quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Assaltantes em fuga erram caminho e são espancados em favela


Policiais Militares do 9º BPM (Rocha Miranda) resgataram um casal de assaltantes que entrou por engano na Comunidade da Serrinha, em Madureira, na Zona Norte do Rio. 
Segundo a polícia, os dois são moradores da comunidade Faz Quem Quer, em Rocha Miranda, e roubaram um carro na Rua Joviano, em Madureira. Na fuga, a dupla errou o caminho e acabou entrando na Serrinha. Os dois foram agredidos por traficantes da região e possivelmente seriam executados por morar em uma comunidade dominada por facção rival à da favela de Madureira. 
Os assaltantes foram socorridos para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, medicados, em seguida levados para a 29ª DP (Madureira), onde foi feito o registro do caso. Com eles foi apreendida uma réplica de fuzil utilizada para cometer o assalto.

Um comentário:

  1. A única forma de melhorar a PMERJ é mudando a forma de seleção dos Oficiais. Nos concursos para o CFO, deveria ser exigido o Bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais (FORMAÇÃO EM DIREITO). O novo comandante-geral da PMERJ, coronel Alberto Pinheiro Neto, deveria acabar com a Promoção de Praças por Tempo de Serviço, condicionando as promoções à aprovação nos Concursos Internos da Corporação, referentes aos Cursos de Formação de Cabos e de Sargentos (CFC e CFS) e ao Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS). A tropa não pode ascender automaticamente, nenhuma promoção deve ser automática (por tempo de serviço), tem que ser conquistada por merecimento, ou seja, por mérito intelectual (Provas Escritas e Exames Físicos). Quando se promove toda a tropa, nivela-se por baixo todos os profissionais. Somente os PMs que se destacam deveriam ser promovidos!

    ResponderExcluir