segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Bando invade hospital e resgata traficante em Niterói

Antes do resgate, criminosos assassinaram um policial militar em São Gonçalo e em seguida roubaram seu carro


Roseli Barcelos, de 41 anos, esposa do subtenente Celso Ilício de Oliveira, morto pelos bandidos que resgataram na madrugada desta segunda-feira o traficante Jhony Luiz da Silva, o Bebezão, segue internada no Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. Ela foi atingida por um tiro no abdômen e foi operada para a retirada da bala. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, seu estado é considerado estável. O policial militar de 54 anos, que era lotado no 5ºBPM (Praça da Harmonia), foi morto na Rua Expedicionário Iraci Luchina, no bairro de Santa Luzia, quando foi deixar seu cunhado após uma pescaria. Ao perceber que o subtenente estava com a arma entre as pernas, os bandidos atiraram matando Celso Ilício na hora. Segundo a Polícia Militar, ainda não há informações sobre a data do sepultamento. 
Para o resgate de Bebezão, os cerca de 15 bandidos utilizaram o carro do policial assassinado, e mais dois veículos. Os criminosos levaram 25 minutos para a realizarem toda a ação dentro do Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói. Eles foram em diversas enfermarias até localizarem o Bebezão. Na saída, os bandidos roubaram pertences de pacientes e funcionários da unidade hospitalar.

3 comentários:

  1. Trabalhei com ele difícil de acreditar, um dos melhores policiais que conheci, muito triste...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também trabalhei com o Melício quando ainda era 13º BPM, fatalidade! Deus conforte a família.

      Excluir
  2. Primo de Freixo, professor, foi preso por estupro.http://blogs.odia.ig.com.br/justicaecidadania/2014/11/10/professor-e-denunciado-por-aula-extra-regada-a-lsd-e-sexo/

    ResponderExcluir