sábado, 21 de março de 2015

POLICIAL REAGE A ASSALTO, MATA O BANDIDO E É PRESO

Um sargento do 16º BPM (Olaria) foi preso ontem por agentes da Divisão de Homicídios acusado de executar um bandido na Pavuna. O sargento Singelo foi surpreendido por três criminosos quando saía de casa, na Rua Beni Carvalho e trocou tiros com os assaltantes. Um dos bandidos, identificado como Alex de Melo Câmara, ficou ferido. Segundo o delegado Pablo Rodriguez, o PM ainda disparou mais um tiro à queima roupa quando o homem já estava rendido.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, “o relatório de local da DH apontou que depois que estava caído no chão com seis tiros, ele foi baleado mais três vezes, (ombro, clavícula e nuca), a curta distância. A perícia do veículo do policial revelou que dos 15 tiros, 12 foram disparados de dentro para fora. Diante da situação, o delegado entendeu que houve excesso por parte do PM na legítima defesa”.


Sobre a Prisão do Policial que aconteceu mais cedo, segue abaixo a dinâmica do fato que recebemos sobre o caso.
RESUMO  DO CRIME:
Trata-se de registro de ocorrência confeccionado para apurar os crimes de tentativa de latrocínio e homicídio praticado com excesso na legítima defesa ocorrido no Bairro da Pavuna, Rio de Janeiro.

Segundo informado inicialmente, o Policial Militar Sgt CLÁUDIO FARIAS SINGELO, R.G. 71.414, lotado no 16º Batalhão da Polícia Militar estava saindo de sua residência, localizada XXXXXXXXXXXX, na data de ontem, por volta das 19:30 horas, a bordo de seu veículo da marca Toyota, modelo Corolla, de cor azul e placaXXXXXXXXX, Rio de Janeiro – RJ, quando foi abordado por alguns marginais que ocupavam um veículo da marca Hyundai, modelo Tucson, de cor escura e placas não anotadas.

Com armas em punho, os marginais anunciaram o assalto, oportunidade em que se iniciou um intenso tiroteio entre eles o Policial Militar Sgt CLÁUDIO FARIAS SINGELO.

Sem sair do carro, o Policial Militar Sgt CLÁUDIO FARIAS SINGELO efetuou diversos disparos de arma de fogo, com sua pistola da PT840, da marca Taurus, calibre .40, na direção dos criminosos, no mesmo instante em que os criminosos efetuaram disparos na direção do Policial Militar.

Durante o confronto, o marginal ALEX DE MELO CÂMARA foi alvejado por disparos de arma de fogo efetuados pelo indiciado e caiu ao lado do veículo deste.
Ato contínuo, os demais marginais ainda não identificados empreenderam fuga no veículo da marca Tucson, no sentido da Rua Engenheiro Roberto Samson.
Após sair de seu veículo, o Policial Militar CLÁUDIO FARIAS SINGELO encontrou com a vítima caída no chão e efetuou novos disparos na direção do marginal, disparos estes que culminaram com o morte de ALEX DE MELO CÂMARA.
Após o fato, o Policial Militar CLÁUDIO FARIAS SINGELO acionou a Central da Policia Militar (190) para informar o ocorrido, ocasião em que a Divisão de Homicídios foi acionada.
Equipes desta especializada estiveram no local do fato, e no momento da realização da perícia criminal, puderam constatar a presença de dois disparos de arma de fogo efetuados a curta distância, na região da clavícula e do ombro direito, assim como um disparo “encostado” na nuca da vítima (vide fotos – recognição visuográfica), levando a conclusão de que a mesma foi executada após receber os primeiros disparos de arma de fogo.
Diante dos fatos, bem como da conclusão da equipe pericial de que houve excesso na conduta do indiciado, inicialmente protegida pela instituto da legitima defesa, não restou melhor sorte a esta Autoridade Policial a não ser dar voz de prisão em flagrante para o Policial Militar Sgt CLÁUDIO FARIAS SINGELO, pelo crime de homicídio praticado em desfavor do nacional ALEX DE MELO CÂMARA.

72 comentários:

  1. quer dizer: o correto e ou trivial seria o policial ser EXECUTADO e estaria tudo certo.vai tomar no CU autoridade policial que considerou excessiva legitima defesa prendendo o policial . pqp até quando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. Bandido bom é bandido morto, proteja um dia chegará sua vez de ser assaltado

      Excluir
    3. É uma pena o Senhor Sargento Cláudio não ter abatido os demais criminosos, chega de demagogia, lugar de bandido é na cova

      Excluir
    4. Eu também acho que bandido bom é bandido morto, mas sem enveredar para nenhum partido, o colega errou quando assassinou o meliante que já se encontrava alvejado e fora de combate, QSL? provavelmente este elemento não ia sobreviver, a conduta correta nesta situação era perseguir os outros meliantes e acionar reforço.

      Excluir
    5. O sgt fez tudo certo,mas errou ao executar o mala,pois ele fez o papel de juiz e executor,se todos agirem assim oque será desse mundo?
      Ele tem que ser preso sim e parabéns ao delegado!

      Excluir
    6. Vamos deixar de demagogia, enquanto pessoas pensam igual vc a bandidagem vem crescendo assustadoramente, roubando e principalmente matando pessoas inocentes, e logico que so matam os mais fracos, vc não ve bandido matando jornalista, politico, por que esses bandidos são uns cagões, sabem que se matar um jornalista ou um politico , no outro dia são mortos, Porque vc ta defendendo esse bandido? Seria muito bom eu ver vc numa situação dessa e depender de um policial, se fosse eu, deixava vc morrer.

