiais, eles faziam um patrulhamento de rotina na Rua Eliseu Visconti, próximo ao número 200, em Santa Teresa, quando se depararam com Vítor Luiz Rodrigues, de 38 anos, que os recebeu com tiros. Segundo os PMs, outros traficantes surgiram e os os militares ficaram encurralados por duas horas enquanto aguardavam reforço policial.
A prisão dos policiais militares foi realizada pelo delegado da 5ª DP, Antônio Bonfim.

42 comentários:

  1. A prisão dos pms é um absurdo,quem conhece o morro do fogueteiro sabe que na localidade conhecida como zigue-zague,traficantes exibem armas e atiram nos policiais da Upp. Alias não faz um mês um policial da upp foi baleado no braço nesta localidade.Esse delegado não sabe de nada ou esta mal intencionado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito na segunda hipótese.

      Excluir
    2. E por que esses amadores insistem em remover o corpo? Gente, sabem que não pode!

      Excluir
    3. é triste a prisão desses policias esse delegado dever ta levando uma prata do pauliozinho só pode ser isso. mas o policial existe em trabalhar na matança de bandidos trocando de lugar com eles.

      Excluir
  2. Na moral... que putaria é essa?

    Então o Policial tinha que ficar no meio da comunidade guardando corpo de bandido e tomando tiro.

    Fuja quem puder dessa Corporação e o último apague a Luz.

    ResponderExcluir
  3. Tem que ver se na localidade tem câmera, averiguar a situação a fundo. Olha, se esse cara realmente for taxista, será lamentável a morte de mais um inocente.

    Tem PM que pensa que toda pessoa do sexo masculino na favela é traficante.

    Imagine se daqui a pouco começar matar membros de ONGs e cristãos que lutam para tirar os jovens do tráfico.
    Eu já falei aqui que esses crentes tem que tomar cuidado. É um tal de evangelizar, entregar folletinho e convidar bandido para ir para igreja. Imagina se a polícia chega na hora? Será que vai saber separar os inocentes dos maus?

    ResponderExcluir
  4. AMIGOS !! PARECE QUE QUANTO MAIS ESCUTAMOS QUE ACABOU ,MAIS FAZEMOS QUESTÃO DE ERRAR , NÃO ESTOU DIZENDO QUE OS COMPANHEIROS ERRARAM , NÃO É ISSO !! . ESTOU DIZENDO QUE ERRAMOS EM PROCURAR RESOLVER O QUE SATISFAZ AOS GOVERNANTES FILHOS DAS PUTAS .
    SAÍMOS VARIAS VEZES DO MELHOR LUGAR DESSE PLANETA E ANSEIOS DE NOSSAS FAMÍLIAS QUE SÃO NOSSAS CASAS , E PERDEMOS NOSSA LIBERDADE EM QUESTÃO DE SEGUNDO , NÃO VALE APENA AMIGOS TRABALHAR NESSA POLICIA, MAS SE VOCÊ ENTENDE QUE ESTOU ERRADO ; PAGUE PRA VER ; EXEMPLO MAIOR DO QUE VEM ACONTECENDO NESSAS UPPS ONDE HOMENS COM IDONEIDADE OU SEJA SEM PASSAGEM PELA POLICIA , CONTINUARAM PORTANDO ARMAS E VENDENDO DROGAS NAS COMUNIDADES , ACABAM VIRANDO HERÓIS OU MAIS UMA VITIMA DA POLICIA E ONDE MORADORES JÁ ESTAVAM ACOSTUMADOS COM OS BANDIDOS .
    QUANDO ESTOU DE SERVIÇO SÓ PENSO NA HORA DE IR EMBORA PRA MINHA CASA , NÃO INVENTO E NEM PONHO CHIFRE NA CABEÇA DE CAVALO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas meu senhor, por que mexer no corpo e retirar do lugar?
      Por que revidar com excesso?
      Desculpe, eu não entendo!
      Depois ficam aí lamentando que foi preso.
      Veremos o contraditório e Ampla Defesa.

      Excluir
    2. coloque uma farda e vá para uma FAVELA que vai entender hipócrita...

