sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Militar do Exército é baleado na cabeça no Complexo da Maré

Um militar do Exército foi baleado na cabeça, na tarde desta sexta-feira, no Complexo da Maré, conjunto de favelas na Zona Norte do Rio. No momento em que foi atingida, segundo informações iniciais, a vítima estaria abastecendo um caminhão no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR), na Avenida Brasil, que funciona como base da Força de Pacificação da Maré. Os autores do disparo fugiram. Até o momento, a equipe da Comunicação Social da Força de Pacificação ainda não foi localizada para se manifestar.

4 comentários:

  1. Muito em breve haverá invasão de quarteis, assim como acontecia nos anos 60. .Só que naquela época existia macho nas forças armadas, Generais com G maiúsculo, hoje só com g de gean, isso mesmo minúsculo.

    ResponderExcluir
  2. É o estado de 4 frente a vagabundagem, não respeitam aos militares estaduais e agora declaram guerra contra a união, só vejo uma saída para resgatar o moral e a dignidade das forças de segurança: Jair bolsonaro

    ResponderExcluir
  3. É o estado de 4 frente a vagabundagem, não respeitam aos militares estaduais e agora declaram guerra contra a união, só vejo uma saída para resgatar o moral e a dignidade das forças de segurança: Jair bolsonaro

    ResponderExcluir
  4. população honesta que não se mistura que não se corrompe ta mais do que na hora de se levantar esse país e o rio de janeiro tem que ter um sacode,ladrão sempre existiu mais agora ta demais,a coisa ta feia a balança sempre pesava pro lado do bem da honestidade, mais hoje nossa geração que se diz tão instruída,tão inteligente e eficaz,na verdade somos um bando de estudantes maconheiros,cheiradores,cachaceiros e irresponsáveis que tem uma boa oratória e dicção para falar em público,explicar o inexplicável mais não tem disposição,nem a metade da disposição da geração passada que poderia ser um bando de analfabeto sem educação sem instrução mais tinha disposição e fazia valer .

    ResponderExcluir