      Excluir
  2. SE O POLICIAL MORRECE PELAS MÃOS DOS BANDIDOS SERÁ QUE OS BANDIDOS FICARIAM PRÊSOS? EU DUVIDO. NO RJ NÓS ESTAMOS PASSANDO POR INVERÇÃO DE VALORES ONDE A BANDIDAGEM ESTÃO TENDO MUITO MAIS VALOR DO QUE A POLÍCIA MILITAR DO RJ.

    ResponderExcluir
  3. ISSO É UMA POUCA VERGONHA PARA NOSSA POLICIA MILITAR UM DELEGADO SE EXCEDER E POR UM POLICIAL PREZO AO ENVÉS DE PRENDE LO TERIA QUE TER UM RECONHECIMENTO PELO SEU SERVIÇO PRESTADO MESMO SEM ESTA DE SERVIÇO CADE OS CHEFE DE SEGURANÇA PUBLICA PARA REVER ESSA SITUAÇÃO SE O TERMINO FOSSE AO CONTRARIO HOJE O GOVERNO ESTARIA ENTREGANDO UMA BANDEIRA PARA A FAMÍLIA DO SARGENTO, SE ISSO FOSSE COM UMA PESSOA QUE NÃO FOSSE MILITAR HOJE PODERÍAMOS ESTA ENTERRANDO UMA FAMÍLIA SE OUVE EXCESSO NO CASO ESTA SENDO DO DELEGADO AO INVÉS DESSE CIRCO PORQUE ELE AINDA NÃO PRENDEU OS OUTROS DOIS MELIANTES
    SARGENTO EU E MINHA FAMÍLIA TE DESEJAMOS PARABÉNS PENA QUE NOSSOS LIDERES DO GOVERNO NÃO PENSAM ASSIM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Medo meu companheiro.eles tem medo de bandido preso ,voce ainda quer que eles prendam o bandido solto.kkkkk nunca.

      Excluir
  4. Isso é um absurdo. Vagabundo tem mais direito que o Cidadão. Policial em legítima defesa vai preso. Onde vamos parar?

    ResponderExcluir
  5. ESTAMOS NUMA GUERRA EM QUE SÓ OS BANDIDOS PODEM MATAR POLICIAIS?

    Em qualquer lugar do mundo (com exceção do Brasil), se alguém ataca um Policial, dificilmente sairá vivo, pois a Polícia atira e ninguém questiona a ação dos agentes da lei! Lá fora, a Polícia está amparada e tem o apoio de toda a sociedade. Aqui, o Policial não pode nem se defender! O Sgt PM Singelo está sendo prejudicado injustamente, pois ele quase morreu naquela troca de tiros (era ele contra três criminosos). É importante observar o estado emocional do PM naquele momento. O advogado dele vai trabalhar em cima disso.

    ResponderExcluir
  6. Porra tres marginais contra um policial,então delegado o policial estava em diferença numerica, e o sr. ainda defende o vagabundo... so o inferno pra receber esses demonios e quem defende esse pilantra.

    ResponderExcluir
  7. Perguntas que não querem calar:

    Se ele fosse um delegado, o tratamento seria o mesmo?
    Se os bandidos efetuassem o assalto e o PM não atirasse, ele estaria vivo?

    ResponderExcluir
  8. E aonde estão os coroneis falastrao?
    Aonde anda o secretario de segurança?
    Aonde esta o direito de defesa do olicial?

    ResponderExcluir
  9. Tenho certeza,se na circunstância dos fatos,se fosse um policial civil, este delegado agiria desta mesma forma?Claro que não,jamais prenderia seu agente e seria alegado legítima defesa,é de causar estranheza que a prisão do policial se deu logo após ser feita a perícia do local,pois os laudos demoram a serem concluídos muitas vezes por mais de 30 dias.pois este DELEGADO,analisou,concluiu e julgou toda a circunstância que se deu os fatos e assumiu a competência jurídica de condenar o Sgt PM.este procedimento para meu entendimento chama-se "Abuso de poder e Autoridade policial",Onde está a figura do Secretário de Segurança deste Estado,vai ficar de braços cruzados e omisso,tem que intervir sim nessa Prisão Ilegal !!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e você imbecil, após sofrer um assalto, com certeza se não fosse morto, seria encontrado todo cagado de medo, pois em uma hora dessas qualquer um tem medo de morrer, e a reação para que sabe superar este medo, faz a diferença entre a vida e a morte, covardes com você, que conseguem legitimar a ação de bandidos em um assalto a um Policial Militar, que em vez de se assaltado tivesse visto você ser assaltado, teria defendido a sua vida, arriscando a própria, e pelo modo como você escreveu, ainda assim salvando sua vida, estando você ali perto da morte, todo cagado de medo, ainda assim você seria capaz de defender os bandidos, gente como você é que fazem tudo ficar cada vez pior, fazem os valores serem invertidos, não desejo mal a ninguém, mas se um dia você for assaltado, não se esqueça de seus pensamentos e opiniões no dia de hoje, não chame por ajuda não ligue para a PM.

      Excluir
    2. A resposta foi para local equivocado, desconsidere.

