quarta-feira, 4 de março de 2015

PMERJ: concurso para sargentos de 2006 é alvo de acusações por irregularidades

As irregularidades incluem o ingresso de policiais sem que tenham efetuado a inscrição, aprovação de candidatos com nota zero, acusações de vazamento do gabarito, e a não publicação da reclassificação de candidatos após a anulação de questões (apenas teriam sido computados os pontos dos policiais que acionaram a justiça).

O dossiê com os documentos que comprovariam as irregularidades foi entregue à Diretoria Geral de Pessoal (DGP).

Deputados estaduais  entraram com representações solicitando esclarecimento dos fatos, e pedindo que uma nova reclassificação seja publicada, tendo em vista as questões anuladas pela própria corporação e pela justiça, seguindo as recomendações do edital do concurso.

A dúvida que paira sobre as possíveis irregularidades do concurso em questão é a possibilidade de os policiais aprovados nas condições acima mudarem para patente inferior, o que não é permitido. Com isso, a alternativa seria de que os demais policiais que participaram do concurso e foram prejudicados sejam promovidos.


81 comentários:

  1. Respostas
    1. A Turma "A" (turma dos 300) é a única legítima, de acordo com o que o Edital previa, seus integrantes são os únicos do CFS 2006 que realmente conquistaram a vaga. Quem não ficou entre os 300, não merece ser Subtenente.

      Excluir
    2. O COMPANHEIRO ISTO JA EXISTE A ANOS,FIQUE CALMO SE NAO VAI PARAR NA CARDIOLOGIA. UM ABRAÇO.

      Excluir
    3. $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$NA NA FRAUDE NA MAO GRANDE $$$$$$$$$$$..........A JUSTIÇA VAI SER FEITA POR DEUS E NATERRA,,,,,,,,AGUARDEM ,,,TUDO QUER COMEÇA ERRADO TERMINA ERRADO.....JESUS CRISTO E JUSTO....AGUARDEM........A JUSTIÇA TARDA MAIS NAO FALHA ....

      Excluir
    4. As únicas pessoas que passaram no CFS 2006 foram os integrantes da Turma "A", pois o Edital previa apenas 300 (trezentas) vagas, sendo 150 (cento e cinquenta) por Merecimento e 150 (cento e cinquenta) por Antiguidade! Como o Edital é a Lei do Concurso, quem não está nas condições previstas no mesmo pode ter que "tirar o triângulo do ombro" por determinação da Justiça, pois o princípio do interesse público não foi respeitado no momento em que as Turmas "B" e "C" foram criadas. O correto seria abrir um novo CFS em 2007 para preenchimento de um determinado número de vagas. A regra do jogo não pode mudar depois que a partida já começou! Portanto, não houve nenhuma irregularidade com relação à Turma "A". O erro da PMERJ foi desrespeitar o que o Edital previa e chamar os candidatos que não conseguiram se classificar dentro do número de vagas (300), criando a Turma "B" e, consequentemente, a Turma "C". Só deveriam ser anuladas as Turmas "B" e "C"! A Turma "A" era a elite da Corporação naquele ano, ou seja, fez por merecer, conquistou a vaga dentro do que o Edital previa!

      Ass: Bacharel em Direito.

      Excluir
    5. As acusações são infundadas e não há provas de irregularidades, há apenas boatos de recalcados!

      Como a Justiça não pode basear-se em boatos, esses candidatos não podem mais ser promovidos.

      Excluir
    6. Nobre Colega Bacharel em DIREITO, visando os princípios da administração pública o concurso teve erros Proclamada em sentença a anulação de quetões, a determinação para que o candidato prossiga no concurso e apenas a reserva de vaga, é ilegal o ato administrativo que, a partir disso, determina a nomeação provisória do candidato para o cargo, face a inadequação da motivação determinante para a sua prática, considerando-se, além disso, que a Administração Pública fora induzida a erro pela formulação de requerimento administrativo do candidato, que gerava a compreensão de ter havido a concessão do direito à nomeação...se você entendeu nobre Colega, não se preocupe com sua condição de SubTenente....nada mudará...só estamos lutando pelos nossos Dieitos, agora se você tirou 4,00 ou menos disso..volta a ser Sargento

      Excluir
  2. É o que dá não cumprir o edital para poder abraçar amigos. O edital previa 300 vagas e após o resultado da prova resolveram através de considerando ampliar as vagas, creio que a mudança de critérios sem anulação de edital anterior e a criação de novo edital é um ato ilegal. Certo seria e daria menos dor de cabeça ao Estado se com fulcro no Art. 80 da Constituição Estadual o concurso fosse anulado, uma vez que está comprovado ter sido eivado de vícios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo de você. Não é o concurso que deveria ser anulado, é o ato do Comandante Geral da época, Coronel Hudson, que criou as Turmas "B" e "C", ferindo o princípio do interesse público. A Turma "A" (turma dos 300) é legítima, está de acordo com o que o Edital previa, seus integrantes são os únicos do CFS 2006 que realmente conquistaram a vaga. Quem não ficou entre os 300, não merece ser Subtenente.

      Excluir
    2. problema que metade desses subtenentes da turma A tirou uma nota ridícula ...
      como pode pm tirar 7 e entrar preterindo quem tirou 8,5.
      1.5 são quantas questões da prova? 150 subten da turma A não tem mobral.
      ass: subten turma B com muito orgulho.

      Excluir
    3. Orgulho de quê? Você não conquistou a vaga, ganhou de presente!

