terça-feira, 30 de junho de 2015

Falso sargento é preso dentro do CFAP

Um falso sargento da Polícia Militar foi preso, nesta segunda-feira, tentando retirar uma arma do setor de reserva de armamento do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da PM, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. Vestindo uma farda, com o sobrenome Costa colado no peito, o falso militar entrou no quartel e foi ao setor de reserva e armamento. Lá, se apresentou como policial, e disse que estava ali para buscar uma pistola.

No entanto, foi reconhecido por um PM que trabalha no CFAP e é seu vizinho. O policial acionou o serviço secreto da Polícia Militar (P-2) que prendeu o falso militar. Ao receber voz de prisão, o homem teria passado mal e desmaiou ao ser colocado em uma patrulha. Ao melhorar, ele foi levado para a 34ª DP (Bangu), onde será autuado em flagrante por uso indevido de uniforme. Como se trata de crime de menor potencial ofensivo, o homem será colocado em liberdade, após assinar um termo de compromisso. O caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal.

 Falso PM desmaia ao receber voz de prisão

5 comentários:

  1. É por isso que ele cometeu o crime. Ninguém teme a Justiça brasileira, o cidadão não tem a sensação de impunidade, ele tem a certeza da impunidade. Policia que não investiga, MP que só enxerga o que lhe convém ou que lhe dá ibope, polícia ostensiva e preventiva que mais parece água de salsicha, sistema carcerário corrompido, assim o sistema policial, Judiciário não menos corrupto e ineficaz... esse é a nossa Republica de bananas!!!

    ResponderExcluir
  2. Desmaiou por achar q a casa tinha caído.
    Ao saber quais crimes responderá ficou rindo a toa.

    ResponderExcluir
  3. bem burro quem orientou esse pseudo pm, sargento vai usar arma onde? op. policial? so ele? tinha que levar uma surra de lata de lixo!!

    ResponderExcluir
  4. Se o armeiro não conhece o policial militar, deve solicitar ao mesmo a apresentação de sua identidade funcional.

    ResponderExcluir
  5. Para pegar arma na RUMB, o policial militar deve estar escalado em algum serviço ou ser encarregado de algum procedimento apuratório e estar em diligência, devendo comprovar isso através de documentação (Portaria).

    ResponderExcluir