quinta-feira, 25 de junho de 2015

Policial morre após ser baleado


O 3º sargento da Polícia Militar Tarsis Doria Noia, de 40 anos, morreu após ser baleado no Morro do Zinco, no conjunto de favelas do São Carlos, na manhã desta quinta-feira. O militar foi atingido por um tiro quando passava em um beco. Ele seguia para uma padaria, onde iria comprar café da manhã para a corporação, pouco antes de assumir o trabalho. Tarsis estava acompanhado de outro policial, que reagiu, mas o suspeito conseguiu fugir. Policiais contaram que Tarsis chegou a ser levado ao Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), que fica próximo da comunidade, por volta das 8h05, já em parada cardíaca. Médicos teriam tentado reanimá-lo, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu.  

2 comentários:

  1. Esse era nosso amigo lá do 23º BPM. Cara bom, operacional e do bem. Que Deus o receba em sua morada.



    ResponderExcluir
  2. OS HIPÓCRITAS DOS DIREITOS HUMANOS SUMIRAM?? SÓ APARECEM QUANDO MORRE BANDIDO?

    OS POLICIAIS CARIOCAS (CIVIS E MILITARES) ESTÃO MUITO DESMOTIVADOS...

    O POLICIAL ESTÁ IMPOSSIBILITADO DE TRABALHAR, NÃO PODE FAZER NADA PARA SE DEFENDER!

    DA QUESTÃO SALARIAL EU NÃO VOU NEM FALAR, APENAS FAÇAM UMA COMPARAÇÃO ENTRE OS CONTRACHEQUES DA PMDF E DA PMERJ.

    ResponderExcluir