quinta-feira, 2 de julho de 2015

Polícia prende em hospital suspeito de matar PM


Agentes da Divisão de Homicídio da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam na quinta-feira (2), Flávio Clayton Moraes da Costa, de 22 anos, suspeito de matar e roubar a moto do PM Alexsandro Mendes dos Santos, de 33 anos, na noite de terça-feira (30), no Centro de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Segundo o delegado Guilherme Turl, o suspeito estava no Hospital Salgado Filho, no Méier, no Subúrbio do Rio. Ele vai ser autuado por latrocínio, que é roubo seguido de morte.
O policial estava de moto, na Avenida Getúlio de Moura, que fica entre o Centro e o bairro Vila Tiradentes, quando suspeitos chegaram num carro e o abordaram. Houve troca de tiros e um dos suspeitos foi baleado.
Policiais do 21º BPM (São João de Meriti) informaram que os criminosos dispararam contra o peito do soldado e fugiram com a moto dele. A vítima chegou a ser socorrida e levada para um posto de atendimento médico, mas não resistiu.
Policiais militares encontraram a moto do PM a menos de um quilômetro do local do crime. O caso foi inicialmente registrado na delegacia da cidade e depois transferido para a DHBF.

2 comentários:

  1. Policiais Militares do Rio de Janeiro morrem por um vencimento inferior ao Salário Mínimo Necessário!

    Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    O Salário Mínimo Necessário foi calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em R$ 3.377,62 (três mil, trezentos e setenta e sete reais e sessenta e dois centavos) no mês de Maio de 2015, de acordo com o inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988 ("salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo"). Acrescido dos 30% de Adicional de Periculosidade (R$ 1.013,28), o valor do Piso Salarial da categoria deveria ser fixado em R$ 4.390,90 (quatro mil, trezentos e noventa reais e noventa centavos). O menor vencimento deve ser igual ou superior ao referido valor.

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O adicional de periculosidade para profissionais de segurança pública foi aprovado!

    A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 193/15, que garante aos integrantes do sistema de segurança pública de todo o País o adicional de periculosidade. Pelo texto, cada estado vai estabelecer o valor do adicional, desde que observado um percentual mínimo de 30% sobre a remuneração total.

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA OS BAIXOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES MILITARES NO RIO DE JANEIRO! POLICIAL MILITAR DESMOTIVADO SIGNIFICA SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA.

    ResponderExcluir
  2. A QUEM POSSA INTERESSAR A policia militar PERDEU em seu efetivo no PRIMEIRO SEMESTRE DESSE ANO nada mais nada menos que 742 ppmm através de rr - exclusão e licenciamento ex oficio - falecimento - demissão a pedido etc... É por estes e outros que a cada dia vemos menos policiamento nas ruas de nosso estado em contraste com a crescente onda de violencia isso sem contar AS DISPOSIÇÕES DE PPMM fato este que ocorre quase que diariamente UM VERDADEIRO ABSURDO

    ResponderExcluir