segunda-feira, 25 de agosto de 2014

TRÊS POLICIAIS CIVIS SÃO EXPULSOS POR ENVOLVIMENTO COM O TRÁFICO DE DROGAS

Três policiais civis denunciados na Operação Guilhotina, em 2011, por envolvimento com traficantes e milicianos, foram expulsos da corporação. Após indiciados e presos por algum tempo, a exclusão dos inspetores Leonardo da Silva Torres, o Trovão, e Flávio de Brio Meister e do investigador Jorge Prado Ramos foi assinada na última sexta-feira pelo secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame.
Entre os primeiros policiais expulsos da Civil em decorrência da operação está um antigo conhecido dos cariocas, o Trovão. Considerado exemplo de eficiência na polícia, ele foi um dos autores do episódio que ficou conhecido como Chacina do Alemão, em 2007, em que 19 suspeitos de tráfico foram mortos. O inspetor, que já foi lotado na Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos (Drae), foi acusado de negociar armas e informações, além de receber propina no valor de R$ 100 mil do tráfico de drogas.
Flagra pelo telefone
O inspetor foi flagrado em uma interceptação telefônica na qual reclama de um policial por ele não ter “entocado” dois fuzis apreendidos em uma operação. Pelo armamento, Trovão conseguiria R$ 150 mil.
Leonardo ficou conhecido pelo comportamento adotado durante operações da Polícia Civil.
Com roupas camufladas e equipamentos utilizados por exércitos estrangeiros, ele tinha o costume de fumar charutos ao fim das incursões com o intuito de “espantar os males”. Trovão, que ganhou destaque nos jornais do Rio há sete anos durante a operação no Complexo do Alemão, também participou do documentário britânico Dançando com o Diabo.
A Operação Guilhotina, desencadeada pela Polícia Federal no dia 11 de fevereiro de 2011, indiciou 45 pessoas, entre delegados e policiais civis e militares. O objetivo era desbaratar uma quadrilha de policiais acusada de vender armas e informações a criminosos, além de subtrair produtos de crime encontrados em operações, como ocorrido no processo de pacificação do Complexo do Alemão. Os agentes contavam com o apoio até de lanchas e helicópteros.
As investigações foram iniciadas a partir de vazamento de informações numa operação conduzida pela PF em 2009, que tinha como principal objetivo prender o traficante Rupinol, que atuava na Favela da Rocinha junto de Nem, então chefe do tráfico. Nem, que está preso, pagava até R$ 100 mil para receber proteção e informações de operações.

9 comentários:

  1. ATÉ QUE ENFIM A SEC.SEG. RESOLVEU EXPULSAR ESTES BANDIDOS.ELES PENSAM QUE SÓ A PM É QUE TEM BANDIDOS.A POLÍCIA CIVIL TEM MUITO MAIS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, os POLICIAIS CIVIS não são tão fiscalizados quanto os PMs, e o efetivo da PCERJ é muito menor. Em termos de estatística, a PMERJ tem uma tropa muito mais honesta!

      Excluir
  2. A PMERJ precisa de um regulamento disciplinar mais rígido , pois o que mais vejo nas ruas são policiais relaxados com a própria aparência e fardamento , usar cobertura então ... Nem se fala !
    Sou tenente da Marinha e as vezes me da vontade de fazer prevalecer minha precedência hierárquica e por esses em sentido no meio da rua e dar-lhes uma reprimenda ( mijada ) em publico.
    Ten Vítor

    ResponderExcluir
  3. esse cidadão é suspeito de ter encontrado a casa ou melhor o paiol da contabilidade quando da ocupação do morro do alemão teria retirado o numerario durante DOIS dias tamanha era a quantidade de dindin claro que mancomunado com seus colegas pcerj.

    ResponderExcluir
  4. Ten Vítor, no momento que os Policiais Militares estiverem trocando tiros com marginais em alguma comunidade, quero ver vc ter vontade de fazer " prevalecer sua precedência hierárquica " e falar com os marginais no meio da rua e dar-lhes uma reprimenda ( mijada ) em publico. ten machão.

    ResponderExcluir
  5. tenente da marinha...vai brincar de navio seu idiota...

    ResponderExcluir
  6. POBRE TENENTE VITOR...KKKK..EH VISIVEL QUE NÃO PASSAS DE UM PAISANO SONHADOR,KKK,VC FALA MAL DA PM MAS QUANDO VC TAH 2 MESES VIAJANDO DE NAVIO SEM APARECER EM CASA,QUANDO A MESMA TA EM APUROS ,COM CERTEZA ELA CHAMA OS PMs,QUE CHEGAM JUNTO A TODO VAPOR,SEQUER TEM TEMPO PARA "REPRIMENDA"EM OUTROS MILITARES,SEJAM ELES DE QUAISQUER FORÇA,TEMOS MAIS O QUE FAZER,SEU IDIOTA,FAÇA O MESMO.Ass:A D S U M U S!!!!

    ResponderExcluir
  7. TEN Vitor, sai da Barrica!!!

    ResponderExcluir
  8. Na ultima operação realizada pela PC contra Milicianos, não se via falar em PC preso. Parece que são os Policias mais honestos do mundo.
    Só caiu a mascara em virtude do envolvimento do jogador do flamengo, quando ai sim, eis que surge ele, o PC!
    Estão errados? Acho que não.
    A única Instituição que depõe contra si própria e a PMERJ. Nela, a PMERJ, errou tá fora! Bom, nem sempre, se for Oficial tem grande chance de ser promovida a Cel PM e, em um futuro bem próximo, comandar a CintPM.

    ResponderExcluir