      Excluir
    3. Imbecil é quem não sabe o que é MODERADAMENTE.
      Art. 25 do CP - "Entende-se em legítima defesa quem, usando MODERADAMENTE dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem.(Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984).
      Aprendam imbécis, https://aribeiroadvogado.wordpress.com/.../delegado-mata-um-e-fere-dois.
      Chutar cachorro morto é fácil. Direitos Humanos é para todos.

      Excluir
  10. Esse delegado está querendo aparecer,deve ser do PT.

    ResponderExcluir
  11. Concordo com anonimo das 04.23 muito simples punir PM e mole quero prender civil esse del deve pactuar com o crime ou o vagundo morto seria seu sócio delegado de bosta que aparecer

    ResponderExcluir
  12. O SGT SINGELO FOI VÍTIMA DE ASSALTO E TIROS FORAM DISPARADOS PELO BANDIDO EM SUA DIREÇÃO! ERA UMA SITUAÇÃO DE "MATAR OU MORRER". PORTANTO, É MUITO DIFÍCIL TER "FREIO" NAQUELA SITUAÇÃO! NINGUÉM TEM O DIREITO DE ASSALTAR E ATIRAR EM NINGUÉM! O POLICIAL QUASE PERDEU A VIDA POR CAUSA DESSES MARGINAIS E AGORA ESTÁ SENDO ACUSADO? O ADVOGADO VAI TER QUE FALAR BEM PARA MOSTRAR AOS JURADOS QUE ELE FOI UMA VÍTIMA, COMO OS CIDADÃOS COMUNS SÃO. O POLICIAL É UM SER HUMANO E TEM FAMÍLIA, É UM SERVIDOR, UM HOMEM DO BEM. O BANDIDO QUE ATIRA EM ALGUÉM PARA MATAR DEVERIA SER CONSIDERADO VÍTIMA? CLARO QUE NÃO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Delegado fez o seu papel: Cumpriu a Lei! Porém, seu extremo zelo fortalece cada vez mais a marginalidade. Isso só reforça a tese de que no Brasil o crime compensa. Para o criminoso, a Lei funciona corretamente, sempre que seja em sua defesa - Para puni-lo, nem sempre! E quem faz Lei nesse Pais? Na maioria das vezes, são os "colegas de luxo dos marginais". Esses não pegam nas armas, mas de caneta em punho, alimentam esse estado de coisas. Por isso tantos se aventuram na prática de crimes violentos no Brasil. Em determinados momentos, a lucidez e o bom censo da autoridade fazem a diferença. Provavelmente esse Delegado jamais tenha sentido na pele o que é ser atacado por "bichos com corpos e roupas de humanos". Se isso já tivesse ocorrido com ele, provavelmente tivesse "feito a diferença", nessa ocorrência. Esses animais não poupam ninguém e o Sargento não seria poupado. Imaginem a adrenalina desse militar, que acabara de enfrentar o tripulo de forças, em combate pela defesa de sua própria vida. Quem é que vai raciocinar dessa forma que a Lei exige, diante de uma circunstância dessa? O militar agiu em ato contínuo. Não se tem como medir excessos numa situação dessas. Tenho certeza que o poder Judiciário e a sociedade terá outra visão para esse fato.
      Esses e outros fatos demonstram o porque de tanta gente indo para as ruas protestar. São pessoas de bem, que não aguentam mais viver dessa forma.
      Temos uma Presidente que se indispôs com outro Pais (Indonésia), em defesa da vida de um traficante, por ter ele confundiu o solo no qual teria liberdade para praticar seus crimes. Disse para todo o mundo, nas entrelinhas, que lugar de criminoso é no Brasil. O italiano Cesari Battisti esta aqui para comprovar.
      Quem é contra tudo isso é chamado de golpista.

      Excluir
  13. Resta saber quantas vezes um Policial Militar precisa ser alvejado para poder reagir. Para o delegado da Polícia Civil, dez é pouco!

    Isso tem que parar!!! Quem perde é a sociedade e a própria Polícia. Policiais Militares estão morrendo nas mãos dos bandidos. Quando um consegue se defender, é acusado???

    ResponderExcluir
  14. ESSA POLICIA CIVIL, É DE FATO UMA VERGONHA PARA A SOCIEDADE, ALÉM DE NÃO PRENDER OS BANDIDOS, AINDA PRENDE OS POLICIAIS, QUE VERDADEIRAMENTE TRABALHAM EM PROU DA SOCIEDADE, ESSE DELEGADO É QUEM DEVERIA SER PRESO.

    ResponderExcluir
  15. Anarquista Revoltado22 de março de 2015 12:17

    Queremos ouvir a opinião do Secretário de Segurança Sr. José Beltrami, e o Chefe de Polícia Civil Sr. Fernando Veloso, que alguns dias atrás marcaram presença no funeral de um Policial Civil, assassinado covardemente por marginais, que pela atitude do seu subordinado não se sensibilizaram. Como cidadãos de bem estamos ávidos a saber, e principalmente entender, os critérios que levaram o ilustre doutor delegado da DH, a chegar a conclusão de que o PM na defesa da própria vida e da sociedade cometeu excesso se no momento da injusto ato de violência perpetrado por marginais, eram 3 contra 1, e que do evento ocorrido culminou na morte de um dos meliantes, sem ferir nenhum inocente, não trazendo qualquer prejuízo para sociedade. Esse Delegado foi muito infeliz na sua decisão, não sabemos se ele nutre alguma mágoa pela Polícia Militar ou se agil na sincera imparcialidade que sabemos que não existe, dessa forma ele só legitima a ação de marginais da lei, em desfavor da sociedade. Ele só esqueceu que esta no Rio de janeiro, e que os mesmos marginais que ele poupa hoje, amanhã poderá ser a próxima vitima deles. Portanto, Doutor reveja seus conceitos e avaliações, a sociedade clama por segurança, e que sua atitude não se repita. Decisões precipitadas podem induzir à equívocos que podem macular a sua carreira ad eternum,e agora temos que aguardar para ver se essa sua atitude vai passar pelo clivo do Ministério Público, nosso fiscal da lei. " QUEM POUPA O LOBO, SACRIFICA A OVELHA."

