sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Carros de PMs rebocados em frente ao hospital da corporação

Fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e policiais militares protagonizaram uma situação inusitada na manhã desta sexta-feira em frente ao Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio. O reboque da Prefeitura usado para retirar carros estacionados em local proibido em frente ao hospital — e que pertencem a policiais que estavam sendo atendidos na unidade — acabou sendo multado por estar com um pneu careca.
Policiais do 1º BPM (Estácio) perceberam a irregularidade no reboque e recolheram a documentação do veículo, multado com base no artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que proíbe a circulação de veículo com equipamento ineficiente ou inoperante.

Pelo menos três automóveis foram rebocados no local, todos de propriedade de policiais militares que estavam sendo atendidos no hospital ou haviam levado parentes. O subtenente Luiz Carlos Santiago Alves, do 40º BPM (Campo Grande), que foi levar a mulher ao médico, criticou a operação da Seop. "Deixei meu carro parado aqui por menos de dez minutos e, quando voltei, já estava sendo rebocado. O estacionamento do hospital não tem vagas suficientes e minha mulher estava passando mal. A Guarda Municipal está querendo criar uma rixa com a PM", disse o policial.
O coordenador da Seop, Oswaldo Florêncio, informou que o pneu irregular será substituído. A assessoria de imprensa da Seop, no entanto, afirmou que todos os veículos que atuam nas operações estão regulares e com vistoria em dia.

15 comentários:

  1. ESTÃO COMPRANDO UMA GUERRA ONDE NÃO TEM FORÇA PARA COMBATER. ESSE SECRETÁRIO DE M... DO SEOP AO INVÉS DE FISCALIZAR OS CARROS QUE FICAM SOBRE AS CALÇADA, OBRIGANDO CADEIRANTES, IDOSOS E CRIANÇAS A PASSAREM PELO MEIO DA RUA. MANDA REBOCAR CARROS PROX. AOS HOSPITAIS. PO... TA DE SACA....... QUEM TEM TELHADO DE VIDRO, NÃO TACA PEDRAS NO DOS OUTROS. ESTA DADO O RECADO.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente algumas PMs precisam ser educados pelos guardas. Na minha cidade é normal eles pararem em local proibido, em calçadas enquanto almoçam, etc...

    ResponderExcluir
  3. Não me leve a mal, mas PM tem condições de ter um carrão daqueles que está sendo rebocado?

    Eu só vejo PM reclamando que está com dificuldades, cheios de dívidas, não conseguem pagar contas, que o que PMs ganham é pouco é um dos piores salários do Brasil, etc... Mas pode comprar um carrão em torno de R$ 100 mil reais. Estranho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é um imbecil,nem todo pm é soldado,um tenente ou capitão por exemplo tem salário na faixa de 8 e 9 mil,podem facilmente comprar um renault duster.

      Excluir
  4. esse coordenador deve ser mais um ganso que odeia pms,tem que investigar a trajetoria dele ,ate ocupar esse cargo,quantas merdas nao deve ter feito pra ta na sacanagem.

    ResponderExcluir
  5. assim como ja teve coordenador do lei seca,pego no bafometro.,e so acompanhar ele direitinho,que ele vai beber do propio veneno,e mais babaca querendo aparecer

    ResponderExcluir
  6. Existem coisas mais importantes para a SEOP se preocupar!

    A Secretaria Municipal de Ordem Pública deveria fazer Operações contra "flanelinhas", com apoio da Guarda Municipal, em toda a Zona Sul e no Centro, áreas que estão sendo dominadas pelos referidos delinquentes. Eles estão por toda parte e cada vez mais ousados, a ponto de exigir quanto um motorista pagará para deixar seu carro num estacionamento público. Eles já têm antecedentes criminais e se aproveitam da impunidade. Dependendo do caso, os "flanelinhas" (guardadores irregulares de carros) podem responder por exercício ilegal da profissão ou atividade (contravenção penal), extorsão e formação de quadrilha (crimes). O poder público precisa frear o ímpeto daqueles que insistem em demarcar território em estacionamentos públicos. A prefeitura tem que criar operações exclusivas para coibir esses pequenos delitos, que são de competência do Município.

