segunda-feira, 11 de maio de 2015

Playboy pediu reforço de armas no confronto no morro da Coroa

Fú da Mineira está foragido desde 2013, quando recebeu autorização para visitar a família.

A Polícia Civil investiga se o traficante Ricardo Chaves de Castro Lima, conhecido como Fú da Mineira, comandou a invasão ao morro da Coroa, na região central do Rio. Ao menos seis pessoas morreram durante o fim de semana. 

Em uma suposta gravação, o traficante Celso Pimenta, o Playboy, pede aos companheiros de facção criminosa que redobrem a segurança no Morro da Coroa, para evitar a invasão de um bando rival. No áudio, ele solicita que os colegas usem pistola e granada para garantir a predominância da facção na comunidade.

— (...) a hora é essa pra fortalecer os amigos da Coroa. Uma pistola, um oitão, uma bala, uma granada... Quem puder fortalecer mano, vamos fortalecer mano, meus amigos. Não vamos deixar os caras do comando esculachar nossos amigos não, compadre.

4 comentários:

  1. EM UM PAÍS SÉRIO, ESSE MARGINAL JÁ TERIA SIDO MORTO OU APO9DRECERIA NA CADEIA, AQUÍ, ELES MATAM SÃO PRESOS PELA POLICIA, E VOLTAM PARA MATAR QUEM OS PRENDEU.

    ResponderExcluir
  2. Isso que me deixa puto!

    Um juiz vai e libera um cara condenado a quase 90 anos de cadeia pra visitar a família e o vagabundo tá aí agora solta e nada avai acontecer com o juiz por essa irresponsabilidade.

    E pra esculhambar tudo agora temos o Ministro Barroso do STF (indicado diretamente pelo PT) querendo aprovar danos morais a preso pela má condição carceraria...enquanto isso foda-se o cidadao de bem que é tratado igual cachorro nas filas de hospitais.

    A você que está lendo isso agora e votou no PT, sinta-se também responsável por essas merdas acontecendo.

    ResponderExcluir
  3. É por isso que existe aquele ditado "A POLÍCIA PRENDE E A JUSTIÇA SOLTA"!

    ResponderExcluir
  4. "O homem superior se responsabiliza. O homem inferior, responsabiliza os outros."

    ResponderExcluir