      A antiguidade sempre foi utilizada como critério para promoção nos concursos militares, assim como o merecimento. A nota 8,5 não foi suficiente para a classificação pelo critério do merecimento no Concurso de 2006. Ninguém entrou na Turma "A", por merecimento, com menos de 8,75, nota que ainda eliminou alguns candidatos modernos. Para se garantir, era necessário ter média mínima de 8,88. As Turmas "B" e "C" não estavam previstas no Edital do Concurso, é como se esses candidatos tivessem "entrado pela janela" (ou pela porta dos fundos). A Turma "A" entrou pela porta da frente!

      Excluir
    4. Legitima... tem um monte da sua turma ou desses 300 que só assinaram o gabarito... cambada de coxinha!!!!!!

      Excluir
    5. Isso é mentira! Não acredito em boatos.

      Excluir
    6. Isso é um mero boato! Prove o que você está dizendo!

      Excluir
  3. Se existe irregularidades e estas forem comprovadas,o concurso deve ser anulado,desta feita, seus atos se tornam nulos,e a Administração Púbica pode e deve revisar seus atos eivados de vícios,o pior disso tudo, é ver comentários de recrutas, que passaram nesse concurso recheado de sacanagem,se achando o máximo,querendo desmerecer outros policiais,e os jurunas,agora vão ter que acender muita vela,mas,acredito que haverá um trem da alegria,quero novidade,essa é a PMERJ,200 anos e nada muda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Negativo! Ninguém pode ser punido por erro de outrem. Discordo de você. Não é o concurso que deveria ser anulado, é o ato (administrativo) do Comandante Geral da época, Coronel Hudson, que criou as Turmas "B" e "C", ferindo o princípio do interesse público. A Turma "A" (turma dos 300) é legítima, está de acordo com o que o Edital previa, seus integrantes são os únicos do CFS 2006 que realmente conquistaram a vaga. Quem não ficou entre os 300, não merece ser Subtenente.

      Excluir
    2. AGORA JÁ ERRA VAI TER QUE DAR TRIANGULO PARA TODOS.

      Excluir
  4. A 30 ANOS ATRAS E HOJE E MESMA COISA UM ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  5. O triste é ouvir isso.... anular concurso.... o crítico deveria ter estudado mais.... se dedicado mais....não tecer comentários errôneos.... o comandante geral tem a prerrogativa de estender as vagas, na ocasião, querendo aproveitar o nível intelectual , o qual fora muito bom ! anular concurso é despeito isso não vai acontecer, a lei não poderá retroagir... a não ser para beneficiar... OK !!! e desse jeito estaria prejudicando os aprovados, eu tive média 8 e estou aqui.... Glória a Deus !!! torcerei pra que vc entre, através de liminar e/ou brechas da lei ..... vc entrando não diminuirá o meu salário de Sub Ten. A Paz do Senhor !! Boa sorte !!!! Ass. um 67 milhão, turma B.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 5 de março de 2015 06:37

      Que lei retroagir irmão,tá viajando,o que ocorre neste caso,é que a Administração Pública pode rever seus atos, quando forem eivados de vícios, se for para falar em lei ,esta tem que ser cumprida,pois a PMERJ tem que cumprir o Edital,o CMT geral tem que cumprir a lei,e não a bel prazer fazer o que ele quer,se for assim para que existe o Edital num concurso público?
      Triste é saber que houve irregularidades e muitos foram os beneficiados,e essas já foram denunciadas,não é despeito,o problema do ser humano é justamente esse,se achar superior ao outro, por mínimo que seja, é questão de Justiça,"dai a César o que é de César",prejudicado foi quem estudou e não entrou, porque muitos estavam em vantagem,e foram aprovados devido as irregularidades do concurso,e isso não é de agora,desde quando entrei para a PMERJ,já escutava isso,sempre acontece alguma sacanagem nessas provas, a pessoa tem que ser aprovada por méritos próprios, e não por liminares ou brechas da lei,ou por ajudinha do CMT GERAL,nível intelectual de quem mereceu de verdade a aprovação,se você teve média 8 ,provavelmente passará em um outro concurso,caso este seja anulado,não deve temer nada.
      Enfim,me admira muito,você usando o nome de Deus,diante desse seu comentário totalmente infeliz,querendo tapar o sol com a peneira,torço sempre pela legalidade e transparência,e assim sempre deve prevalecer num concurso público,são princípios basilares,não é uma patente ou graduação que vai fazer a minha cabeça,aprendi desde cedo a respeitar o próximo,qual seja a sua ocupação na sociedade,vi comentários aqui de um aprovado nesse concurso se dizendo 79 milhão, desmerecendo outros policiais e os jurunas por ter sido aprovado neste concurso,que foi repleto de irregularidades e agora o que vemos é a possível anulação do mesmo,o mundo dá voltas,me perdoe a minha sinceridade, mas,você mereceu essa resposta, não precisa torcer,já sou um vencedor na vida,por méritos e por Deus,nossas ações estão sendo observadas,"Dura Lex,sed lex",um tríplice e fraternal abraços a todos,força e honra aos honestos !

      Ass: Subtenente PM 56.... cursado ,Bacharel em Direito,e sem desmerecer ninguém na vida.,

      Excluir
    2. Não é o concurso que tem que ser anulado, é o ato administrativo, ou seja, o ato do Comandante Geral da época, Coronel Hudson, que criou as Turmas "B" e "C", ferindo o princípio do interesse público. A Turma "A" (turma dos 300) é legítima, está de acordo com o que o Edital previa, seus integrantes são os únicos do CFS 2006 que realmente conquistaram a vaga. Quem não ficou entre os 300, não merece ser Subtenente.