      Excluir
    3. Não se trata de hipocrisia, se trata de ser objetivo, ser bom profissional, cumprir lei, os regulamentos para VOCÊS MESMOS não se prejudicar depois.
      Tem gente que não aprende com o erro dos outros.
      Não perca a paciência comigo. Policiais tem que dominar esse lado explosivo e brabão.

      Excluir
    4. Responder desse jeito e mole.. então está dizendo que todo mundo que mora na favela é bandido? Vc é qhe é hipócrita!!!!

      Excluir
    5. CRUZEM OS BRAÇOS, CUIDEM SOMENTE DE SUAS VIDAS E DE SEUS COMPANHEIROS E VOLTEM PARA CASA. DEIXEM OS RATOS MORREREM SUFOCADOS NO PRÓPRIO LIXO, E TALVEZ ASSIM, IRAM NOS VALORIZAR.

      Excluir
  5. Cadê o Comandante da UPP? O que ele disse sobre o fato ocorrido? A tropa estava sem Comando? A Coordenadoria de Polícia Pacificadora tem investigar isso. Os Policiais Militares envolvidos no confronto avisaram os superiores? Por acaso, a Supervisão e o Comando da UPP não foram informados? Não cabe ao delegado avaliar a conduta dos PMs, pois eles são MILITARES!

    A Polícia Civil tem que ir para o local do confronto assim que é informada, pois nem sempre a cena do crime poderá ser preservada por muito tempo. Os PMs não podem ser responsabilizados pelo fato da área ter sido alterada, pois eles não têm condições de enfrentar os criminosos sem reforço policial. Por exemplo, eles ficaram encurralados por 2 (duas) horas! Muita coisa acontece nesse período... O delegado da 5ª DP, Antônio Bonfim, tem que ser processado pelos PMs por Abuso de Autoridade, por ter efetuado uma prisão arbitrária! O direito de representação e o processo de responsabilidade administrativa civil e penal, contra as autoridades que, no exercício de suas funções, cometerem abusos, são regulados pela Lei nº 4.898, de 9 de dezembro de 1965. Os Policiais Militares estão sendo mortos em áreas "PACIFICADAS"!!! O advogado deverá pedir em juízo uma indenização proporcional ao dano moral sofrido pelos PMs, que tiveram a imagem exposta numa verdadeira distorção dos fatos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A Polícia Civil tem que ir para o local do confronto assim que é informada"

      sabemos disso né, mas também sabemos que eles deixam até de cumprir ordem de prisão quando o local esta quente.

      Excluir
  6. Os soldados PM não podem trabalhar sozinhos, devem estar sempre a comando de um oficial ou de um graduado de curso! A culpa é do Governo do Estado do Rio de Janeiro, que forma mal os novos soldados. A PMERJ deveria ter PORTA ÚNICA de ingresso na Corporação, com todos os candidatos ingressando como soldados e fazendo o Curso de Formação na APM, com duração de 03 (três) anos, sem internato. Assim, ascenderiam profissionalmente os mais capacitados, qualificados e preparados para as funções de oficial PM. O interesse público está em primeiro lugar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CUIDADO, COM O QUE DIZ, GRADUADO DE CURSO, VOCÊ PODERÁ SER MANDADO PARA O ALEMÃO, E IRÁ POR A PROVA SEU CONHECIMENTO PRÁTICO, QUE É NENHUM. E DEPOIS NÃO ADIANTA CHORAR.

      Excluir
  7. É a politica de Segurança Cabralista, onde coloca-se o PM no olho do furacão, atraindo o q de pior tem nas favelas, e ficam de fora dando soluções eleitoreiras.
    E ainda tem mango q vai votar no Pezão pra esta escrotidão continuar...
    Somos a categoria mais desunida do universo... Ainda q exista vida em outro planeta, duvido q sejam mais traíras q o próprio PM.

    ResponderExcluir
  8. Sr. delegado, os policiais reagiram de maneira exagerada? Uma viatura da PMERJ foi alvejada por tiro de fuzil na Rua Eliseu Visconti, assim que tentou entrar na mesma. Não há exagero quando se está sendo alvo de disparos de arma de fogo!

