segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Sargento atingido por um tiro de fuzil no pé

Fonte: Roberta Trindade

Esse é o sargento Carlos Fernando Dias Chaves, 40 anos - 15 deles dedicados à Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ). Lotado no Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 41°BPM, o sargento participava de incursão no Morro do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio, quando foi atingido por um tiro de fuzil no pé durante confronto com criminosos que controlam a venda de drogas no local. A troca de tiros ocorreu no dia 21 de julho de 2014. De lá para cá, o sargento passou pela avaliação de uma Junta Médica da PMERJ por quatro vezes e ouviu do médico que o acompanha desde o incidente que não teria condições de voltar ao trabalho. Nesta sexta-feira, dia 20 de fevereiro, foi surpreendido ao ouvir de um outro médico que estaria apto ao retorno - mesmo que, sete meses após ter perdido três dedos de um dos pés, ainda não tenha recebido indenização, atendimento psicológico e nem previsão de órteses que pudessem auxiliar na tentativa de voltar a sustentar o corpo ou normalizar sua caminhada. "Hoje sem condições alguma de voltar a trabalhar fui considerado apto pelo médico major Siqueira. Detalhe que estou aguardando nova cirurgia. Estou mutilado e a Polícia me abandonou. Não tenho acompanhamento psicológico e sequer me fizeram uma órtese. Não tenho condições físicas e nem psicológicas de voltar ao trabalho", desabafou o sargento C. Fernando. 

14 comentários:

  1. Tá de brincadeira só pode? Tem que pegar esse major Siqueira e fazer uns exames psiquiátricos, oftalmológicos e perguntar se ele é comediante. Sabe o que é isso nunca foi pra rua, nunca passou nem perto de uma situação onde o seu parceiro toma um tiro e cai do seu lado, não viu o projétil estourando o tijolo do seu lado! Oficial acostumado a nem olhar pra sua cara quando vamos no hcpm já sai botando apto cagando e andando pros pacientes, um cara que não tem amor ao seu semelhante, que não tem nem amor a farda e nem apreço pelo seu subordinado. Eu sinto muito meu amigo SGT por esse ocorrido melhoras pra ti e que Deus proteja todos nós.

    ResponderExcluir
  2. É isso ai , continuem ganhando tiros e morrendo pela sociedade.
    O major esta certo , ele esta escondido ganhando o d'ele .
    Te garanto
    que ele ganho algum bonus ao não reformar algum praça , mas oficial é reformado sem poder prover até com resfriado.








    ERRADO e o policial que se arrisca a morrer por esse salário.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. PLANTÃO JUDICIÁRIO, ISSO É O CUMULO DO ABSURDO ARREGO PARA O MÉDICO

    ResponderExcluir
  4. Sabe mano esse major faz isso porque a vagabundagem,ainda não atingiram seus filhos, mãe e você e eu não somos vagabundos igual o amarildo!

    ResponderExcluir
  5. ESTADO DO RIO EXECUTA SEUS POLICIAIS, RJ NÃO FAZ DIFERENTE DO ESTADO ISLAMICO

    ResponderExcluir
  6. Tá de brincadeira o cara está f..,

    ResponderExcluir
  7. DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS ! ! !23 de fevereiro de 2015 19:37

    ENQUANTO ISSO TEM MUITOS OFICIAIS COMO O RODRIGO PIMENTEL QUE ESTÃO REFORMADOS POR PROBLEMAS DE AUDIÇÃO E ISENTOS DO IMPOSTO DE RENDA.
    ESSA POLÍCIA É DESSES BANDIDOS QUE USAM ESTRELAS!