      A PMERJ TEM QUE APENAS CUMPRIR O EDITAL!

      Excluir
    3. alguém já ouviu falar em discricionário ?
      chamar os excedentes de concurso publico é ilegal em qual país ?
      tem turma de oficial da PM que foram 80 vagas e chamaram mais de 150.
      qnd anular o concurso de oficial PM por quebra de edital tb anularão o meu.
      kkkkkkk
      sem contar com os milhares concursos no estado, união e mun. que chamam muito mais que o n do edital.
      o concurso de SD da PM tem que ser anulado.
      4.000 vagas e chamam 10.000 aprovados. anulem o cfsd e mandem os recalcados para UPP.

      Excluir
    4. Você conhece o princípio do interesse público?

      Todo mundo sabe que as Turmas "B" e "C" feriram de morte o princípio do interesse público!
      A Corporação já tinha selecionado os melhores candidatos (Turma "A"). Outro Concurso deveria ser aberto no ano seguinte, para o CFS 2007, o que não ocorreu e prejudicou os futuros candidatos, Policiais Militares que não puderam se inscrever naquele Concurso. Foi ruim para a PMERJ e para a sociedade, que deixou de selecionar bons candidatos em outros Concursos. Um Oficial instrutor até apelidou a Turma "B" de "os LAFRANHUDOS"! Depois de criarem a Turma "B", foram obrigados a criar a Turma "C", por causa da anulação de questões, momento em que a situação começou a fugir do controle. Hoje está completamente fora de controle, pois todo mundo acha que tem direito de ser promovido à mesma graduação dos "LAFRANHUDOS". O Comando daquela época criou um monstro...

      Excluir
    5. sou lafranhudo com média 8.5 e tem pm da "elite" com média 07.
      kkkkkkkkk
      só na pm q o principio do interesse público é tão interessante ....
      kkkkkkkkk

      Excluir
    6. Eu até acho que a Antiguidade deveria ser utilizada apenas para o desempate (em casos de notas iguais), mas a regra do jogo era aquela (a metade por Merecimento e a metade por Antiguidade). Você, sendo moderno, tinha que ficar entre os 150 primeiros para ingressar no CFS 2006, mas não conseguiu.

      Excluir
  6. Legal fiz o concurso em 2006 sou praça de 1996. Fui reformado em 2009 com soldo de 3*sgt, se meu nome sair na nova classificação de aprovado melhoraria minha reforma? Companheiro que entende me esclarecer aí obrigado.

    ResponderExcluir
  7. Vcs deveriam ter estudado ou estar torcendo para q todos sejam aprovados ao invés de quererem uma anulação q nunca vai existir, eu como sub torço para q vcs ganhem essa causa, mas vcs ao invés de pensar em vcs mesmos só pensam na gente, parem de inveja e corram atrás dos seus direitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ato do Comandante Geral da época, Coronel Hudson, que criou as Turmas "B" e "C", ferindo o princípio do interesse público, deveria ser anulado. A Turma "A" (turma dos 300) é a única legítima, pois está de acordo com o que o Edital previa, seus integrantes são os merecedores, os que realmente conquistaram a vaga. Quem não ficou entre os 300 (150 por merecimento e 150 por antiguidade), não merece ser Subtenente!

      Excluir
    2. O cfs q diminuiu a média (2004) de 07 para 05 ?
      Quebrou o edital TB.
      Quero q anule.
      Kkkk
      CFO q eram 80 vagas e formou 150 tenentes.
      Quero q anule.
      Cfs 2006 quero q anule por permitir que 150 Jurunas fossem matriculados com média 7.
      Kkkkk
      Cfs 2006 quero q anule devido a suspeita de vazar a prova.
      Os mais suspeitos são os 150 matriculados por "mérito", será?

      Excluir
    3. Podem investigar! Quem não deve, não teme.

      Estão inventando boatos para tentar "colocar o triângulo no ombro".

      A TURMA "A" É A ÚNICA LEGÍTIMA!

      Excluir
  8. Empresário Juruna5 de março de 2015 10:52

    Esse CFS 2006, foi a maior FRAUDE de todos os tempos da PMERJ, assim como outras deve ser anulado em virtude de tal fato que macula a imagem ja tão desgastada da corporação. Tem policia analfabeto de pai e mãe (com algumas excessões), hoje é Sub Ten beneficiado por ser " baba ovo" ou " comidinha" de alguém influente dentro da corporação que por interesses escusos permitiu que esse absurdo fosse adiante, não tomando as medidas cabíveis aos primeiros indícios de FRAUDE. Assim como prescrevia o cargo que ocupava, deixou de cumprir com seu dever funcional, foi omisso, prevaricou, etc.
    Para aqueles que passaram por mérito, meus parabéns. Para aqueles que entraram pela "janela", lembem-se que o crime não compensa, e que mais cedo ou mais tarde, será descoberto e cobrado pelo que cometeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que deve ser anulado é o ato do Comandante Geral da época, Coronel Hudson, que criou as Turmas "B" e "C", ferindo o princípio do interesse público. A Turma "A" (turma dos 300) é a única legítima, pois está de acordo com o que o Edital previa, seus integrantes são os merecedores, os que realmente conquistaram a vaga. Quem não ficou entre os 300 (150 por merecimento e 150 por antiguidade), não merece ser Subtenente! Só houve FRAUDE nas Turmas "B" (mais de mil candidatos) e "C" (mais de quatrocentos candidatos). A criação das referidas turmas foi um absurdo administrativo! Quem não pertence à Turma "A" deve ser rebaixado à graduação que teria conquistado pelo critério do tempo de efetivo serviço.