    ResponderExcluir
  9. INVERSÃO DE VALORES

    O suspeito, depois de morto, vira santo. O policial, vítima de disparo de arma de fogo, após se defender da injusta agressão se torna o acusado!

    Só o que a dona de casa Daniele Barbosa dos Santos fala é muito fraco para acusar um agente da lei, ainda mais pelo fato de ser uma "dependente" do bandido! Alguma esposa de traficante de drogas já admitiu que o marido tem envolvimento com o tráfico? Acredito que não, pois elas também se beneficiam com o dinheiro do crime! Portanto, o que a esposa de um criminoso alega não deve ter nenhum valor para a Justiça!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O senhor tava lá? Filmou? Como sabe se o homem realmente não é taxista?
      Retiraram o corpo do lugar para quê?
      Quantas vezes terão que ser ensinados que não pode?

      Excluir
  10. O BRASIL É O PAÍS DOS VAGABUNDOS, A TERRA DOS CRIMINOSOS, A "BANDIDOLÂNDIA"!

    ResponderExcluir
  11. A SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL está em convulsão, sobretudo pelo fato de o atual modelo policial se mostrar incapaz de conter a evolução da criminalidade. Há, ainda, dilemas nas corporações policiais, porquanto seus integrantes reclamam de desvalorização profissional. AS POLÍCIAS CIVIS ESTÃO EM CRISE que decorre de conflitos internos, pois a forma como é organizado o modelo de polícia civil já não é mais oportuno para o desenvolvimento das competências dos policiais, tampouco é satisfatório para o alcance das finalidades institucionais das próprias polícias. Dentre esses conflitos domésticos, ressaltam-se fundamentalmente os de autoridade e de identidade.

    No conflito de autoridade, destaca-se que há muito tempo policiais civis criticam a prerrogativa do cargo de delegado de polícia na estrutura
    orgânica das polícias civis. Não obstante, em vez de se cogitar o equacionamento do problema, o que se observa é que o cargo de delegado tem se enclausurado e tentado aumentar ainda mais o fosso entre aquele cargo e os demais policiais. Assim, delegados, em cenário nacional, postulam o status de carreira jurídica apartada das demais carreiras policiais, independente se isso é adequado à atividade policial. Desse modo, chefes das polícias e policiais de base trilham caminhos diametralmente opostos.

    O conflito de identidade é decorrência da estratificação da carreira policial. Tem-se que, em virtude da especialização de cargos requerida por longínquas reformas positivistas e burocráticas, essas organizações são compostas por diversos cargos, por exemplo: delegados, peritos, escrivães, investigadores, agentes penitenciários, papiloscopistas. Nessa linha, cada cargo desenvolveria uma função particular. Todavia, num ambiente de incertezas, essa divisão tem levado policiais a buscarem mais o resguardo das funções de seus cargos do que a finalidade investigativa da polícia civil. Ora, cada cargo policial é um universo que compreende a polícia a partir de sua perspectiva. Inexiste, portanto, uma identidade policial civil.

    Qualquer organização submetida a impasses de autoridade e identidade tende à disfuncionalidade. As polícias civis brasileiras são organizações
    disfuncionais, por isso enfrentam dificuldades para cumprir sua missão institucional de investigação criminal. Entretanto, grande parte de elites
    das polícias civis e da classe política ignora essa crise. Perde-se, assim, a oportunidade de transformar as polícias civis efetivamente em organizações essenciais à segurança pública e à defesa das instituições democráticas.

    ResponderExcluir
  12. Nesse diapasão, destaca-se que as polícias civis dos níveis federal, estadual e distrital passam por crises institucionais. Isso foi sinalizado com a paralisação de policiais civis de dez estados e da Capital Federal, ocorrida no último 21 de maio. O que há de errado com as polícias civis?

    Durante sua existência as policiais civis brasileiras tiveram rearranjos, no entanto, hoje elas precisam de profundas reformas estruturais e
    organizacionais. É fato. Alterações nas dinâmicas sociopolíticas, nos fundamentos constitucionais e nas modalidades criminais exigem um novo
    modelo de polícia. Mas, lamentavelmente, as polícias civis estão aferradas a procedimentos cartoriais do século 19. Por exemplo: a elaboração do
    inquérito policial tem sido o fim dessas organizações, embora esse recurso inquisitorial não apreenda a criminalidade contemporânea. Resultado: as polícias civis são burocratizadas, precariamente gerenciadas e ineficientes.