    ResponderExcluir
  8. essa é a policia militar e seus algozes pqp

    ResponderExcluir
  9. Isso é bom para os babões do comando, que adoram fazer graça,não quero dizer que foi o caso deste sargento,mas,isso acontece aos montes,dificilmente é divulgado,o pior é ter que ver o Oficial Reformado Rodrigo Pimentel,conhecido como caveira mijão,que foi reformado por surdez, aparecer na TV malhando praticamente todo dia a PMERJ,na verdade ele não está errado,muitos Oficiais da PMERJ em final de carreira são reformados por "surdez" e outras anomalias ,para não descontarem o Imposto de Renda,enquanto muitos praças como esse Sargento estão sendo humilhados para serem reformados,acordem seus otários é na inatividade que vocês irão ver o que é a realidade desta polícia,abandono total,e tem um monte de despreparado que foi a Subtenente que não sabe nem manusear um fuzil se achando melhor que os outros,sugiro ao CMT GERAL que os escalem nessas operações no Morro do Chapadão esses "super Subtenentes recrutas",e os almofadinhas do QG, aonde existe uma outra polícia,onde quem puxa saco de Oficial é promovido ou indicado ao QOA, sem fazer prova,lá tem policiais femininas dando cabeçada,as melhores são ordenanças e sentam no colo do CEL,no concurso de 2006 teve policial que nem se inscreveu e foi promovido a Subtenente ,como a PMERJ explica isso,certo que,fica evidenciado a fraude no concurso interno,e o mesmo deveria ser anulado,como essas reformas desses Coronéis ,essa é a nossa PMERJ 200 anos e nada muda,o último apague a luz!

    ResponderExcluir
  10. Isso é bom para os babões do comando, que adoram fazer graça,não quero dizer que foi o caso deste sargento,mas,isso acontece aos montes,dificilmente é divulgado,o pior é ter que ver o Oficial Reformado Rodrigo Pimentel,conhecido como caveira mijão,que foi reformado por surdez, aparecer na TV malhando praticamente todo dia a PMERJ,na verdade ele não está errado,muitos Oficiais da PMERJ em final de carreira são reformados por "surdez" e outras anomalias ,para não descontarem o Imposto de Renda,enquanto muitos praças como esse Sargento estão sendo humilhados para serem reformados,acordem seus otários é na inatividade que vocês irão ver o que é a realidade desta polícia,abandono total,e tem um monte de despreparado que foi a Subtenente que não sabe nem manusear um fuzil se achando melhor que os outros,sugiro ao CMT GERAL que os escalem nessas operações no Morro do Chapadão esses "super Subtenentes recrutas",e os almofadinhas do QG, aonde existe uma outra polícia,onde quem puxa saco de Oficial é promovido ou indicado ao QOA, sem fazer prova,lá tem policiais femininas dando cabeçada,as melhores são ordenanças e sentam no colo do CEL,no concurso de 2006 teve policial que nem se inscreveu e foi promovido a Subtenente ,como a PMERJ explica isso,certo que,fica evidenciado a fraude no concurso interno,e o mesmo deveria ser anulado,como essas reformas desses Coronéis ,essa é a nossa PMERJ 200 anos e nada muda,o último apague a luz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 25 de fevereiro de 2015 00:25

      Inveja de que seu idiota,é a mais pura verdade,graças a Deus e minha dedicação me formei em Direito ,sou 1º Sargento Pm,e estou pouco me lixando com essas promoções,meu objetivo é outro,faça um bom proveito dessa PMERJ, isso se conseguir chegar aos 30 anos,se for almofadinha chega tranquilo,muito em breve estarei de saída,mais a verdade tem que ser dita,canso de ver comentários aqui dos "Super Subtenentes" do concurso de 2006 que se julgam melhores e mais capacitados que outros policiais,sejam voluntários e peçam transferência para o 41 BPM e façam a diferença.

      Excluir
  11. BOM DIA, O POLICIAL TEM QUE SE APRESENTAR NA JTMERJ, E COLOCAR ESSE MAJOR QUE DEU O APTO A ELE NA JUSTIÇA, A FIM DE INDENIZAÇÃO, TEM QUE ACIONAR O MAJOR, ASSIM ESSA M MUDA.

    ResponderExcluir
  12. A POLÍCIA MILITAR DO RJ ESTÁ SERVINDO DE COOBAIA PARA O GOVERNO DO ESTADO.

    ResponderExcluir