      Excluir
    2. E ISSO AI MEUS AMIGOS COMO A JUSTIÇA NAO É CEGA TODOS QUE ATINGIRAM A MÉDIA 7 VÃO SER PROMOVIDOS A SUBTENENTES,E TEM MAIS PODENDO ATÉ OS QUE ASSINARAM A PROVA SAIR TAMBÉM PELA QUANTIDADE DE FRAUDES JA VISTAS.
      DEUS É JUSTO.

      Excluir
  9. Prefiro q anule o Cfs 06 todo.
    A turma a tem medo de q.
    Não esqueçam q falam sobre vazamento de gabarito.
    Quem teve acesso com certeza pertence a turminha a.
    Ou tem burro pra ter o gabarito e ainda tirar míseros 8.5

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não houve vazamento de gabarito!

      A REDAÇÃO TEM GABARITO?

      A Prova estava fácil, o que desempatou foi a etapa que não possui gabarito, a REDAÇÃO.

      Excluir
    2. Não fala besteira! Se fosse assim, teriam que anular todos os concursos realizados pela PMERJ e você deixaria de ser Policial Militar! Podem anular o Ato Administrativo (Ato do Comandante Geral) que criou as Turmas "B" e "C", não o Concurso! Ninguém tirou nota acima de 9,5 no concurso. Se houvesse um vazamento, como disseram, alguém tiraria 10,0 na parte de múltipla escolha! NÃO HÁ NENHUMA SUSPEITA DE VAZAMENTO, HÁ APENAS BOATOS SEM FUNDAMENTO DE PESSOAS QUE NÃO FORAM CAPAZES DE CONQUISTAR UMA VAGA POR MÉRITO! Quem não pertence à Turma "A" não merece ser Subtenente.

      Excluir
    3. O pessoal invejoso faz acusações absurdas para tentar tirar o mérito de quem conquistou a vaga (Turma "A")!

      Excluir
    4. Claro que tem!!! Esqueceu que a REDAÇÃO tinha peso dois?
      Se você tivesse o gabarito e tirasse 10,0 em N.I., 10,0 em Português e 7,0 na Redação, sua média final seria exatamente 8,5 e você estaria fora do CFS I/2006, ou seja, fora da Turma "A"!
      Vocês, nem com gabarito, são capazes de pertencer à Turma "A"!
      As Turmas "B" e "C" não fazem parte do CFS I/2006, são respectivamente o CFS II/2006 e o CFS III/2006.
      Portanto, a única turma legítima é a dos 300 do Edital, ou seja, a Turma "A"!

      Excluir
    5. A dúvida que paira sobre as possíveis irregularidades do concurso em questão é a possibilidade de os policiais aprovados nas condições acima mudarem para patente inferior, o que não é permitido. Com isso, a alternativa seria de que os demais policiais que participaram do concurso e foram prejudicados sejam promovidos. Cada caso é um caso!

      Excluir
    6. A dúvida que paira sobre as possíveis irregularidades do concurso em questão é a possibilidade de os policiais aprovados nas condições acima mudarem para patente inferior, o que não é permitido. Com isso, a alternativa seria de que os demais policiais que participaram do concurso e foram prejudicados sejam promovidos. Cada caso é um caso!

      Excluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Não temos que briga uns com outro. Quem foi promovido parabéns, graças a Deus. Nossa luta é para o nosso direito sejam reconhecidos pela anulação das 27, 30, 34 e 38. E as questões de português anuladas na justiça. Só queremos igualdade.

    ResponderExcluir
  12. A TURMA "A" É A ELITE!

    ResponderExcluir
  13. SUB TEN 56....A LEI RETROAGE SIM.BASTA VOLTARMOS EM 2008.QUANDO A PROCURADORIA GERAL DO ESTADO RETROAGIU AS LE E FÉRIAS CONTADAS EM DOBRO. ATÉ AQUELA DATA,A MINHA LE ESTAVA CONTADA EM DOBRO EM 2005 E FOI ANULADA E TEREI QUE GOZA-LA.QUANTO AO BACHAREL EM DIREITO,SOU FORMADO DESDE 1997,ISTO NÃO QUER DIZER NADA.....E ESTOU CURSANDO MINHA SEGUNDA FACULDADE....ABRAÇOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. usando a sua tese de formado em 97, ultrapassada, a lei do concurso, edital, pode retroagir ...
      vou ensinar pra vc o seguinte, lei quem faz é o poder legislativo e o edital é a regra do concurso e pode ser mudada por interesse única e exclusiva da adm.
      acontece na pm, pc, pf, prf, .... gari, gm ...
      e aconteceu tb com o cfs2006.
      subten cfs 2006 com média 8,5 e não 7.
      kkkkkkk

      Excluir
    2. Anônimo 6 de março de 2015 14:08

      Irmão,você está confundindo as coisas,Direito Penal com Administrativo,não precisa colocar a letra em "caixa alta",tenho boa visão, vou ser educado e humildemente te ensinar um pouco de Direito:

