segunda-feira, 8 de junho de 2015

Confusão e falta de organização no concurso para sargento da polícia militar

Candidatos recebem voz de prisão em prova da PM (JORNAL EXTRA)
Um concurso interno da Polícia Militar para formação de sargentos terminou com mais de 200 recebendo voz de prisão, na tarde do último domingo. A prova foi feita no Estádio Olímpico João Havelange (Nilton Santos), o Engenhão, no Engenho de Dentro. Os candidatos eram de cidades do interior do Rio. Segundo policiais, que não quiseram se identificar, alguns dos participantes esperavam sob sol forte para o início da prova na ala sul do estádio e se recusaram a fazê-la, porque começaram a passar mal. Houve discussões e eles receberam voz de prisão. — Ficamos de 10h da manhã até as 13h esperando para começar a prova. Eu saí de casa à 1h30m da manhã e não recebemos nem almoço — reclamou um dos policiais. Divulgado em grupos de policiais nas redes sociais, um vídeo mostra um candidato passando mal enquanto esperava para a prova:

video

Em nota, a assessoria da Polícia Militar (PM) do Rio afirmou que recomendou que os candidatos levassem alimentação leve e bebida, já que a prova tinha duração de quatro horas. A nota ainda diz que os participantes da seleção puderam desistir da prova, desde que fosse obedecida a regra de permanência mínima de uma hora após o início, como previa o edital. Segundo a corporação, desde 2006 não havia um concurso para sargentos e, por conta deste intervalo, a prova teria demandado grande mobilização de recursos humanos e materiais.

13 comentários:

  1. tem que ser anulada,e os candidatos a cfs tem que processar os organizadores da prova ,independente de quem seja,danos morais e materiais,haja visto que os candidatos,tiveram gastos em seus deslocamentos,principalmente os que moram no interior,devido a hora que tiveram que sair de suas residencias,causando esse enorme transtorno e constrangimento aos mesmos.Nao deixem barato,pois se fosse ao contrario eles teriam tomado as medidas cabibeis contra os candidatos.e boa sorte a todos,juntos somos fortes

    ResponderExcluir
  2. Ai ai - Só Deus nessa PM. Custava colocar os candidatos numa universidade ou escola?

    Eu tenho muita pena, sabe! É muita humildade, falta de letra e informação. É muita submissão, humilhação, etc...

    O que me entristece também é que a corporação viras as costas para os senhores, o governo vira as costas para os senhores, e quando tem uma manifestação dos bombeiros, dos professores, dos alunos, dos universitários querendo melhores condições trabalhistas, lutando por um mundo melhor, muitos PMs ainda descem o sarrafo, o spray de pimenta, a mentira, etc...Olha, eu sei a diferença de bons manifestantes e baderneiros.

    Tem muito policial inocente e de bem, mas outros só estão colhendo o que estão plantando.
    Espero que nosso governo, a nossa policia e a sociedade evolua um dia.

    ResponderExcluir
  3. Basta estudar e da farda se livrar, enquanto tiver cavalo, São Jorge não anda a pé, kkkkkkk.

    Se não estudar, PM vai virar, kkkkkkkkk. Não basta ser PM, tem que pagar mic0, kkkkkkkkk.

    ResponderExcluir
  4. TEMOS QUE LOCALIZAR ESSE: "Mujahidin" E MOSTRÁ-LO COM QUANTOS "PAUS" SE FAZ UMA JANGADA, DEVIDO AOS SEUS INFELIZES COMENTÁRIOS. COMENTARIOS DEPRECIATIVOS, INDECOROSOS, INJURIOSOS E DEGRADANTES. LOCALIZÁ-LO É QUESTÃO DE HONRA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai localizar ninguém, o cara disse tudo, estudem relés praças, aprendam a escrever também, você tem que localizar a gramática e aulas de português, pra não passar vergonha como os reclamões da provinha de 3a série! Hahahaha.

      Excluir
  5. Aqui em MG tem que estudar e muito para ser PM e os concursos internos funcionam na meritocracia com provas não muito fáceis...é diferente dai não é amigo?

    ResponderExcluir
  6. O direito de representação e o processo de responsabilidade administrativa civil e penal, contra as autoridades que, no exercício de suas funções, cometerem abusos, são regulados pela Lei nº 4.898, de 9 de Dezembro de 1965, devendo ser exercido por meio de petição dirigida à autoridade superior que tiver competência legal para aplicar, à autoridade militar culpada, a respectiva sanção ou ao órgão do Ministério Público que tiver competência para iniciar processo-crime contra a referida autoridade. A representação será feita em duas vias e conterá a exposição do fato constitutivo do abuso de autoridade, com todas as suas circunstâncias, a qualificação do acusado e o rol de testemunhas, no máximo de três, se as houver. Conforme a alínea "a" do Art. 3º, constitui abuso de autoridade qualquer atentado à liberdade de locomoção. De acordo com a alínea "i" do mesmo dospositivo, constitui abuso de autoridade qualquer atentado à incolumidade física do indivíduo.

    ResponderExcluir
  7. A Promoção de Praças por Tempo de Serviço tem que acabar! A PMERJ não pode abrir mão da QUALIFICAÇÃO da tropa.

    A PMERJ deve acabar com a Promoção de Praças por Tempo de Serviço, que nivela a tropa por baixo e prejudica a distribuição de funções. A ASCENSÃO AUTOMÁTICA deixa a tropa acomodada, desinteressada pelo estudo e, consequentemente, desqualificada. O Soldado PM que cumpriu o interstício deve, portanto, prestar concurso interno para Cabo PM (CFC), para provar que tem condições de exercer a referida função, assim como o Cabo PM deve ser avaliado para ser promovido à graduação de Terceiro-Sargento PM (CFS). O Segundo-Sargento PM, por sua vez, deve fazer prova para o CAS, para posteriormente estar apto às promoções às graduações de Primeiro-Sargento PM e Subtenente PM. É preciso haver mudanças, pois não pode um PM que nunca estudou exercer funções para as quais não está preparado!

    ResponderExcluir
  8. enquanto tiver ganso igual a esse Mujahidin,o trafico nao acaba, pois e um dos que sustentam os traficantes,comprando suas drogas,e nao falta servico pra pm,kkkkk,obrigada seu otario por manter nossos empregos,kkkkkkkkkkkkk,seu cuzaooooo.

    ResponderExcluir
  9. o problema e que tem muito cara que passou por isso e ainda tem coragem de perseguir um subordinado e fazer as mesmas coisas, parece que esse militarismo burro que vivemos cega as pessoas, so tem poder dentro da policia por causa da hierarquia burra do eu falo vc obedece. Negocio e mudar de emprego antes de ser militar somos policiais e acho que se não nos dao o minimo de justiça como vamos oferecer a população ou na mente dos superiores "inimigo" entao o que somos na mente desses ditadores baratos.

    ResponderExcluir
  10. Já disse, os maiores inimigo dos praças da PM, não estão nas ruas.

    ResponderExcluir
  11. Uma vez PM sempre PM seja comendo comida estragado ou no praça darmas dando beijinho e alisando e abraçando as femininas :posição de sentido eh a posiçãod anjo selestial!p2 do 22 btl de guerra só gata!

    ResponderExcluir