    Essa situação tem colocado em xeque a atuação da maioria das polícias civis. Os indicadores de investigação criminal disponíveis mostram o
    malogro dessas polícias. Responsáveis por apurar a autoria de infrações criminais, elas são ineficazes, por exemplo, quando se analisa
    esclarecimento de homicídios. Em média, só 8% dos homicídios apurados pelas polícias civis brasileiras é esclarecido. É triste. Em quase todas as delegacias de polícia civil do Brasil se entulham inquéritos que nunca chegarão a soluções. Isso acarreta sentimentos de insegurança, de impunidade e de descrença dos cidadãos para com as polícias.

    ResponderExcluir
  13. em uma sociedade onde a corrupção e considerada esperteza e malandragem fazer o certo pode trazer muita dor de cabeça! viva o arrego,não toque no que tem dono

    ResponderExcluir
  14. Recrutas sem experiencias trabalhando sozinhos , graduados juranas na supervisão do policiamento das UPPs e oficiais só permanecem nas UPPs no horário do expediente . Qual seria o resultado esperado ?
    Esses mesmos , pois sabemos que policiais recém -formados ainda não tem maturidade para trabalhar sozinhos e o mais grave disse é o fato de serem supervisionados por graduados sem qualquer qualificação ou preparo , pois foram promovida dos sem qualquer mérito e sem concurso interno .
    Ass ASP subten 79. Milhao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com a sua análise, acrescentando que AS PROMOÇÕES DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DEVERIAM ACABAR, pois trata-se de um "ERRO INSTITUCIONAL" que desqualifica a PMERJ. Os Cursos de Formação e Aperfeiçoamento (CFC, CFS e CAS) são requisitos indispensáveis para a promoção à graduação superior! A distribuição de divisas é uma vergonha. A PROMOÇÃO TEM QUE SER CONQUISTADA ATRAVÉS DE CONCURSO INTERNO (PROVA). Os jurunas, incompetentes, vivem tentando tirar o mérito dos Sargentos e Subtenentes de curso. O CEFC e o CEFS (cursos de "confirmação de divisas doadas") são vergonhosos, não são nem a sombra do CFC e do CFS (cursos regulares de carreira)! Quem não conseguiu tirar 7,0 (sete) nas Provas, a nota mínima, não tem condições de ser promovido às graduações de Cabo e 3º Sargento.

      Excluir
    2. Eu não tenho nada contra esse ASP subten 79. Milhão. Tanto que eu o elogiei no outro tema que fala dos PMs assassinos que mataram um menor de 14 anos.

      O PM tem que estudar mesmo, ser qualificado. É esse que a sociedade quer. O Estado não pode colocar arma de fogo nas mãos de qualquer um.

      Excluir
    3. ESSE IDIOTA, TÁ BOTANDO OS COLEGAS, NA BOLA, DIZENDO QUE DEVERIA COLOCAR OS SGTs DE CURSO NAS UPPs. VAI QUE ALGUÉM RESOLVE ADOTAR ESSA IDEIA, ALEM DE SE FODER AINDA VAI LEVAR OS OUTROS. SÓ DEMONSTRA O QUANTO É INGENUO E RETARDADO. JÁ DIZIA UM SÁBIO, QUEM NÃO É VISTO, NÃO É LEMBRADO.

      Excluir
  15. Faz o seguinte, transfere a sede da 5ºDP para dentro do fazigue-zague com o prédio rodeado por traficantes armados, ai quero ver a marra desses defensores de vagabundo, é muito fácil criticar policial de verdade, quem fica escondido dentro de delegacia não é POLÌCIA é sim covarde !

    ResponderExcluir
  16. "PM FAZ REFORMA ADMINISTRATIVA

    O comando da PM decidiu atualizar o QDE(Quadro Demonstrativo de Efetivo) da corporação, o que foi feito pela última vez em 1977, atraso este que vinha trazendo sérios embaraços à Gestão de pessoas na PM.