      Os atos administrativos podem eventualmente apresentar vícios de legalidade que o maculem de nulidade. Caso provocado, o Poder Judiciário pode anular tais atos. Tal medida, contudo, obviamente também pode ser adotada pela própria autoridade que praticou o ato ilegal.
      Trata-se da aplicação do princípio da autotutela, segundo o qual a própria Administração Pública pode, diante de seus erros, adotar as medidas necessárias para restaurar a situação de regularidade, sem necessidade de prévia provocação de terceiros. A súmula nº 473 do Supremo Tribunal Federal – STF consagrou tal entendimento, in verbis:
      A Administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornem ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.
      Celso Antônio Bandeira de Mello ensina que:
      são nulos:
      a) os atos que a lei assim declare; b) os atos em que é racionalmente impossível a convalidação, pois, se o mesmo conteúdo (é dizer, o mesmo ato) fosse novamente produzido, seria reproduzida a invalidade anterior. Sirvam de exemplo: os atos de conteúdo (objeto) ilícito; os praticados com desvio de poder; os praticados com falta de motivo vinculado; os praticados com falta de causa.
      Diante do exposto,poderia me alongar aqui,mas,ficaria muito cansativo,quanto ao Bacharel em Direito,não foi comprado, nem conquistado por meios ilícitos,o que não posso afirmar deste concurso de 2006,no qual você aprendeu "sim senhor e não senhor" e a tirar extras no Maracanã,foram 5 anos de Faculdade de muita dedicação,não parece que você está na sua segunda faculdade,pelo visto, essas suas duas, não dão uma,provavelmente,deve ter sido feita pela Internet ,não to preocupado com essas promoções,só indignado com mais um concurso do CFS com "suspeita de fraude",e também com policiais como você, que se acham o Suprassumo da PMERJ,por terem sidos aprovados nesse famoso CFS de 2006, o pior, desmerecendo outros policiais inclusive os Jurunas,sou Bacharel em Direito,porém ,não sou melhor do que ninguém na vida,você interpretou da sua forma, meus objetivos na vida são outros ,talvez o seu seja apodrecer na PMERJ e ficar ostentando sua condição de "super Subtenente"(só pra PMERJ mesmo), humildade tenho de sobra, o que falta a você e muitos outros,que agora se intitulam os "Super Subtenentes da PMERJ",realmente vocês são diferenciados,talvez por tempo limitado,vamos aguardar,no mais,um tríplice e fraternal abraços a todos os irmãos,e FORÇA E HONRA aos honestos!

      Ass: Subtenente 56... de fato e de direito, Bacharel em Direito e policial militar como qualquer outro,independente de posto ou graduação.

      Excluir
    3. Que tese ultrapassada vc diz???cursei direito de 1992 á 1997 e não preciso publicar nesta página que sou bacharel em direto e que estou no último período de TEC.SEG.PÚBLICA.tenho 29 anos de PMERJ e sou 1°TEN PM QOA e nem por isso posto minha patente.Isto chama-se PREPOTÊNCIA da sua parte.A minha publicação é referente a lei retroagir,algo que vc diz que não acontece na realidade.Oque vc diz do desconto de 11% na GRET,já que vc sabe tudo??? E oque aconteceu no CFS2006,foi a inclusão de alguém de interesse pessoal da SESEG.Posso dizer que era FEM...seja mais humilde...

      Excluir
    4. Amigo se identificar como Sd,Sgt,Sub,Ten ,seja o que for .não é prepotência nenhuma,gostaria de saber de onde você tirou,essa mais nova tese,aliás,aqui qualquer pessoa pode colocar qualquer posto ou graduação,vai da sinceridade de cada um,e outra ,será que agora teremos censura no blog?
      Você continua se equivocando,não confunda Direito Penal com Administrativo,acredito que tenha ficado reprovado nessas matérias,e o comentário do Anônimo 8 de março de 2015 19:53 não é meu,porém,o único motivo que autoriza ,ou determina, a modificação das regras do concurso pela administração, depois de publicado o edital e já iniciado o certame, é: a superveniência de alteração na legislação pertinente. Com efeito, nas literais palavras do Supremo Tribunal Federal, “após a publicação do edital e no curso do certame, só se admite a alteração das regras do concurso se houver modificação na legislação que disciplina a respectiva carreira”.
      Quanto ao desconto dos 11% ,a Lei 279,é expressa em considerar,para fins de desconto somente as gratificações,previstas em seu art 87,desta feita,não caberia o desconto no que tange a "GRET".
      Vale lembrar,que,conforme estabelece o art 5º,II,da CRFB/88,"ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa se não em virtude da lei"(princípio da Legalidade),desta forma,em razão do caráter compulsório da contribuição que incide sobre a remuneração de todos os Policiais Militares,é de rigor e condição "sine qua non",a necessidade de lei anterior que determine a criação ou a majoração do encargo a ser suportado pela tropa,assim,o ato da Administração deve ser anulado, que de forma arbitrária efetuou compulsoriamente o desconto na remuneração dos Policiais Militares,podendo causar danos irreparáveis,certo que,ausentes os Princípios da Legalidade,Legitimidade ,Eficácia de todos os procedimentos atinentes a criação de tributo e por aí vai...

      Ass: Subtenente 56....

      Excluir
    5. vestirei minha sandália da humildade.
      eu não me julgo melhor nem PIOR do que ninguém.
      o fato de eu ter realizado o CFS turma B não me faz pior ...
      Até entendo que muitos se sintam com raiva por eu ser subten e ter meros 12 anos de PM.
      O subten 56 se diz sub de fato e de direito e eu pergunto, só pq tem mais de 25a de PM.
      vou falar pra vc que antes de 1986 quem tinha 30 anos de PM se aposentava como CB PM com soldo de 3º SGT.
      subten 56 v c tem q agradecer a PMERJ pq se fosse a PMESP vc não seria nem 3º sgt.
      Agora, o Policial que vier aqui se identificando como bacharel em direito e levantar a tese de que chamar os excedentes de concurso público é ato ilegal eu vou dizer.
      SAÍ DAÍ MOBRAL.
      att, subten turma B na humildade ...

