quinta-feira, 16 de julho de 2015

PMs são sequestrados e obrigados a ficar nus após arrastão em Honório Gurgel

Dois policiais militares foram torturados na madrugada desta quinta-feira (16) na zona norte do Rio. Segundo a delegacia de Honório Gurgel (40ª DP), traficantes da comunidade da Barreirinha fizeram arrastões em Madureira.

Entre as vítimas dos roubos, estava um policial do batalhão de Copacabana (19ª BPM), que foi obrigado a ficar nu ao identificarem o uniforme da Polícia Militar escondido embaixo do banco do carro. O PM conseguiu conseguiu fugir.

O caso mais grave aconteceu com um policial militar do Batalhão de Rocha Miranda (9º BPM). Um soldado estava a caminho do trabalho quando teve o veículo interceptado por três carros com sete criminosos. Vestido com calça da PM, coturno e camiseta branca, ele foi identificado como policial.

— Eles interceptaram meu carro e já saíram fortemente armados. Uns queriam me matar na hora e tinha outro que não estava a fim de me matar naquela ocasião ali.

Os criminosos queriam saber onde estava a arma do soldado. Para isso, bateram e o mandaram ficar nu. O PM foi colocado dentro de um dos carros até uma rua da região, onde foi torturado.

— Me batiam com cabo do macaco do carro. Quando paramos em uma rua, eles mandaram eu sair do carro pelado e revistaram meu carro.

Após a revista, mandaram o PM entrar no porta-malas do carro. Enquanto ele se encaminhava para o veículo, foi baleado na perna.

O PM foi resgatado por um soldado do 9º BPM e por quatro policiais do Regime Adicional de Serviço (RAS). Moradores da região ligaram para a polícia, e o grupo que estava em patrulhamento de rotina foi avisado da ocorrência. O soldado afirma que, ao chegar ao local, percebeu que a vítima estava muito ferida. O grupo trocou tiros com os criminosos antes de conseguir resgatar o soldado nu e ferido.

— Havia muitos homens armados e o policial estava ferido. Já tinham batido bastante nele.

O titular da delegacia de Honório Gurgel afirma que os criminosos já foram identificados.

— Três deles já têm a identificação completa e os outros foram identificados pelo apelido. É questão de tempo.


3 comentários:

  1. Temos que fazer pressão pela aprovação da PEC 300, o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha rompeu com o governo federal e pode querer colocar a PEC 300 em votação de segundo turno. A hora é agora. Mandem email para o Eduardo Cunha pelo site da Câmara Federal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna. Os Policiais Militares do Rio de Janeiro morrem por um vencimento inferior ao Salário Mínimo Necessário!

      O Salário Mínimo Necessário foi calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em R$ 3.377,62 (três mil, trezentos e setenta e sete reais e sessenta e dois centavos) no mês de Maio de 2015, de acordo com o inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988 ("salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo").

      http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

      O adicional de periculosidade para profissionais de segurança pública foi aprovado!

      A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 193/15, que garante aos integrantes do sistema de segurança pública de todo o País o adicional de periculosidade. Pelo texto, cada estado vai estabelecer o valor do adicional, desde que observado um percentual mínimo de 30% sobre a remuneração total. Acrescido dos 30% de Adicional de Periculosidade (R$ 1.013,28), o valor do Piso Salarial da categoria deveria ser fixado em R$ 4.390,90 (quatro mil, trezentos e noventa reais e noventa centavos). O menor vencimento deve ser igual ou superior ao referido valor.

      "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA OS BAIXOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES MILITARES NO RIO DE JANEIRO! POLICIAL MILITAR DESMOTIVADO SIGNIFICA SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA.

      Excluir
  2. Subten PM, 1º Sgt PM, 2º Sgt PM, 3º Sgt PM, Cb PM e Sd PM morrem por um soldo abaixo do Salário Mínimo!

    ResponderExcluir