quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Delegado sofre tentativa de assalto em Benfica

O delegado Rodrigo Barros, adjunto da 25ª DP (Engenho Novo), reagiu a uma tentativa de assalto na Rua Ana Néri, em Benfica, bairro da Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira. A informação é do 22º BPM (Maré). Ainda segundo o batalhão, a vítima reagiu e atirou, ferindo pelo menos três suspeitos. Um deles morreu no local e os outros foram levados para o Hospital Souza Aguiar, no Centro. Um menor foi apreendido. Ainda não há informações sobre a identidade dos baleados.

O carro do delegado ficou os vidros perfurados 
De acordo com a PM, quatro bandidos em duas motos vinham fazendo assaltos na Ana Néri se aproveitando do engarrafamento na via. Antes do delegado, uma mulher havia sido assaltada. O policial foi abordado em seguida. No momento dos tiros, houve pânico e correria na rua. Um suspeito ainda tentou fugir, mas acabou ferido duas quadras após o local do assalto, na Rua Doutor Rodrigues de Santana.
O carro do delegado, uma EcoSport branca, ficou no local do crime com os vidros perfurados, já que o policial atirou de dentro do veículo. As duas motos usadas pelo bando também foram encontradas na rua. Os quatro suspeitos seria da Favela do Mandela, no Complexo de Manguinhos.

Dezenas de curiosos foram ao local 


10 comentários:

  1. Estão ocorrendo muitos assaltos no Rio de Janeiro, consequência de uma política de segurança equivocada.
    A chamada "pacificação" nunca ocorreu, pois os bandidos apenas foram transferidos de lugar, não foram presos. Agora, o Governo do Estado do Rio de Janeiro está colhendo o que plantou. Não se faz acordo com criminosos! Nas áreas que possuem UPP, há constantemente confrontos entre traficantes e policiais militares, demonstrando que estamos enfrentando uma "guerrilha urbana" (uma guerra não declarada)! Espero que as Polícias Civil e Militar sejam mais unidas no combate ao crime organizado. Dizem que "somente o trauma coletivo gera união", mas acredito que podemos melhorar muito, nos unir mais, pois é a luta do bem contra o mal!

    ResponderExcluir
  2. Lamentável que essas pessoas escolheram fazer o mal para seu semelhante.

    A palavra de Deus diz que o salário do pecado é a morte. Olha aí o resultado debaixo do saco preto.

    Att. Paisano

    ResponderExcluir
  3. QUERO VER SE O DEL POL VAI SER AUTUADO EM FLAGRANTE.....SE FOSSE PM???????

    ResponderExcluir
  4. FIM DAS UNIDADES DE POLÍCIA PACIFICADORA

    Os bandidos estão se aproveitando da falta de policiamento no asfalto, pois o Governo do Estado do Rio de Janeiro só investe nas UPPs, deixando os BPMs da capital sem efetivo para patrulhar a cidade. A política de segurança pública do atual governador não está dando certo. É preciso mudar, a Polícia Militar não pode ficar parada nos morros! A PMERJ tem que patrulhar todo o município, não deve permanecer apenas nas favelas!

    ResponderExcluir
  5. Lugar de policial militar é na PM, servindo à população, e não “ADIDOS” em outros órgãos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que tem a ver isso com a reportagem , seu idiota !

      Excluir
    2. Tudo a ver, pois temos muitos policiais militares que poderiam estar patrulhando as ruas da cidade, mas encontram-se "adidos" em outros órgãos! Se eles prestaram concurso para a PMERJ, deveriam estar lotados em alguma Unidade da Corporação, e não em outros órgãos!

      Excluir
  6. Eleições - Outubro de 2014

    Eu votarei no Aécio Neves, para Presidente da República, pois é o candidato mais preparado para governar o país. Tivemos 4 (quatro) anos de desgoverno com a Dilma no cargo e a Marina não tem experiência suficiente para assumir tal função.

    ResponderExcluir
  7. Muito bom..menos um lixo na rua.....

    ResponderExcluir
  8. Se fosse PM tinha dado mole.PM fica falando no nextel e não vê o vagabundo chegar.

    ResponderExcluir