      Excluir
    6. Irmão,vou te dar esta última resposta,porque você a merece,já te dei muito ibope,você não passa de um moleque,tenho 41 anos de idade, bem vividos,sou sargento de curso,tenho 21 anos de PMERJ e não mais de 25 como colocou, sou Subtenente PM e Bacharel em Direito,porque estudei,tudo por mérito,não foi promoção jogada para o alto e na sacanagem,meu diploma da Faculdade,não foi concluído em 1 ano de curso,foram 5 anos de muita dificuldade e dedicação,e contra a vontade de muitos Oficiais que tentaram a todo custo que isso não ocorresse,não tenho raiva de você por ter menos de 12 anos e ser Subtenente PM, nesta aberração da PMERJ,tenho pena de você,pois é pobre de amor e de espírito.
      Não precisa me falar,tenho conhecimento que muito antes de 1986 ,muitos policiais se aposentavam como cabo ,outros nem isso conseguiam chegar,iam para reserva remunerada como soldados,claro,caso não quisessem estudar,porém,esses policiais eram muito combativos e respeitados,o que não vejo atualmente,graças a Deus e a méritos próprios, estudei e me formei, sou um vencedor.
      Quem tem que agradecer essa mamata e acender muita vela é você, que com 12 anos de trabalho conseguiu ser promovido a Subtenente ,graças a essa pilantragem perpetrada pelo Comando da PMERJ para beneficiar os apadrinhados e beneficiando um grande "trem da alegria",não se esqueça que se não fosse a PMERJ, com esses 12 anos de trabalho, você estaria ainda no português servindo cafezinho e refeição ,também,não se esqueça,que quando você entrou para a PMERJ eu já estava nela,antiguidade é posto,meu concurso foram de 250 vagas e somente 180 aprovados,e não esses do ano de 2000 em diante,promovendo mais de 10.000 vagas ,de onde entraram na PMERJ, muitos infelizes como você,com o ideal de estabilidade de trabalho,outros sem vocação alguma para ser policial,muitos sem humildade nenhuma, porque agora foram aprovados num concurso de nível baixíssimo para aprovação, que é o CFS PMERJ,certo que, quem estuda o mínimo é aprovado,o pior,é saber que, muitos policiais deste inesquecível concurso de 2006 ,somente foram aprovados numa brecha irresponsável do Comando da PMERJ e foram promovidos a Subtenente ,numa total cagação de pau,e agora vocês,se achando melhor que outros policiais,inclusive os jurunas,só na PMERJ que vejo isso,claro,porque são apadrinhados ou comidinhas do Comando,porém,muitos esquecem dos perigos e armadilhas que encontramos na Briosa,e o que vemos atualmente é este derramamento de sangue,do total despreparo de muitos policiais,não vou generalizar,muitos morrem combatendo ,mas,a grande maioria por não atentar para os perigos da profissão e ficando totalmente alheios ao serviço,vejo isso diariamente nas ruas,colocar um triângulo no ombro é muito mais que vaidade e promoção ,é muita responsabilidade,principalmente para muitos policiais sem preparo algum,e para esta nova etapa que irão exercer na vida,provavelmente você não tenha.
      Enfim,a convocação dos excedentes realmente não é ilegal,agora mudou o discurso,mas,confundir Direito Penal com Administrativo é burrice mesmo,chamar os que não tiveram merecimento algum,por pura pilantragem do Comando, é imoral,ilegal e indecente,realmente é coisa de MOBRAL, tem que ter PUNIÇÃO e PRISÃO,FORÇA e HONRA AOS HONESTOS !

      Ass: SUBTEN 56...(incontestável)."Dura lex,sed lex".

      Excluir
    7. Anônimo 9 de março de 2015 22:12

      Irmão,vou te dar esta última resposta,porque você a merece,já te dei muito ibope,você não passa de um moleque,tenho 41 anos de idade, bem vividos,sou sargento de curso,tenho 21 anos de PMERJ e não mais de 25 como colocou, sou Subtenente PM e Bacharel em Direito,porque estudei,tudo por mérito,não foi promoção jogada para o alto e na sacanagem,meu diploma da Faculdade,não foi concluído em 1 ano de curso,foram 5 anos de muita dificuldade e dedicação,e contra a vontade de muitos Oficiais que tentaram a todo custo que isso não ocorresse,não tenho raiva de você por ter menos de 12 anos e ser Subtenente PM, nesta aberração da PMERJ,tenho pena de você,pois é pobre de amor e de espírito.
      Não precisa me falar,tenho conhecimento que muito antes de 1986 ,muitos policiais se aposentavam como cabo ,outros nem isso conseguiam chegar,iam para reserva remunerada como soldados,claro,caso não quisessem estudar,porém,esses policiais eram muito combativos e respeitados,o que não vejo atualmente,graças a Deus e a méritos próprios, estudei e me formei, sou um vencedor.
      Quem tem que agradecer essa mamata e acender muita vela é você, que com 12 anos de trabalho conseguiu ser promovido a Subtenente ,graças a essa pilantragem perpetrada pelo Comando da PMERJ para beneficiar os apadrinhados e beneficiando um grande "trem da alegria",não se esqueça que se não fosse a PMERJ, com esses 12 anos de trabalho, você estaria ainda no português servindo cafezinho e refeição ,também,não se esqueça,que quando você entrou para a PMERJ eu já estava nela,antiguidade é posto,meu concurso foram de 250 vagas e somente 180 aprovados,e não esses do ano de 2000 em diante,promovendo mais de 10.000 vagas ,de onde entraram na PMERJ, muitos infelizes como você,com o ideal de estabilidade de trabalho,outros sem vocação alguma para ser policial,muitos sem humildade nenhuma, porque agora foram aprovados num concurso de nível baixíssimo para aprovação, que é o CFS PMERJ,certo que, quem estuda o mínimo é aprovado,o pior,é saber que, muitos policiais deste inesquecível concurso de 2006 ,somente foram aprovados numa brecha irresponsável do Comando da PMERJ e foram promovidos a Subtenente ,numa total cagação de pau,e agora vocês,se achando melhor que outros policiais,inclusive os jurunas,só na PMERJ que vejo isso,claro,porque são apadrinhados ou comidinhas do Comando,porém,muitos esquecem dos perigos e armadilhas que encontramos na Briosa,e o que vemos atualmente é este derramamento de sangue,do total despreparo de muitos policiais,não vou generalizar,muitos morrem combatendo ,mas,a grande maioria por não atentar para os perigos da profissão e ficando totalmente alheios ao serviço,vejo isso diariamente nas ruas,colocar um triângulo no ombro é muito mais que vaidade e promoção ,é muita responsabilidade,principalmente para muitos policiais sem preparo algum,e para esta nova etapa que irão exercer na vida,provavelmente você não tenha.
      Enfim,a convocação dos excedentes realmente não é ilegal,agora mudou o discurso,mas,confundir Direito Penal com Administrativo é burrice mesmo,chamar os que não tiveram merecimento algum,por pura pilantragem do Comando, é imoral,ilegal e indecente,realmente é coisa de MOBRAL, tem que ter PUNIÇÃO e PRISÃO,FORÇA e HONRA AOS HONESTOS !

