segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

UM AMBIENTE HOSTIL: Beltrame critica ação da PM em morte de mototaxista na Vila Cruzeiro


Diego da Costa Algarves, de 22 anos, "trabalhava como mototaxista" e foi atingido nas costas durante "uma abordagem de policiais da  UPP".

COMO TRABALHAR NUM AMBIENTE HOSTIL?

video





14 comentários:

  1. Criticar a PM é fácil, difícil é ser PM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém quer ser PM, só entram pra pm quem não tem estudo!! Estudem e livrem-se dessa farda!!

      Excluir
    2. Nossa, vocês sempre falam isso!

      Cara, já não estão cansados de saber que não se atira pelas costas mesmo quando não param? Coisa básica.

      O carinha da moto atirou contra a guarnição?

      Difícil é viver num país cheio de Policiais despreparados.

      E os caras não aprendem com os erros dos outros.

      Tiraram a vida de uma jovem no carro atirando 10 vezes semana retrasada, agora esse caso semelhante.

      Excluir
    3. Olha, deve ser muito difícil mesmo. Parece que vocês são jogados no curso e não aprendem nada.

      A sociedade pega até antipatia com uns casos desses. Um jovem novo, novo morto por que não parou, foi isso?

      E nem sou PM e já li que não se atira em quem fugiu de blitz. Isso é desproporcional e ninguém paga com a vida por causa disso. A não ser eles se eles atiraram contra a polícia. Nesse caso entra a legítima defesa.

      Triste cara, muito triste essas coisas. Se a polícia se está evoluindo, é muito devagar. Não temos nem o direito de criticar...

      Excluir
    4. Curioso sou formado em duas faculdades e sou PM com muito orgulho, e conheço outros na mesma situação, o que a PM precisa é ganhar o merecido valor e respeito, não de covardes que apoiam o caos pedindo "livrem-se dessa farda!!" no minimo é mais um drogado de esquerda que odeia militar sem nem mesmo saber o porque, afinal não viveu no regime militar mas vocifera como se tivesse...

      Excluir
    5. Eu quero e tenho estudo, não tenho porque sair, pois gosto do que faço. Estou ganhando mais do que você, PI!

      Excluir
    6. Falou tudo guerreiro e companheiro.Nao estamos na pm pra ser adorados eu apenas exijo respeito .se nao respeitar sofrera as consequencias.

      Excluir
    7. no ano passado 111 companheiros que tambem não queriam ser adorados "deixaram" a corporação.esse ano já foram 6...... será que vale a pena????

      Excluir
  2. TROPA SEM COMANDO

    O Secretário de Segurança Pública fala como se não tivesse responsabilidade sobre os fatos.
    Definitivamente a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro está sem comando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menor salário da PMERJ e do CBMERJ deveria ser de R$ 3.118,62, afirma Dieese.

      O piso salarial da categoria (Militares Estaduais), em janeiro de 2015, deveria ter sido de R$ 3.118,62 (três mil, cento e dezoito reais e sessenta e dois centavos), de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). No entanto, o valor continua insuficiente para suprir as necessidades vitais básicas de um Soldado da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros. Todos os meses, o Dieese calcula qual seria o salário mínimo necessário com base nos preços da cesta básica.

      O recruta (Aluno do CFSd) já deveria ingressar nos quadros da PMERJ ou do CBMERJ recebendo o referido valor (R$ 3.118,62).

      Excluir
  3. INFELIZMENTE É ASSIM QUE FUNCIONA!!!9 de fevereiro de 2015 23:02

    PARA O ESTADO, É MELHOR QUE UM PM MORRA DO QUE UM FAVELADO QUALQUER, POIS QUANDO O PM MORRE NÃO HÁ MANIFESTAÇÕES E NINGUÉM COBRA NADA DO ESTADO, E NO PRÓXIMO SERVIÇO O LUGAR DO PM MORTO JÁ ESTARÁ OCUPADO COM UM OUTRO PM QUE CERTAMENTE ESTARÁ COM A SENHA DA MORTE EM MÃOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peça baixa, ninguém te obriga a ser pm.

      Excluir
    2. SE PRECISAR LIGUE "190" ! ! !12 de fevereiro de 2015 09:29

      SE EU PEDIR BAIXA SERÁ MENOS UM A ARRISCAR A VIDA POR VOCE E SUA FAMÍLIA!!!
      VOCES FALAM MAL, MAS QUANDO SE VEEM EM PERIGO LEMBRAM LOGO DE TRÊS NÚMEROS QUE SÃO: 190.

      Excluir
  4. QUANDO UM POLICIAL MILITAR É ASSASSINADO, ELE NÃO FALA NADA E IGNORA OS PARENTES!

    ResponderExcluir