    ResponderExcluir
  16. NA VERDADE O SGT PM TERIA QUE RECEBER MAIS UMA PROMOÇÃO ACIMA COMO ATO DE BRAVURA E NÃO SER PRESO COMO FOI. É O FIM DA PICADA, SÓ ACONTECE ESTAS COISAS NO RJ.

    ResponderExcluir
  17. Onde vamos parar?Temos que morrer para não ser preso,um absurdo,uma vergonha para nós cidadãos de bem, que vemos todos os dias os valores se inverterem,vagabundos sendo protegidos,agentes da lei que defendem a sociedade sendo presos injustamente e a sociedade ficando cada mais vulnerável a bandidagem.
    Parabéns ao policial,que DEUS continue te protegendo e a todos da segurança pública,exceto este delegado injusto que te prendeu.

    ResponderExcluir
  18. que saudades do general cerqueira,secretario de seguranca do ex gov.Marcelo alencar,esse pm ganharia bravura e pecunia,vgabundo bom e vagabundo morto,nos pms estamos so,sem comandante geral,que e um caveira feito nas coxas,sem sec de seguranca q so quer ficar rico.ja nao basta termos contra nos bandidos.e a maioria da sociedade,agora temos contra os delegados de policia civil,querem cargos politicos qnd se aposentarem,vao tudo tomar no c.seus merdas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Coronel Nilton Cerqueira, do Exército Brasileiro. Melhor Comandante Geral que a PMERJ já teve. Após General Nilton Cerqueira, melhor Secretário de Segurança do Estado. Muita gente na corporação não queria ser comandada por Oficiais do Exército. Principalmente os Oficias da PM. Saudade do tempo em que Polícia era polícia, e os bandidos sabiam disso.
      Abraço companheiro.

      Excluir
    2. IRMÃO,LEMBRO ATÉ HOJE UMA FRASE QUE O GENERAL CERQUEIRA DISSE UMA VEZ EM UMA ENTREVISTA DE TV,'MEU POLICIAL É QUEM ATIRA PRIMEIRO'.

      Excluir
    3. Em outra oportunidade, quando Comandante Geral da PMERJ, o Coronel EB Nilton Cerqueira, em entrevista sobre a morte de um marginal em confronto com a polícia, disse o seguinte: "O Soldado apenas puxou o gatilho, cumprindo minhas ordens. Quem matou esse vagabundo, fui eu. Quem quiser que me responsabilize".

      Excluir
    4. A troca de Comando do Coronel Cerqueira EB (Nilton Cerqueira), pelo Coronel PM Cerqueira (Carlos Magno N. Cerqueira), foi o início da vitória do crime sobre a polícia. A partir daí começou esse negócio de Polícia cidadã e outras viadagens mais. A coisa foi afrouxando, até chagar a essa situação: O bandido tá sempre certo! Errado é o policial que se intromete no trabalho deles.

      Excluir
  19. quero ver e eles prenderem tao rapido,os bandidos que mataram os pms so este ano,tao nem ai,nao da foco pra eles,vc que tinha que ser preso seu merda, cuzao,deve ser ganso,tinha que ser investigado esse fdp.

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. realmente estamos so,sem cmt geral,sem sec de seguranca;e delegados a favor de bandidos.o policial estava em legitima defesa,adrenalina alta e sobre fortes emocoes,poderia ate responder sim em liberdade,mas se tivesse morto,o delegado ia gostar ne,pena ele nao aparecer na hora do tiroteio,se nao ganhava um tiro nos cornos tambem,pra deixar de ser cuzao,seu merda

    ResponderExcluir
  23. O POLICIAL EXECUTOU COM DOIS TIROS A QUEIMA ROUPA, APÓS O MESMO JÁ TER SIDO ALVEJADO. VEJA AS FOTOS:

    http://coturnocarioca.blogspot.com.br/2015/03/sobre-prisao-do-policial-militar-que.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 22 de março de 2015 16:00

      Eu também seria preso e vou ser preso sempre, conheci o SINGELO no 16 BPM e isso não vai ficar barato a família dele tem uma boa condição e com certeza ele deve ter um bom advogado,se você tivesse numa situação dessa,pelo visto você deixaria este bandido levantar tomar a sua arma e ainda te matar seu otário,se fosse um Policial Federal ou mesmo Civil e até mesmo um Rodoviário,tenho certeza que esse Delegado não teria fundamentado a sua decisão desta forma,e pasmem em tempo recorde,agora tomem vergonha e quando solicitados pela essa PCERJ de merda, deixem eles se fuderem,pegou um PCERJ no erro, prisão neles,é a lei de talião,"olho por olho ,dente por dente",certo, fez aquele Sargento que foi chamado em auxílio dos P.Civis e abriu o verbo,manda eles chamarem,CORE,DRACO,DRFA,DRFC E OUTRAS DRs deles,tem um monte de Mauricinho que entra para a PCERJ,somente de ponte para outras carreiras Públicas,na hora do sufoco eles se cagam de medo,não retrocedam,é bala nesses vagabundos,é melhor ser preso do que ser carregado por 4 e ter aquela bandinha tocando e uma bandeira no seu enterro,e o pior sua família e filhos aos prantos,FORÇA E HONRA!