      Ass: SUBTEN 56...(incontestável)."Dura lex,sed lex".

      Excluir
    8. Nossa. Escreveu tanto q se contradisse no fim.
      Ainda bem q será a última vez q gastará teclado.
      Ah, só pra deixar VC menos enaltecido ...
      Sou formado em direito pela Universidade Federal Fluminense, conhece?
      Att, subten turma B com muito orgulho.

      Excluir
    9. Antiguidade, (tempo de serviço) só é posto qnd VC colocar um aspirante com 3 anos de polícia para dirigir para vossa senhoria.
      Ou um tenente com 5 anos de PM.
      Um desses que entraram na PM devido ao trem da alegria q o CMT geral promoveu ao chamar o dobro de vagas.

      Excluir
  14. Enquanto vocês estão discutindo ai 79 milhão sou 2 sgt 59000 com pecúnia ganhando muito mais que vocês e um soldado lá em b Brasília também se preocupem é com salário e não com graduação. Kkkkkkkk.

    ResponderExcluir
  15. CFS 2006:

    TURMAS:

    A= APADRINHADOS

    B= BUCHAS

    C=COMIDINHAS DO COMANDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CFS 2006 - TURMAS:
      A = os 300 do Edital (os 150 melhores classificados e os 150 mais antigos);
      B = os "LAFRANHUDOS";
      C = "pelo amor de Deus, me deixa ser Sargento".

      Excluir
    2. Tirar 8,88 para cima é ser APADRINHADO? Não, é ser COMPETENTE!

      Excluir
  16. esse QOA em andamento previa 80 vagas.
    os excedentes, lafranhudos, serão aproveitados...
    vms lutar pra anular o qoa.
    os 80 são merecedores e os outros 80 que serão aproveitados não podem devido ao interesse público ...
    digo não a ten QOA lafranhudos kkkkkkkkk
    ass. subten turma B

    ResponderExcluir
  17. TO SABENDO QUE OS APROVADOS DESTE CFS 2006,SERÃO PROMOVIDOS A TEN CEL PMERJ,E POSTERIORMENTE REFORMADOS POR SURDEZ,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

    ResponderExcluir
  18. Amigos está questão e tão complexa que até os desembargadores do TJERJ, estão com decisões divergentes quanto as anulações ou não. E acho que ele entendem um pouco mais de Direito que os nossos amigos debatedores. Tínhamos que lutar sim por salário o que adianta ser Subtenente com salário de 3° sargento e fazendo função de cabo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 10 de março de 2015 06:33

      Os Desembargadores entendem tanto de Direito que eles mesmos não se entendem,ou será que a lei vale para alguns e para outros não?
      Concordo com o amigo SUB TEN 56....,tem muito recruta aí se achando o 'último biscoito do pacote',porque foi jogado nesse barco,graças a mais uma sacanagem do COMANDO da PM,para beneficiar algumas pessoas,principalmente policiais femininas ,não preciso dizer porque,esses concursos 'CFS da PMERJ',sempre tiveram sacanagem,desde quando entrei em 1983, já escutava isso,devemos lutar por melhorias de salário,lá em Brasília um CABO PM, ganha mais que um SUBTENENTE DA PMERJ,e em outros estados essa realidade já se faz presente,como bem colocado,não é uma patente ou graduação que devem fazer a cabeça do homem,essas promoções infelizmente promovem esta divisão,não vemos isso com a maioria dos OFICIAIS,o policial tem que viver com dignidade, sem pisar ou humilhar o outro,por estar numa posição mais privilegiada na vida,pensem nisso,um grande abraço a todos,1 º TEN PM QOA,indo para RR.

      Excluir
  19. PIOR DO QUE SER LAFRANHUDO, É SER JURUNA!

