terça-feira, 9 de junho de 2015

OFICIAL NÃO DEIXA PM's QUE ESTAVAM PASSANDO MAL SAÍREM DO LOCAL DA PROVA

Policiais militares  foram submetidos a mais de duas horas debaixo de sol de quase 40º e imagens gravadas por um dos candidatos, mostram várias pessoas esperando por socorro. Oficial responsável pelo Setor Sul prendeu mais de 40 candidatos que quiseram desistir do concurso por se sentirem mal com o forte sol. Os militares seriam do 8º BPM e 36º BPM.

8 comentários:

  1. Bom. somos todos produto do meio em que somos tratados e em que vivemos... Seria por ventura o produto final que a sociedade merece? Isso se refletirá na sociedade;;;

    ResponderExcluir
  2. O garotinho faz criticas ao pezão, mas no seu governo era bem pior.

    ResponderExcluir
  3. O direito de representação e o processo de responsabilidade administrativa civil e penal, contra as autoridades que, no exercício de suas funções, cometerem abusos, são regulados pela Lei nº 4.898, de 9 de Dezembro de 1965, devendo ser exercido por meio de petição dirigida à autoridade superior que tiver competência legal para aplicar, à autoridade militar culpada, a respectiva sanção ou ao órgão do Ministério Público que tiver competência para iniciar processo-crime contra a referida autoridade. A representação será feita em duas vias e conterá a exposição do fato constitutivo do abuso de autoridade, com todas as suas circunstâncias, a qualificação do acusado e o rol de testemunhas, no máximo de três, se as houver. Conforme a alínea "a" do Art. 3º, constitui abuso de autoridade qualquer atentado à liberdade de locomoção. De acordo com a alínea "i" do mesmo dospositivo, constitui abuso de autoridade qualquer atentado à incolumidade física do indivíduo.

    ResponderExcluir
  4. Já passou da hora do oficialato da pmrj cair, grande maioria covardes que não estão nem ai para a tropa...

    ResponderExcluir
  5. Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o policial militar.

    O Salário Mínimo Necessário foi calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em R$ 3.377,62 (três mil, trezentos e setenta e sete reais e sessenta e dois centavos) no mês de Maio de 2015, de acordo com o inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988 ("salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo").

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TENHO VERGONHA DO MEU SALÁRIO” – PMERJ e CBMERJ

      O estado de penúria salarial em que as duas Corporações - PMERJ e CBMERJ - se encontram atualmente demonstra que o nosso Executivo Estadual tem um enorme desprezo pelas duas Corporações. De acordo com a última tabela salarial divulgada, um CABO ainda recebe vencimento R$ 302,96 abaixo do Salário Mínimo Necessário (R$ 3.074,66)!

      Excluir
  6. "Se ordenares teus comandados eles te obedecerão, se tratá-los como irmãos eles irão à guerra contigo, porém se tratá-los como filhos, eles morrerão por ti" (Sun Tzu)

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho vergonha de ser comandado por INCOPETENTES.

    ResponderExcluir