    Apoiando a decisão do Comando-Geral, o Capitão Melquisedec Nascimento, presidente da Associação dos Militares Auxiliares e Especialistas(Amae), defende que na Reforma, as funções de Fiscal Administrativo(Gestor de Logística) das Unidades sejam atribuídas aos Majores QOA, àqueles que iniciaram suas carreiras como soldados e que passaram, como oficiais, pelas funções de assessores de Gestão de Logística.

    Segundo Melquisedec, os Majores QOA possuem o conhecimento e a experiência necessária para assessorar os comandantes na Gestão de Logística, minimizando assim a possibilidade de ocorrências das cenas lamentáveis vistas na Copa do Mundo, quando muitos PMs foram mal alimentados, houve falta de transportes e de alojamentos adequados para os policiais."

    Fonte: BLOG MILITAR LEGAL

    ResponderExcluir
  17. No interior a coisa está feia também! A impunidade contribui para o aumento da violência...

    Um "trio assassino" foi preso logo depois de cometer homicídio em Resende/RJ.

    Wesley Lucas de Aguiar Francisco, o Nem, e Darley Joaquim Gomes Ferreira, o DG, ambos de 18 anos, e um menor de 14 anos foram presos horas após cometer homicídio em Resende.

    Após atirar contra policiais do 37º BPM (Resende) durante fuga logo após balear dois homens, em Resende, Wesley Lucas de Aguiar Francisco, o Nem, e Darley Joaquim Gomes Ferreira, o DG, ambos de 18 anos, acabaram presos e um menor de 14 anos apreendido, na noite desta quarta-feira, dia 23 de julho.

    Os PMs realizavam patrulhamento de rotina no bairro Liberdade e passavam pela Rua Ary Parreiras quando ouviram o som de disparos de arma de fogo e se depararam com criminosos fugindo em um Chevette. Ao notar a viatura, os bandidos atiraram contra os policiais, que revidaram a agressão. Os tiros atingiram o parabrisa do veículo, mas nenhum PM ficou ferido.

    Os bandidos foram presos depois que perderam o controle da direção do carro. Com eles, os PMs apreenderam dois revólveres – um calibre 38 e outro 32. Eles contaram à Polícia que pertencem à facção criminosa Comando Vermelho (CV) e possuem envolvimento com o tráfico de drogas no bairro Cidade Alegria. O trio disse, ainda, que estavam vingando a morte de um comparsa, assassinado no último dia 22 de julho por rivais do Terceiro Comando Puro (TCP), que atuam no bairro Liberdade

    Conduzidos para a 89ª DP (Resende), eles foram autuados pelo delegado Marcelo Domingues por homicídio duplamente qualificado, homicídio tentado duas vezes (um contra o baleado e outra contra os PMs), porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e formação de quadrilha. Os dois maiores também foram autuados por corrupção de menores.

    ResponderExcluir
  18. infelizmente a situação não é nada boa para ser policial ( civil ou militar ) em nosso estado quiçá no pais, entretanto, é flagrante a necessidade e urgente mudanças em todo o processo de formação de novos policiais porque francamente o nosso CFAP esta mais para: CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSASSINOS PROFISSIONAIS os garotos são MISERAVELMENTE mal formados do principio ao fim ou seja NUNCA se observou tanto mais tanto DESPREPARO estamos formando verdadeiros ASSASSINOS sim senhores desculpe a colocação mas não vejo de outra otica. Pra começar os INSTRUTORES teriam que ser OS MELHORES em tudo - tropa de elite infelizmente selecionam os menos capazes assim fica dificil muito dificil INFELIZMENTE

    ResponderExcluir
  19. SUGESTÃO AO MODERADOR.