    ResponderExcluir
  20. DEVIDO AO FATO DAS AÇÕES JUDICIAIS SEREM INTEMPESTIVAS, NINGUÉM MAIS SERÁ PROMOVIDO À GRADUAÇÃO DE SUBTENENTE PM. QUEM TINHA QUE SER PROMOVIDO, JÁ FOI! "A JUSTIÇA NÃO SOCORRE OS QUE DORMEM."

    ResponderExcluir
  21. Enquanto vocês estão discutindo qual é a merda que fede mais,tipo turma A,B,C,não importa,lá em Brasília e até em outros estados o Soldado Pm,já incorpora na função ganhando mais de R$ 3.000,00 inicial ,enquanto que aqui se discute a cocô que fede mais,PMERJ 200 anos e nada muda,o último apague a luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A merda q fede mais é da turma A que tem 150 burros q tiraram 7 e 150 espertos q tiveram acesso ao gabarito.

      Excluir
    2. A ARMA DO INCOMPETENTE É TENTAR TIRAR O MÉRITO DO SUCESSO ALHEIO.

      Excluir
    3. A turma dos burros é a "B". É "B" de burro! A "C" é apenas a continuação da "B".

      Excluir
  22. É MELHOR SER UM JURUNA DO QUE VER UM RECRUTA PICA DE PANO, DESSES CURSADO , ENFIAR A MUNIÇÃO DE CALIBRE 12 DIRETO NO CANO,E OUTROS QUE NÃO SABEM NEM DESTRAVAR UM FUZIL,IMAGINEM NUMA TROCA DE TIROS,VÃO CHEGAR E INFORMAR AOS VAGABUNDOS QUE SÃO SUBTENENTES DA TURMA ,A,B OU C,OUTROS VÃO CHORAR E CHAMAR A MAMÃE,COMO COLOCADO ACIMA,TEM MUITO MORTO DE FOME QUE SOFRIA NO PORTUGUÊS,QUE TEM QUE DAR GRAÇAS A DEUS DE TER ENTRADO PARA A PMERJ,COM MENOS DE 12 ANOS DE TRABALHO LÁ FORA COM NÍVEL DE 2º GRAU CONTINUARIAM SENDO ATENDENTES DO PORTUGA, E AINDA QUEREM ZOAR COM OS JURUNAS,E AGORA QUE FORAM APROVADOS NESSE CFS DA SACANAGEM QUEREM DAR UMA DE POSUDOS QUE ESTÃO COMENDO CAVIAR,CONTINUAMOS SENDO UMA DAS POLÍCIAS MENOS REMUNERADAS DA FEDERAÇÃO,UM CABO EM BRASÍLIA GANHA MAIS QUE UM SUBTENENTE DO RIO DE JANEIRO,ISSO AÍ SEUS MERDAS CONTINUEM SE DIGLADIANDO PARA VER QUAL A MERDA QUE FEDE MAIS SE É A ,B OU C,TENHO 2 PECÚNIAS E GANHO MAIS QUE VOCÊS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é verdade e eu com 25a de polícia aprendi td ...
      ... mas qnd eu tinha 12a não sabia de nada.
      eu era um juruna burro e agora q tenho 25a sou o superjuruna

      Excluir
  23. O CONCURSO INTERNO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, REALIZADO EM 2006, PREVIA APENAS 300 (TREZENTAS) VAGAS.

    O RESTO ENTROU PELA JANELA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, só a Turma "A" passou!

      Excluir
  24. EU QUE SER CORONEL PM COM MOTORISTA DO ESTADO(SUBTEN DO CFS 2006), SALARIO DE APROXIMADAMENTE R$ 16.000,00 E FICAR NA VARANDA VENDO O PRAÇA SE LASCAR.............

    ResponderExcluir
  25. PARABENS AQUELES, QUE POR MERITO, SAO HOJE SUB TEN. NO ENTANTO O CONCURSO TEVE IRREGULARIDADES
    AQUELES QUE FORAM PROMOVIDOS MEDIANTE IRREGULARIDADES DEVAM SER SER DESPROMOVIDOS.
    NO ENTANTO, CASO ISTO NAO ACONTECA, ACABA LESANDO TODOS AQUELES QUE FIZERAM O CURSO E NAO PASSARAM.
    PIOR AINDA, AQUELES QUE NAO FIZERAM O CONCURSO TAMBEM SERAM LESADOS.

    ResponderExcluir
  26. PARABENS AQUELES, QUE POR MERITO, SAO HOJE SUB TEN. NO ENTANTO O CONCURSO TEVE IRREGULARIDADES
    AQUELES QUE FORAM PROMOVIDOS MEDIANTE IRREGULARIDADES DEVAM SER SER DESPROMOVIDOS.
    NO ENTANTO, CASO ISTO NAO ACONTECA, ACABA LESANDO TODOS AQUELES QUE FIZERAM O CURSO E NAO PASSARAM.
    PIOR AINDA, AQUELES QUE NAO FIZERAM O CONCURSO TAMBEM SERAM LESADOS.

    ResponderExcluir
  27. Vamos parar de brigar e entrar na justiça contra essa PMERJ, juntos somos fortes!

    ResponderExcluir
  28. Todos esses comentários têm uma verdade "desunião da PMERJ" , vejo que é cada por si e esse negócio que JUNTOS SOMOS FORTES é a maior piada do BRASIL.

    ResponderExcluir
  29. Viva a PMERJ! Fazendo merda a mais de dois séculos.

    ResponderExcluir
  30. Ninguém está correndo atrás do absurdo, porque se os pontos anulados não tivesse validade até o que tirou nota 10 que estar dizendo ser o sabido iria ficar com nota baixa, talvez nem teria entrado.

    ResponderExcluir