      Ass: SUBTENENTE PMERJ

      Excluir
    2. EXECUTOU? e dai? vagabundo tem mais é que ser humilhado e mandado pro inferno mesmo, quando faz isso com pm nunca um traste como você vem com esse discurso de fds...

      Excluir
  24. A atitude desse Dr. Del pol foi um de serviço para a sociedade e fortalecendo a criminalidade faz com que os pretensos criminosos se sintam a vontade para.assaltar, roubar, matar. Será Vossa Excelência não entendeu a dinâmica dos fatos? As circunstâncias? 16 tiros no carro, quem deixaria um merda desses vivo???

    ResponderExcluir
  25. A hora que o pilantra tomar de assalto o cafufu dele aí ele arria as calças é dá o redondo para o vagabundo e depois chama a Pm!

    ResponderExcluir
  26. eu não sou brasileiro sou um carneiro manso, acostumei-me viver com o absurdo e a estupidez humana , antes vivíamos nas senzalas hoje vivemos num hospício social a céu aberto.
    Antes tínhamos pão e circo hoje temos cerveja e bunda
    Não quero falar mal do meu próximo ,prefiro falar mal de mim mesmo eu me sinto um bosta nessa fossa social
    Para meu conforto deram-me um remédio chamado alienação, pois então tenho carnaval , futebol,putaria, álcool
    farinha,esgoto que sai quando ligo a tv , promessas dos nossos representantes e uma divida publica impagável
    por favor não me de importância , porque apenas sou um BOSTA DE UM BRASILEIRO

    ResponderExcluir
  27. BOA NOITE COMPANHEIROS,ESTE FATO DEVERIA SER ANTES ANALIZADOS PELAS DUAS POLICIAS,SEI QUE A PEICIA NAO VAI QUERER FICAR PRESO PELO JUIZ POR OCULTAÇAO DE PROVAS,SEI QUE DIFICIL SE CONTROLAR NO MOMENTO,QUALQUER UM PODERIA FAZER ISSO NO NERVOSISNO NA HORA FICAMOS FORA DO AR,DEVIDO AOS FATOS DE QUE ELE O SARGENTO PODERIA MORRER,SEI COMO FUNCIONA A PERICIA,ELA NAO PODE SER OCULTADA,MAS APRECIADA DE IMEDIATO POR UM JUIZ DE DIA SE CASO TIVER ISTO NO FORUM, AGORA OS BANDIDOS SERA QUE TERAM MAIS FORÇA APOS ESTE EPISODIO.LAMENTO OS FATOS.QUE UM BOM JUIZ PEGUE O CASO DELE.

    ResponderExcluir
  28. Vão ler um pouco sobre Direito Penal e Medicina Legal. O delegado não tinha outra opção senão prender o Sargento, após conclusão da Perícia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 22 de março de 2015 21:59

      Quem tem que ler sobre Direito é você seu otário,'matar um cadáver não constitui ofensa ao bem jurídico vida',trata-se de 'crime impossível',gostaria de saber,como a Polícia Civil, chegou a uma conclusão tão rápida sem ao menos terem uma autópsia mais detalhada no corpo do bandido,como também,se quando foram feitos os disparos pelo policial,se o bandido encontrava-se morto ou não,geralmente essa conclusão não fica pronta em menos de 30 dias,você não deve saber nem o que significa 'tiro encostado',ninguém sabe ao certo o que ocorreu,o policial poderia muito bem ter entrado em luta corporal com o bandido,e por isso o tiro a curta distância,agora é prático para você vir aqui e querer fazer gracinha mencionando Direito Penal e Medicina Legal,sem ao menos saber o que aconteceu.
      Se a lei realmente fosse cumprida nesse país,como você preconiza no nosso Direito Brasileiro, nosso país estaria uma maravilha,na realidade vemos o contrário,e os bandidos continuam soltos, vide nosso Congresso Nacional e casos como deste policial,que país é esse ,aonde somente bandido pode se exceder,a ação do policial foi proporcional e legítima, a violência que ele sofreu,quando foi atacado por 3 bandidos,ninguém cogitou,o caso desse esse vagabundo levantar e ainda tentar matar o policial,queria ver o que você iria comentar aqui,e se o nosso Código Penal arcaico,seria citado na morte deste policial,você não deve passar de um estudante de Direito no início de faculdade,no decorrer e com os estágios, verás que no Direito existem diversas divergências doutrinárias e que para sacanear o PM e outras pessoas,eles atropelam tudo,na teoria é bacana ,na prática mudo muito,nossa CRFB/88 é violada diariamente,diante disso, cabe aos prejudicados, tentar a sorte nas instâncias superiores ,para reparar as injustiças praticadas pelo Juiz de primeiro grau,essa é a nossa Justiça 'Dura lex sed lex' ,somente para alguns.

      Ass. GLADIADOR SUBTENENTE PM

      Excluir
    2. Esse lixo que esta dizendo isso subtenente deve ser da mesma laia que esses bandidos. Quem defende bandido como esse otario come no mesmo coxo...!!!

