terça-feira, 17 de março de 2015

Policiais militares participam de curso de tiro com instrutor internacional


Policiais de unidades especializadas da Polícia Militar participaram, na segunda-feira (16), de um treinamento de tiro com um dos mais conceituados e rápidos profissionais do mundo, Brandon Tyler Webb, mais conhecido como “Instructor Zero”. O curso foi ministrado para agentes do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), Grupamento Aeromóvel (GAM), Batalhão de Choque, Batalhão de Operações com Cães (BAC), além de integrantes do Centro de Instrução Especializada em Armamento e Tiro (CIEAT) e do Comando de Polícia Pacificadora (CPP).

Realizada na sede do Bope, em Laranjeiras, a capacitação durou nove horas e incluiu técnicas de tiro de precisão, de resposta rápida e qualificada a ameaças e de tiros em alvos dinâmicos. O treinamento teve o objetivo de aprimorar a formação dos agentes e também de trocar experiências e compartilhar informações com o instrutor estrangeiro. No total, 30 policiais participaram do curso. A intenção é que os agentes atuem como multiplicadores, transmitindo o conhecimento adquirido para o restante de suas tropas. 
– Temos uma doutrina de sempre buscar novas técnicas para aprimorar nossos serviços no dia a dia, defendendo a sociedade. O Brandon é um instrutor reconhecido internacionalmente em técnicas diferenciadas para atuar no combate à criminalidade.  – disse o subcomandante do Bope, major Maurílio Nunes.

Com experiência em combates de guerra no Afeganistão e no Iraque, Brandon é ex-fuzileiro da Marinha dos Estados Unidos e também ex-instrutor dos atiradores de elite da mesma Força Armada. Os cursos de capacitação ministrados pelo “Instructor Zero” são requisitados por forças policiais de todo o mundo, e cada treinamento custa, em média, US$ 2,5 mil por aluno. No entanto, o curso para a Polícia Militar do Rio de Janeiro foi oferecido gratuitamente. Essa foi a primeira vez que o ex-militar, de origem italiana, veio ao Brasil.

– É uma honra poder trabalhar com a Polícia do Rio, e especialmente com o Bope, que é uma lenda. Essa é uma experiência muito importante para mim, pois vou poder conhecer as técnicas que os policiais aplicam em seus ambientes e também trocar experiências com os agentes. Gosto de dizer que sou instrutor em meio período e um estudante no restante do tempo, então, sei que vou aprender muito aqui – afirmou Brandon Tyler, que também já escreveu livros sobre suas atuações no Oriente Médio.

19 comentários:

  1. DE QUE ADIANTA OS POLICIAIS PARTICIPAREM DE CURSO DE TIROS SE SÃO PROIBIDOS DE ATIRAREM EM BANDIDOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado." (Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra)

      "Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade." (Stuart Mill)

      Excluir
    2. “AO INGRESSAR NA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, PROMETO REGULAR MINHA CONDUTA PELOS PRECEITOS DA MORAL, CUMPRIR RIGOROSAMENTE AS ORDENS DAS AUTORIDADES A QUE ESTIVER SUBORDINADO E DEDICAR-ME INTEIRAMENTE AO SERVIÇO DA PÁTRIA, AO SERVIÇO POLICIAL MILITAR, À PRESERVAÇÃO DA ORDEM PÚBLICA E À SEGURANÇA DA COMUNIDADE, MESMO COM O SACRIFÍCIO DA PRÓPRIA VIDA”.

      Excluir
  2. "Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade." (Provérbios 12.20)

    ResponderExcluir
  3. DEPOIS DIZ A PMERJ QUE ESTA SEM DINHEIRO,OU MELHOR VERBA PRA TUDO,2,5 MIL O QUE REAIS OU DOLARES DEVE SER DOLARES,ACHA QUE BARBUDO,VAI QUERER REAL,QUANDO ELE FOR TROCAR POR DOLARES,VAI SAIR PERDENDO DINHEIRO.UM SNAPER ESTA NA ALMA,NO SEU DEDO,VISAO NAO EM CURSO QUE ADIANTA ENSINAR ALGUEM SE ELE USAR OCULOS,SNAPERS E SEMPRE UM SNAPERS.BRASIL.

    ResponderExcluir
  4. PURA HIPOCRISIA, SERÁ QUE NÃO TEM ALGUÉM ESPECIALIZADO NO BRASIL PARA TRENAR OS PPMM DI RJ DE JANEIRO, O MINISTÉRIO PUBLICO DEVERIA PROCURAR INVESTIGAR QUANTO ESSE CIDADÃO AMERICANO ESTÁ RECEBENDO PARA TREINAR OS PPMM, O ESTADO PAGA UM SALÁRIO MISERAVÉL AO POLICIAL ATRASA O PG DO RAS E POEIS MAIS TEM $$$ PARA PAGAR ESSE ESPECIALISTA EM TIRO, TREINAR OS PPMM NO ESTANDE É MOLE MANDA ELE TREINAR OS PPMM DENTRO DAS FAVELAS,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem, o cara é bom mesmo, no Brasil você só vai achar embusteiro...