    Novos salários dos PMs!
    http://abordagempolicial.com/2014/07/os-novos-salarios-das-policias-do-rio-de-janeiro/#comment-538780

    ResponderExcluir
  20. este recruta acima que se intitula ASP SUB TEN 79 MIL(E NÃO MILHÃO),sempre divulga nos seus comentários que os JURUNAS são IGNORANTES,ANALFABETOS e DESPREPARADOS.este idiota ainda não percebeu que ele também é RECRUTA???por ser 1 SGT PM,dá a ele a condição de ser chamado de ANTIGO???fico imaginando este idiota passando na prova do QOA,vai passar por cima de todos que estão abaixo dele...e com certeza,trabalha no expediente,em sessões burocráticas e não sabe nada de rua...pense antes de escrever,seu idiota...você não sabe oque é ser baleado por marginais da lei...IDIOTA ARROGANTE...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu falo com propriedade , pois trabalho nas ruas , sim, e vejo que 90% das ocorrências mal sucedidas e e dos desvios de conduta são praticados por policiais em inicio de carreira e por aqueles que não tem qualificação necessária para assumir um comando de fração de tropa, ou seja , por policiais descomprometidos e acomodados .
      Por favor , não me leve a mal , não sou arrogante , apenas digo a verdade que dói em muitos , mas digo a pura verdade.
      Fim da farra das divisas já!!!!!
      79 milhão ASP subten

      Excluir
    2. RECRUTA RECALCADO CADEIRA VAZIA , TRABALHO EM UM BOM BATALHÃO E NO GAT , COM BONS SARGENTOS DE CURSOS E PÉSSIMOS TAMBÉM !! ,NÃO SOU DE CURSO E FAÇO PARTE DA FARRA DAS DIVISAS ,SOU BOM NO QUE FAÇO POR ISSO SEMPRE CONVIDADO PRA COMANDAR UMA EQUIPE SEJA EM QUALQUER BATALHÃO PELOS AMIGOS!! É A PRIMEIRA VEZ QUE ENTRO NESSE SITE E ACHEI ALGUMAS COISAS SUAS DESNECESSÁRIAS ,NÃO QUE TENHA ME INCOMODADO , MAIS COM A POUCA CULTURA DE COMO SE PROCEDE A PROMOÇÃO DE PAÍSES DE PRIMEIRO MUNDO !! DEUS ME ABENÇOOU COM O IRMÃO QUE TENHO E VIVE NOS ESTADOS UNIDOS E BEM DIFERENTE DA GENTE É UM POLICIAL VALORIZADO , LÁ ELE TEM CARRO CASA ESCOLA PROS FILHOS E O PRAZER DE SER O QUÊ É , A OFERTA DE SER PROMOVIDO É GRANDE PRA TODOS ONDE FAZEM UMA PROVA ,SÓ POR FAZEREM E VOCÊ COM TEU EGOÍSMO QUANTOS AOS QUE FORAM PROMOVIDOS , EU DUVIDO QUE JÁ TENHA TRABALHADO EM EQUIPE !! EU DUVIDO QUE JÁ TENHA TROCADO TIROS COM MARGINAIS E AO TEU LADO ESTEJA UM PRIMEIRO SARGENTO QUE NÃO SEJA DE CURSO!!.
      O CURSADO OU NÃO CURSADO MERECE RESPEITO , SER VALORIZADO VOLTAR A SALA DE AULA COM INSTRUÇÕES .MAS PARA QUE ISSO ACONTEÇA ,DEVERÍAMOS TER BONS SALÁRIOS PARA FREQUENTARMOS AS SALAS DE AULAS SEM PENSAR EM OUTROS COMPROMISSOS TIPO : SEGURANÇA .ETC E ETC ,PARABÉNS PRA VOCÊ ,MAS QUANDO FEZ O CONCURSO PENSOU EM VALORES ,SENÃO ,NÃO PERDERIA MESES NO CEFAP ,ESTOU MENTINDO POLICIAL DE GABINETE SEMPRE RECRUTA ? E QUANDO EU ESTIVER CONVERSANDO COM O P1 , NA SALA NÃO SE ESQUEÇA QUE O MEU CAFÉ É DIFERENTE DELE !! SEM AÇÚCAR .

      Excluir
  21. Um dia a Sociedade irá se voltar contra este Estado assassino de favelados e negros!