      Excluir
  29. ATENÇÃO POLICIAIS MILITARES,EXCESSO SÓ PARA BANDIDOS E TENHO CERTEZA ABSOLUTA SE FOSSE UM POLICIAL CIVIL ELE NÃO TERIA ESSE DESTINO DO PM,SÓ ME RESTA AGORA SER PRESO NO EXCESSO COMO ESSE GUERREIRO SEMPRE QUE EU FOR ATACADO POR ALGUM BANDIDO,PODE ME PRENDER A VONTADE,MELHOR CHORAR AS MÃES DESSES VAGABUNDOS SEMPRE!

    ResponderExcluir
  30. senhores: para ciencia de vcs, recentemente um delegado de 1 classe foi cercado dentro de um tribunal por 18 falsos evangelicos que o atacaram apos a audiencia contra um deles, e para não morrer, sacou e disparou um vez, atingindo um deles de raspão. Pois bem, apresentou-se espontaneamente na 12 DP, entregou sua arma, e mesmo assim foi preso e autuado em flagrante, por tentativa de homicidio. Perdeu a titularidade, esta respondendo criminal e administrativamente e com sua vida em frangalhos, tudo porque nao queria morrer, e estava send0 ameaçado junto com sua filha. Pois bem, isso e para mostar que nao acontece covardia so com vcs, devido a termos hoje na PCERJ delegados que tem medo da midia e do MP/Judiciario. Falta de experiencia e falta de peito, ate o dia que eles forem as vitimas e precisarem reagir. Enfim: serenidade e temperança e peço em nome da PCERJ que nao generalizem, pois toda generalização é burra, Vamos permanecer juntos pois so assim poderemos sobreviver a essa tempestade de omissão.

    ResponderExcluir
  31. MUITOS...MUITOS POLICIAIS ASSASSINADOS...E QUANDO UM POLICIAL MATA UM BANDIDO..UNS DELEGADOS DE MERDA AINDA TEM CORAGEM DE PRENDER O POLICIAL QUE REAGE...ALEGA EXCESSO NA LEGITIMA DEFESA...QUERO VER OS TAIS DELEGADOS..SEREM ENCURRALADOS...A ADRENALINA E MUITA...ELE NÃO TEM NOÇÃO...UM TIRO OU DEZ TIROS..É O MOMENTO..É A LEI DA SOBREVIVÊNCIA..BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO !!!

    ResponderExcluir
  32. MARCELO FREIXO VAI ENTRA COM PROCESSO CONTRA SGT SINGELO PELA MORTE DESSE BANDIDO..

    ResponderExcluir
  33. o problema foi o tiro na nuca...

    ResponderExcluir
  34. isso aeh... vao expulsando mais e mais pms... e depois vai achando que todos vao vender gas e cachorro quente.... prestem atençao no que estao fazendo... mau policial... ou ultra mal ex-policial ?

    ResponderExcluir
  35. Dois pesos, duas medidas. Quero só ver se fosse um bunda rachada desses PC se o Bunda Rachada do Delegado tomaria a mesma decisão, provavelmente não.
    Esses "PULIÇAS" ficam atrás dos bolcões de suas DP e desconhecem a realidade do RJ, quando se deparam com uma situação de perigo, se borram todo e rezam para aparecer a PM, mas, quando estão por trás dos balcões de suas barracas fazem de tudo para nos prejudicar.
    Isso é bom para PM, que via de regra executa funções que dizem respeito a essa instituição, só para manter um "bom" relacionamento com seus integrantes. Meus caros, é cada um no seu quadrado, cada um que lamba o seu sal, cada um que exerça sua função. Bom relacionamento e o CRLH.
    Esses caras só pensam em nos ferrar, será que ninguém enxerga isso? Quando eles estivem fora das barracas e na merda e nos pedirem arrego, mandem eles para o caralho.

    ResponderExcluir
  36. Não adianta,é batom na cueca,o pm cometeu excesso e vai ter que pagar.Na realidade o pm foi burro,e se alguém estivesse filmando?Trocou tiro,baleou o vagabundo,os outros correram e ele vai dar tiro de confere?Se fudeu............

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NAO TENhO ESTOMAGO PARA OUVIR UM COMENTARIO DE UM IMBECIL COMO DESSE CARA QUE DDEVER TAMBEM CUMPLICE DE BANDIDO. ESSE DELEGADO DEVE TER UMA ENORME DOR DE COTOVELO POR NAO TER CONSEGUIDO SER UM POLICIAL MILITAR, INSTITUICAO SERIA E QUE PRECISA SER MUITO COMPETENTE PARA SER APROVADO NUM CONCURSO ATE CHEGAR A UM CORONEL. FOI PARA O CAMINHO MAIS FACIL...!!!

      Excluir
  37. O correto era esse policial receber os méritos por ter eliminado da sociedade mais um elemento perigoso. Bandido defende bandido... Quem botou esse policial na cadeia é bandido, tinha que morrer também! Esse país é um lixo! Quem gostou, gostou, quem não gostou dane-se.

    ResponderExcluir
  38. SE FOSSE UM POLICIAL CIVIL, DUVIDO QUE SERIA PRESO, POIS NESSE PAÍS NINGUÉM CUMPRE AS LEIS, E SÓ QUEREM CUMPRIR QUANDO É CONVENIENTE, E NESSE CASO FOI UM BANDIDO, QUE SAIU PARA ROUBAR E MATAR, E NÃO O PM, QUE SÓ SE DEFENDEU, POIS JAMAIS SAIU DA SUA CASA COM ESSA INTENÇÃO.

