quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Policial Militar é morto na Cidade de Deus

O soldado Miguez da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Cidade de Deus, morreu e outro ficou ferido, na noite desta quarta-feira. Segundo colegas de farda, o soldado  estaria fazendo uma abordagem numa escadaria, na localidade conhecida como Apartamentos, quando levou um tiro na cabeça. O agente foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade e depois transferido para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul da cidade, mas não resistiu ao ferimento. Há informações, ainda não confirmadas, de que outro PM teria sido baleado no ombro.

21 comentários:

  1. Senhores, estudem para algo melhor. Sou policial licenciado 93xxxx e vejo que tomei a melhor decisão da minha vida. Estudei, passei em outro concurso e hoje sou feliz.

    ResponderExcluir
  2. Bando de PM's mocinhas que só são valentes com bombeiros, professores e manifestantes desarmados! Ontem no Extra On Line, teve até foto de PM's se jogando no chão pra fugir do tiroteio. Vocês PM's não disseram que tava pacificada? A PMERJ tem que tomar processo por propaganda enganosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala otário, mané, vai cuidar da sua vida,que esse site é uma coisa séria seu cusao ,quando precisa grita logo pelo PM.

      Excluir
  3. Hailton Amado Santos29 de janeiro de 2015 11:43

    Morre um PM, 160 mil fazem concurso, 6 mil aprovados e vida ( ou morte ) que segue. Mão de obra barata.

    Uma profissão que não dá status, mas, mesmo assim, há quem queira fazer parte dos quadros da PMERJ, porque $erá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para não passar fome ou não conseguem uma coisa melhor. E ainda não é uma prova difícil. Tem gente que entra com nota 2, 3, 5, algo que é impossível ou nem sonhando no MP, no TJ, na PRF, ou PF.

      Excluir
    2. Tem alguns comentários em relação à PM aqui que só podem partir de gente burra ,ignorante ou recalcada . . .

      Excluir
  4. esse comandante geral,e mais uma vergonha,preocupado em manter se cargo,coloca os policiais em baseamentos no sol quente,e nao ta nem ai se os policiais estao de alvo facil pra vagabundo,ao invez disso ele ta preocupado em proibir d policial usar farda de manga comprida,caveraaaa,rs.tem policiais morrendo,mas ele ta preocupado para nao matar bandido.um salve para indonesia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei como o Secretário Mariano ainda está no poder! Aqui neste blog mesmo já mostrou a BELA DENÚNCIA que o MP fez contra ele.

      Excluir
  5. Deixem de querer ser heróis ! ninguém liga ! façam só o essencial ,isso não é ser omisso...alguns policiais justificam suas estupidezes combatendo ou matando preto e favelado ,só que quando da ruim ,seguram tudão , e o caminho é a rua, a expulsão ,junto com a cadeia. Não queiram ser heróis ,seus familiares esperam vc voltar pra casa ,vcs não vão mudar nada....vamos fazer só o basico e fo-da-se.Essa policia(segurança do estado_ não vale a liberdade minha nem de minha família ,muito menos a morte de um policial,pensem nisso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente você está certo companheiro . . . Abraço.

      Excluir
  6. Mais um Policial Militar assassinado no Rio de Janeiro!!!

    ONDE ESTÃO OS REPRESENTANTES DOS DIREITOS HUMANOS???

    Volto a dizer, pois não me canso de repetir: O RIO ESTÁ EM GUERRA!!!

    Não podemos fingir que está tudo bem, pois não está...

    Os bandidos fazem o que querem e ficam IMPUNES!!!

    Criminosos matam e não respondem por seus crimes...

    O BRASIL PERTENCE AO NARCOTRÁFICO???

    ResponderExcluir
  7. Nosso drama continua.e nossos governantes não estão nem ai.

    ResponderExcluir
  8. assim que os srs querem ne cmt geral,e secretario beutrame?nao pode matar bandido,se nao vcs perdem suas mamatas

    ResponderExcluir
  9. será que é proibido usar o capacete anti balístico que o estado comprou? ah. deve ser o calor né? ou será que os dh. vão reclamar e vão pedir o bolsa capacete para os pobres e sofridos moradores das favelas.

    ResponderExcluir
  10. ENTEADO DE PEZÃO É NOMEADO SUBPREFEITO POR EDUARDO PAES

    O advogado Roberto Horta Jardim Salles, enteado de Luiz Fernando Pezão, foi nomeado para um cargo na Prefeitura do Rio de Janeiro pelo prefeito Eduardo Paes. O filho de criação do governador carioca também é ligado ao PMDB, assim como Pezão e o prefeito que assinou a nomeação. Filiado ao partido desde 2011, o advogado de 33 anos passará a receber cerca de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por mês para assumir uma das recém-criadas subprefeituras na zona norte do Rio. As informações foram divulgadas na edição desta terça-feira (20) do jornal Folha de S.Paulo. Ainda segundo o jornal, o filho da primeira-dama do Estado, Maria Cautieiro Horta Jardim, chama Pezão de pai, e foi criado pelo governador desde a adolescência.

    ResponderExcluir
  11. O FIM DA PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TRARIA BENEFÍCIOS PARA A PMERJ, PARA O ESTADO, PARA O CIDADÃO E PARA O POLICIAL MILITAR.

    Vejo com preocupação o fato de que um jovem que ingressa na Polícia Militar como soldado deve esperar 6 (seis) anos para ascender à graduação de cabo, haja vista que a PM privilegia a promoção por antiguidade, e não por mérito, o que demonstra um conflito de expectativas. O PM esperar, ou seja, ficar parado para receber uma promoção não é interessante para ele e nem para a Corporação. Só deveria ser promovido à graduação superior quem fosse aprovado em concursos internos para o CFC, o CFS e o CAS.

    ResponderExcluir
  12. "Vocês querem, então vou reconhecer "esse" sindicato como Partido (PT). Mas não esqueçam que um dia "esse" partido chegará ao poder e lá estando, tudo fará para instituir o COMUNISMO. Nesse dia, vocês vão querer tirá-los de lá. E para tirá-los de lá, será a custa de muito SANGUE BRASILEIRO."(Pres.Figueiredo, em reunião do Gabinete em 1980)

    ResponderExcluir
  13. A PMERJ deveria instituir carreira única na Corporação, com início na graduação de Soldado e término no posto de Coronel. Tal medida daria experiência aos Oficiais do futuro, visto que os atuais Oficiais não possuem conhecimentos suficientes quando se fala em atividade-fim. Eles fiscalizam uma atividade que não conhecem, pois nunca exerceram as funções de Soldado, Cabo, Sargento e Subtenente, com exceção dos Oficiais que já foram Praças.

    ResponderExcluir
  14. Meus amigos sou 54 mil nunca fui brabo valente ou outra coisa !! Faço a minha parte prendo patrulho principalmente a área de nossos companheiros !!! Gente a pmerj é Facil de levar sempre ouvi feijão com arroz não tem espinha !! Pense nisso e os senhores iram passar na pemerj como estou passando fazendo a minha parte sem malabarismo ou coisa igual !! Cumprindo as normas de nissa corporação !!! Que diz o cumprimento estrido da lei !!meus irmãos fiquem com deus e se cuidem !! Um forte abraços desse 54 mil velho da guerra !!!valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que enfim ouvi algo que valha apena.parabens guerreiro cabeça é pra pensar .essa é a policia que brasileiro merece . abraço.

      Excluir
  15. os oficiais que foram praça sao piore sque os que nao foram iguais ao qoa

    ResponderExcluir