quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Parentes e amigos protestam durante enterro de PM


Vestidos com camisas brancas com a palavra “Basta” em vermelho, parentes e amigos protestaram contra a morte do soldado Anderson Sena Freire. A manifestação foi realizada nesta quinta-feira (27), no Cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, na Baixada Fluminense. Eles estenderam bandeiras com as frases “Direitos Humanos tem sangue nas mãos” e “Humanos direitos sem direito de viver”. 
Sena levou um tiro na cabeça na quarta-feira quando patrulhava a Avenida Brasil. Na altura de Guadalupe, no subúrbio, a viatura foi atacada por traficantes que seguiam em um carro. O soldado morreu na hora. Parceiro de Sena, o soldado Bruno de Moraes, levou um tiro no ombro e está internado no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste. 

2 comentários:

  1. Não vai dar em nada,isso aconteceu uma vez e vai continuar se repetindo,os marginais matam policiais,O Estado faz aquela operação(sem muitos resultados)e depois volta tudo ao normal(bandidos matando policiais)ou vocês esqueceram as mortes do Cadete e dos jovens na Chatuba de Mesquita, foi aquela resposta,ocuparam a comunidade coloram um trailer, mas hoje os marginais estão tudo lá e ninguém faz nada,é só passar por lá pra ver,e o pior é que espalhou os vagabundos para os bairros vizinhos Vamos continuar morrendo e ninguém vai fazer nada.

    ResponderExcluir
  2. SOMOS APENAS UM NUMERO PARA O ESTADO, ELES ANDAM CERCADOS DE SEGURANÇAS E DE CARRO BRINDADO, É POR ISSO QUE ESTOU ME LIXANDO PARA O ESTADO E SOCIEDADE,

    ResponderExcluir