quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

PM cancela festa de carnaval financiada pelo tráfico no Morro Serrinha

4 comentários:

  1. CRIME DE TRÁFICO DE DROGAS DEVERIA TER PENA DE MORTE.

    ResponderExcluir
  2. O Carnaval deveria ser excluído do nosso Calendário!

    ResponderExcluir
  3. 20/02/2015 15:27
    Sem dinheiro, Pezão já estuda mudar calendário de pagamento de servidores

    Pezão: contas não fecham no fim do mês e pode sobrar para servidores


    No ano passado o Estado do Rio sob o comando de Cabral - Pezão gastou R$ 7,3 bilhões acima de sua arrecadação, isso sem contar o pagamento de juros da dívida e outras despesas que não estão escrituradas, e que segundo pessoas ouvidas junto à Fazenda Estadual equivalem mais outros R$ 7 bilhões. Hoje a dívida do Estado do Rio consolidada com bancos, fora fornecedores e empreiteiras, representa 178% da sua arrecadação. É o maior índice desde a aprovação da Lei de Responsabilidade Fiscal.

    Vocês se recordam que em 1999, quando assumi o Governo do Estado, o Rio de Janeiro era o único que não tinha sua dívida renegociada com a União. Fiz um imenso esforço e ao longo de nove meses construímos uma solução que tirou o Rio da falência. Foi saudada há época pelo então ministro Pedro Malan como a melhor negociação das dívidas estaduais de todo o país.

    Agora após 8 anos de Cabral e Pezão voltamos à estaca zero. O Estado do Rio de Janeiro volta a ter o pior desempenho fiscal do país. Isso por si só já seria uma tragédia, uma irresponsabilidade. Mas o governo Pezão encontra-se estrangulado pelas dívidas que ele e Cabral contraíram. E agora, a exemplo do fez o governador do Distrito Federal, que parcelou o pagamento dos salários dos funcionários, Pezão mandou estudar um novo calendário para que volte-se a usar no estado aquela prática que foi extinta por mim. Do mesmo modo que o governo do Distrito Federal paga os salários até um determinado valor no início do mês, e quem ganha acima desse valor só recebe no final do mês, Pezão montou uma comissão - que trabalha na surdina - para adotar a mesma medida em nosso estado. Vocês se lembram que quando assumi o pagamento dos servidores terminava no dia 27 do mês seguinte? Foi uma luta para arrumar a casa, e pelo jeito a farra de Cabral e Pezão pôs tudo a perder.

    ResponderExcluir
  4. É uma pena que foi cancelado esse evento!!!
    A segurança pública perdeu a oportunidade de fazer um limpeza...
    Quem se mistura com bandidos e traficantes merecem os mesmos tratamentos.
    Assim como os viciados.

    ResponderExcluir