    ResponderExcluir
  39. O SOLDO DO SOLDADO PM ESTÁ ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO NOMINAL ou VIGENTE (R$ 788,00).
    O VENCIMENTO DO SOLDADO PM ESTÁ ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO (R$ 3.182,81).

    O salário mínimo teria que ser R$ 3.182,81 para garantir o básico, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas.

    "Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado." (Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra)

    Dieese: valor do salário mínimo deveria ser R$ R$ 3.182,81 para suprir despesas previstas na Constituição Federal de 1988. Portanto, o menor salário da PMERJ e do CBMERJ deveria ser de R$ 3.182,81 (três mil, cento e oitenta e dois reais e oitenta e um centavos).

    Caso o Governo do Estado queira cumprir o que determina a Carta Magna, o salário do SD PM será de R$ 3.182,81 (três mil, cento e oitenta dois reais e oitenta um centavos) mensais.

    ResponderExcluir
  40. Resumindo Senhores, enquanto isso em Brasilia os que roubaram bilhões, eu disse bilhões da PETROBRAS estão aê a maioria soltos usufruindo da grana e os que estão presos daqui a pouco estarão soltos e ricos, e a gente infelizmente discutindo a ação do colega, HIPOCRISIA, DEMAGOGIA e tudo mais, realmente esse Pais é uma merda mesmo cabei de crer.

    ResponderExcluir
  41. Ação de que colega? Do policial militar ou do Civil? Policial civil colega? Tá de sacanagem! São todos FDP.

    ResponderExcluir
  42. Esse delegado entende de Lei??? So pode ser louco um cara desses...!!!

    ResponderExcluir
  43. Das tres o Delegado nao gosta de Policial Militar por ser uma corporacao seria ou o Delegado nao entende de Lei mesmo ou 'e amigo do bandido. Alo Governador, alo corregedoria... isso e legitima defesa.... legitima defesa...legitima defesa (quantos tiros o ladrao deu??? )... queria saber se esse delegado tivesse no lugar desse heroi, ele ia arregar para o ladrao..Parabens Policial Militar... corporacao que merece muito respeito..(Detalhe; eu nao sou policial)

    ResponderExcluir
  44. NAO TENHO ESTOMAGO PARA OUVIR UM COMENTARIO DE UM IMBECIL DIZENDO QUE TEMOS QUE ENTENDER DE LEI. ESSE DELEGADO DEVE TER UMA ENORME DOR DE COTOVELO POR NAO TER CONSEGUIDO SER UM POLICIAL MILITAR, INSTITUICAO SERIA COM PESSOAS DE CARATER E FORMACAO E QUE PRECISA SER MUITO COMPETENTE PARA SER APROVADO NUM CONCURSO ATE CHEGAR A UM CORONEL. AI RESOLVEU PARTIR PARA SER DELEGADO. CAMINHO MAIS FACIL...!!!

    ResponderExcluir
  45. Merece ser condecorado. Parabéns, quanto menos bandido melhor.

    ResponderExcluir
  46. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  47. Repassando:


    Lembram do PM que matou o vagabundo que tentou matá-lo ???? Foi em Irajá em 2015.

    Lembra que o delegado o prendeu em flagrante ?

    Lembra que o PM ficou quase duas semanas preso?

    Pois bem... o MP, Titular da AÇÃO PENAL, pediu a absolvição do PM.




    Processo: 0087977-03.2015.8.19.0001
    3ª Vara Criminal - Cartório da 3ª Vara Criminal

    Assunto: Homicídio Qualificado (Art. 121, § 2º - CP), Inc. IV

    Autor: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
    Acusado: CLAUDIO FARIAS SINGELO

    Tipo do Movimento: Despacho em Audiência - Proferido despacho de mero expediente
    Juiz: ALEXANDRE ABRAHAO DIAS TEIXEIRA
    Data do despacho: 27/04/2016

    Descrição: Aos 27 dias do mês de abril de 2016, às 15h28, foi dado início à presente audiência, na sala de audiências deste Juízo, sob a presidência do MM. JUIZ Dr. ALEXANDRE ABRAHÃO DIAS TEIXEIRA, presentes o Ministério Público, a Defesa, acusado e as testemunhas Jad Ler Moreira e Jorge Ferreira da Silva. Ausentes as demais testemunhas. A presente AIJ será produzida por meio audiovisual, assim como regulamentado no art. 3º e seguintes da Resolução nº 14/2010 do Órgão Especial do TJRJ. O disposto no §6º, do art. 1º, da Resolução 16/2013, do TJRJ, será cumprido no corpo da sentença, o que facilita a apreciação das partes e no caso de eventual recurso por parte da Instância Superior. Neste ato, todos foram cientificados da utilização do presente recurso, nos termos do inciso VIII, do art. 3º da Resolução 14/2010 do OE do TJRJ. A seguir, as testemunhas Jad Ler Moreira e Jorge Ferreira da Silva foram ouvidas, conforme termos anexos. Pela Defesa foi dito que desiste da oitiva das testemunhas ausentes, por ora, não tendo havido oposição do MP. Ato contínuo, o acusado foi interrogado, conforme termo apartado.Já

    Dada a palavra ao MP foi dito que, finda a instrução probatória na primeira fase procedimental, a prova produzida sob o crivo do contraditório evidencia cabalmente que os tiros disparados pelo réu, os quais causaram a morte da vítima se deram em situação de legítima defesa posto que a vítima, na posse de uma arma de fogo, estava tentando roubar o réu juntamente com dois outros comparsas. Não é desprezível a qualificação profissional do réu, policial militar, que não raro diante de situações de crimes patrimoniais são executados tão somente por ostentarem a qualificação profissional de policial. Nesse contexto, a atuação de legítima defesa ainda mais se fez necessária. O relato das testemunhas que hoje prestaram depoimento esclareceu as circunstâncias de curta distância dos disparos registrado no laudo pericial, que apontou execução. Dessa forma, considerando-se que restou cabalmente demonstrada a presença de exclusão de ilicitude, opina o MP pela absolvição sumária do réu.