    ResponderExcluir
  7. FALTA DE BOM SENSO DA PREFEITURA!

    A PREFEITURA, TODA ERRADA, QUERENDO APARECER...

    A SEOP AINDA TEM A CARA DE PAU DE MENTIR APÓS O EPISÓDIO!

    A SEOP ENTROU EM CONTRADIÇÃO QUANDO TENTOU NEGAR A IRREGULARIDADE DO REBOQUE, QUE JÁ TINHA SIDO CONFIRMADA POR SEU COORDENADOR, OSWALDO FLORÊNCIO.

    ResponderExcluir
  8. O ÚLTIMO APAGA A LUZ E FECHA A PORTA!!!6 de setembro de 2014 16:57

    SE NÃO BASTASSE A POLÍCIA CIVIL CAGAR NA NOSSA CABEÇA, AGORA É A VEZ DA GM. EU SÓ QUERO VER QUANDO ELES TIVEREM PORTE DE ARMA E PODER DE POLÍCIA, AÍ É QUE ELES VÃO QUERER ESCULACHAR GERAL MESMO!

    ResponderExcluir
  9. O ÚLTIMO APAGA A LUZ E FECHA A PORTA!!!6 de setembro de 2014 16:58

    SE NÃO BASTASSE A POLÍCIA CIVIL CAGAR NA NOSSA CABEÇA, AGORA É A VEZ DA GM. EU SÓ QUERO VER QUANDO ELES TIVEREM PORTE DE ARMA E PODER DE POLÍCIA, AÍ É QUE ELES VÃO QUERER ESCULACHAR GERAL MESMO!

    ResponderExcluir
  10. ___________________DAR PARA O GUARDINHA 10 CRUZEIRO ......O FADO JOAO DE BARRO .....QUER ELE DEVOLVE O SEU CARAMBEQUE ..DO CHOQUE DE ORDEM DA VERGONHA DO RJ....PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS E REFRESCO......ISSO AI E A LEI DO RETORNO....AQUI PLANTA AQUI S I COLHER.....CHUPA ESSA MANGA AGORA PM.....SI FOCE AO CONTRARIO PERGUNTA NO AR......

    ResponderExcluir
  11. É de uma irresponsabilidade tremenda divulgar as placas dos veículos rebocados,vi esta matéria com a mesma foto no "Jornal O Dia on line",e lá diversas pessoas comentando sobre os Veículos que tiveram suas placas consultadas no site do Detran,e a Pálio estava com a documentação atrasada,como se isso ocorresse somente com policiais militares,ainda bem que agora não aparece mais o endereço do proprietário nas consultas.

    ResponderExcluir
  12. TEMOS QUE COLOCAR O GAROTINHO DE NOVO PARA O BICHO PEGAR EU DUVIDO QUE COM TODA A SACANAGEM DELE ELE NÃO VAI PERSEGUIR ESSA CORJA VOTE 22

    ResponderExcluir
  13. colegas provando do próprio veneno! deram sorte eles ainda estão desarmados! vai ser legal quando todo mundo estiver armado. gm/pm. haja bala perdida,vaivendo.

    ResponderExcluir
  14. O mínimo que se espera é que nosso Comandante Geral OMISSO, se pronuncie e entre em acordo com a prefeitura do Rio para dar um bem estar ao policial que fica doente ou tem que levar um parente ao HCPM e não tem lugar para estacionar. Já pensou uma pessoa passando mal sair da Baixada Fluminense e pegar METRÔ ou ônibus para se medicar no HCPM. Tem que liberar o estacionamento nas imediações de todos os Hospitais do Rio e expulsar os flanelinhas.

    ResponderExcluir