    ResponderExcluir
  22. como é triste ver que muitos (a maioria) companheiros policiais militares, não estão preocupados com boas condições de trabalho e remuneração, mas sim com 'DIVISAS'.....POBRES POLICIAIS....VAIDADES....VAIDADES....QUE DEUS OS ABENÇOEM E GUARDEM......

    ResponderExcluir
  23. AVISO IMPORTANTE: APÓS REUNIÃO COM UM GRUPO DE ADVOGADOS ACOMPANHADOS DE UM PROMOTOR PÚBLICO E UM PARLAMENTAR, FICOU CLARO QUE O DECRETO 43.455-12 , É INCONSTITUCIONAL ,PRINCIPALMENTE O ART 5 NO QUE DIZ RESPEITO AS PRETERIÇÕES .POIS FERE A ISONOMIA ,CRIA DESIGUALDADE E MUITO DISCRIMINATÓRIA.. VARIAS AÇÕES JA ESTÃO SENDO PROTOCOLADAS NA JUSTIÇA, PARA QUE O DECRETO SEJA REVISTO . AGUARDEM !!!

    ResponderExcluir
  24. CORRETO.ESTE RECRUTA IDIOTA RG 79.000 MIL,QUANDO POSTA ALGO,É SÓ PARA OFENDER OS MAIS ANTIGOS...ESTE IDIOTA,QUE AINDA É RECRUTA,A TURMA DELE AINDA É CABO,EU SOU SUB TEN DO CFS D 2000.MEU RG É 50000 E NEM POR ISSO FICO POSTANDO OFENSAS PARA AQUELES QUE NÃO PASSARAM EM UMA PROVA INTERNAR...E MEU CAS É DE 2009.NÃO GANHEI CAS Á DISTÂNCIA EM 2012 COM ELE MESMO GANHOU,ELE FOCOU 6 ANOS COM TERCEIRO SGT E UM ANO COMO SEGUNDO SGT E FOI BENEFICIADO COM UM CAS Á DISTÂNCIA E SAIU PRIMEIRO SGT..VÁRIOS COLEGAS QUE ERAM 2 SGT PM,COM 27 ANOS DE PMERJ FORAM BENEFICIADOS COM ESTE PROJETO E NEM POR ISSO RECLAMEI.ACREDITO QUE ESTE MOLEQUE TEM TODO JEITO DE TRABALHAR NO EXPEDIÊNTE E ACHA QUE OS ERROS SÓ ACONTECEM COM QUEM NÃO ESTUDOU,SE FOSSE ASSIM MÉDICO NÃO ERRAVA,PROFESSOR NÃO ERRAVA,ADVOGADO NÃO ERRAVA...PENSA ANTES DE ESCREVER IDIOTA...

    ResponderExcluir
  25. Não me comovo, fica quem quer! Não aguentei ficar 1 ano na Pmerj. Não há condições mínimas de trabalho. Estudei e estou em outra área. Lamento muito pq vivi isso mas repito, não me comovo.

    ResponderExcluir
  26. Essa mesma 5a DP numa ocorrência na upp da providência em janeiro de 2014, soltou um ganso sobre custódia no hospital sousa Aguiar. Os gansos estavam fazendo granada de fabricação caseira e uma explodiu e arrancou as duas mãos de um ganso, onde os familiares o levaram para o hospital sousa Aguiar. O pm de plantao avisou a base da upp providência, onde foi realizada uma missão com o GTPP e Superv de graduado. Entraram na casa do ganso e encontraram mais 3 granadas prontas e diversos materiais para confecção das granadas, tudo apresentado a 5a DP. Foi orientado pela surperv de oficial do CPP uma guarnição para escolta do ganso no hospital. Mesmo diante de todos os fatos a 5a DP ou melhor, o delegado (o mesmo desse caso da upp fallet - q parece o sr Batista da escolinha do professor Raimundo), nao autuou o ganso, alegou q não tinha prova suficiente e registrou a ocorrência como "encontro de artefatos explosivos"... quem quiser v as fotos do ganso no hospital e dos materiais apreendidos, eh só procurar a fan Page no facebook " militar polícia - sobrevivente urbano "

    Att: sd pm que trabalhou na upp providência

    ResponderExcluir