domingo, 17 de agosto de 2014

PMs do batalhão de São Gonçalo são vítimas de assalto após deixarem o serviço

O SÃO GONÇALO
Dois policiais lotados no 7ºBPM (São Gonçalo) foram vítimas de dois assaltos, durante a noite de quinta-feira, em diferentes pontos da cidade. No Mutuá, um soldado foi rendido e teve o carro e outros pertences roubados. Depois de buscas, dois homens acabaram presos. Já na Trindade, próximo ao batalhão, um outro policial também foi abordado, mas conseguiu impedir o assalto e apreendeu dois adolescentes.
Crimes - De acordo com policiais da 73ªDP (Neves), o soldado foi abordado por dois homens armados, no Mutuá, quando chegava na casa do pai, um policial reformado. Conforme a vitima, a dupla anunciou o assalto e levou seu celular, o relógio e o carro. 
Com ajuda do pai, o policial fez uma busca pela região e, na Avenida Presidente Kennedy, no Centro de São Gonçalo, conseguiu recuperar seu veículo. A dupla ainda tentou fugir trocando tiros com os PMs, mas Jhony Cruz Barbosa, de 20 anos, acabou preso. João Batista da Costa Silva, 24, foi baleado, abandonou um revólver calibre 38 e fugiu. Minutos depois, ele deu entrada no Pronto Socorro de São Gonçalo e acabou preso. 
Na Trindade, o policial foi abordado atrás do batalhão, quando entrava no seu carro. Dois adolescentes, de 13 e 16 anos, usaram uma arma de brinquedo assaltar o militar, que reagiu e apreendeu a dupla.

Os registros foram feitos na 73ª DP (Neves), onde as armas foram apreendidas e os maiores autuados por latrocínio tentado e os menores por fato análogo ao crime de roubo.

2 comentários:

  1. É NISSO QUE ESSE GOVERNO ESTÁ CRIANDO, POLICIAIS VITIMAS.

    ResponderExcluir
  2. A MAIORIDADE PENAL TEM QUE SER REDUZIDA PARA 13 (TREZE) ANOS!

    ResponderExcluir