    Pela Defesa foi dito que encerrada a instrução criminal restou evidenciado que os disparos perpetrados pelo acusado que ocasionaram a morte da vítima foram efetuados de modo a revidar injusta agressão sofrida por este. Desta forma, considerando os depoimentos prestados pelas testemunhas na data de hoje, ficou esclarecido a dinâmica do evento no sentido de tal ação ter sido praticada em clara exclusão de ilicitude, qual seja a legítima defesa. Assim sendo, demonstrada cabalmente a referida justificante, requer a Defesa a absolvição sumária do réu.
    DECISÃO INTERLOCUTÓRIA: 1) Homologo a desistência; 2) Venham os autos conclusos para decisão. Nada mais ocorrendo, foi encerrada a presente às 15h52.

    ResponderExcluir
  48. Repassando:


    Lembram do PM que matou o vagabundo que tentou matá-lo ???? Foi em Irajá em 2015.

    Lembra que o delegado o prendeu em flagrante ?

    Lembra que o PM ficou quase duas semanas preso?

    Pois bem... o MP, Titular da AÇÃO PENAL, pediu a absolvição do PM.




    Processo: 0087977-03.2015.8.19.0001
    3ª Vara Criminal - Cartório da 3ª Vara Criminal

    Assunto: Homicídio Qualificado (Art. 121, § 2º - CP), Inc. IV

    Autor: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
    Acusado: CLAUDIO FARIAS SINGELO

    Tipo do Movimento: Despacho em Audiência - Proferido despacho de mero expediente
    Juiz: ALEXANDRE ABRAHAO DIAS TEIXEIRA
    Data do despacho: 27/04/2016

    Descrição: Aos 27 dias do mês de abril de 2016, às 15h28, foi dado início à presente audiência, na sala de audiências deste Juízo, sob a presidência do MM. JUIZ Dr. ALEXANDRE ABRAHÃO DIAS TEIXEIRA, presentes o Ministério Público, a Defesa, acusado e as testemunhas Jad Ler Moreira e Jorge Ferreira da Silva. Ausentes as demais testemunhas. A presente AIJ será produzida por meio audiovisual, assim como regulamentado no art. 3º e seguintes da Resolução nº 14/2010 do Órgão Especial do TJRJ. O disposto no §6º, do art. 1º, da Resolução 16/2013, do TJRJ, será cumprido no corpo da sentença, o que facilita a apreciação das partes e no caso de eventual recurso por parte da Instância Superior. Neste ato, todos foram cientificados da utilização do presente recurso, nos termos do inciso VIII, do art. 3º da Resolução 14/2010 do OE do TJRJ. A seguir, as testemunhas Jad Ler Moreira e Jorge Ferreira da Silva foram ouvidas, conforme termos anexos. Pela Defesa foi dito que desiste da oitiva das testemunhas ausentes, por ora, não tendo havido oposição do MP. Ato contínuo, o acusado foi interrogado, conforme termo apartado.Já

    Dada a palavra ao MP foi dito que, finda a instrução probatória na primeira fase procedimental, a prova produzida sob o crivo do contraditório evidencia cabalmente que os tiros disparados pelo réu, os quais causaram a morte da vítima se deram em situação de legítima defesa posto que a vítima, na posse de uma arma de fogo, estava tentando roubar o réu juntamente com dois outros comparsas. Não é desprezível a qualificação profissional do réu, policial militar, que não raro diante de situações de crimes patrimoniais são executados tão somente por ostentarem a qualificação profissional de policial. Nesse contexto, a atuação de legítima defesa ainda mais se fez necessária. O relato das testemunhas que hoje prestaram depoimento esclareceu as circunstâncias de curta distância dos disparos registrado no laudo pericial, que apontou execução. Dessa forma, considerando-se que restou cabalmente demonstrada a presença de exclusão de ilicitude, opina o MP pela absolvição sumária do réu.

    Pela Defesa foi dito que encerrada a instrução criminal restou evidenciado que os disparos perpetrados pelo acusado que ocasionaram a morte da vítima foram efetuados de modo a revidar injusta agressão sofrida por este. Desta forma, considerando os depoimentos prestados pelas testemunhas na data de hoje, ficou esclarecido a dinâmica do evento no sentido de tal ação ter sido praticada em clara exclusão de ilicitude, qual seja a legítima defesa. Assim sendo, demonstrada cabalmente a referida justificante, requer a Defesa a absolvição sumária do réu.
    DECISÃO INTERLOCUTÓRIA: 1) Homologo a desistência; 2) Venham os autos conclusos para decisão. Nada mais ocorrendo, foi encerrada a presente às 15h52.

    ResponderExcluir