      Excluir
    2. O COMPANHEIRO TER TEM NAO E MELHOR TER UM ESTRANGEIRO DA DESTAQUE,QUE UM BRASILEIRO TEMOS MUITOS NAS NOSSAS FORÇAS ARMADAS,OU SERA AMBAS AS FORÇAS ARMADAS NAO GOSTA DA PMERJ,ALO FORÇAS ARMADAS NAO DEIXE ESTRANGEIROS LEVARNA MENTE QUE BRASILEIRO E INESPERIENTES.OU BURROS.BASTA

      Excluir
  5. CARA COMPANHEIROS APROVEITEM PARA PERGUNTAR QUAL E O VALOR DO SALARIO DELE, COM CERTEZA VCS FICARAM ENVERGONHADOS DOS SEUS SALARIOS DIANTE DO DELE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PRIMEIRO FOI UM MAJOR QUE APARECEU NA POLICIA E DEPOIS DESCOBRIU QUE ELE NAO ERA MAJOR DE FORÇAS ARMADAS NENHUMA,LA NO 6 BPM TIJUCA EU VIA ELE TODO DIA,UMA VEZ QUANDO BATI CONTINENCIA PRA ELE E ELE NAO SOUBE RETRIBUIA A SAUDAÇAO DO MILITAR AI FIQUEI EM DUVIDA E DEPOIS VEIO A BOMBA ELE NAO ERA NADA,E ESSE BARBUDO FOI INVESTIGADO PELA POLICIA FEDERAL.

      Excluir
  6. Anarquista Revoltado18 de março de 2015 09:00

    Essa polícia é uma falacia, esta parecendo picadeiro de circo com os seus palhaços, totalmente na contra mão dos princípios que norteiam a verdadeira segurança pública, ao invés de capaciatr os policiais despreparados e desestimulados, que trabalham nas ruas com o contato direto com a população que clama por segurança , fica rendendo homenagem a um gringo que se diz o " Melhor dos Melhores". A sociedade esta cada vez mais insegura, os números da violência aumentando, os "fora da lei" com muitos direitos, e o cidadão de bem com muitos deveres, esta tudo caminhando para uma revolução ou uma guerra civil, o ultimo a sair feche a torneira e apague a luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos Estados Unidos da América, o Policial pode atirar quando alguém coloca sua vida em risco. No Brasil, a "Justiça" diz que o Policial tem que esperar o bandido atirar primeiro! Parece piada, mas é a nossa realidade. Aqui, em vez de protegerem a Polícia, protegem os criminosos! Crimes praticados contra Policiais norte-americanos têm Pena de Morte ou Prisão Perpétua. Crimes praticados contra Policiais brasileiros ficam impunes, ou seja, os marginais ganham novas chances de voltar a praticá-los. O Brasil é o paraíso dos vagabundos, é o país dos bandidos!

      Excluir
  7. Abaixo assinado para que assassinos de Policiais sejam submetidos a responder por crime hediondo, assine no link: http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR77680

    ResponderExcluir
  8. É o Chuck Norris??????????

    ResponderExcluir
  9. quanta dor de cotovelo. Nem sequer leram o texto...mas eu deixo aqui pra vcs de novo...Os cursos de capacitação ministrados pelo “Instructor Zero” são requisitados por forças policiais de todo o mundo, e cada treinamento custa, em média, US$ 2,5 mil por aluno. No entanto, o curso para a Polícia Militar do Rio de Janeiro foi oferecido GRATUITAMENTE.

    ResponderExcluir
  10. Isso parece um paradoxo, o cara é o papa dos papas admira o serviço desempenhado por ele e por conta disso se propõe dar curso no 0800... Sem entrar no mérito da capacidade ou não do instrutor, pois seria leviano em tal afirmação, tendo em vista que não o conheço, é fato que a PMERJ possui uma tropa de elite reconhecida até pelo gringo,no entanto não usa os conhecimentos desta para treinar os integrantes da corporação e ainda faz propaganda dos conhecimentos do cara como se ele fosse resolver todos os problemas da segurança pública do Estado com um mísero treinamento de tiro, como se num passe de mágica tudo estivesse resolvido. Fala sério, não é mesmo!

    ResponderExcluir
  11. Ponto de vista é igual gosto. Cada um tem o seu. Cada qual, tem seus argumentos e os acham corretos. Instructor Zero é ótimo. O acompanho há muito tempo. As intenções dele foram as melhores possíveis. Ele tem fama e dinheiro. Não precisa usar a gloriosa PMERJ para se promover. Não só na PMERJ como em TODAS as PM, existem tropas especializadas como também policiais com pouca qualificação para exercerem suas atividades. Como em qualquer profissão, existem médicos, enfermeiros, pedreiros, políticos dentre outras que trabalham bem enquanto outros não. Claro que não é com um curso de um dia que um policial irá se tornar melhor ou não. É necessário um treinamento continuado. E isso é obrigação do estado. Investir em seus recursos humanos. Vejo na PMERJ muitas ( não todas ) viaturas maravilhosas, porém, armas com aspectos velhos e o material humano - O MAIS IMPORTANTE - sendo cada dia mais desvalorizado, menosprezado, diminuído, mal remunerado. Nosso povo é hipócrita. Existe um ditado que eu não concordava muito com ele, mas, agora já mudei de idéia: Cada cidadão, tem a polícia que merece. Quando a barriguinha dele dói, esquece até de Deus e lembra da polícia. No meu estado (MG), não é diferente também. O policial faz uma reciclagem a cada dois anos, onde efetua menos de 25 disparos de arma de fogo. O poder público só vê nossa importância sobre os palanques eleitorais. Triste.

    ResponderExcluir
  12. Era só me chamar adsumus Brasil técnicas de tiro melhor que do barbudo.

    ResponderExcluir