terça-feira, 27 de outubro de 2015

Folga para os PMs quando o RAS não for pago.

 
Representantes do comando da Polícia Militar estiveram, ontem, na Assembleia Legislativa do Rio para explicar denúncias de falta de pagamento das diárias previstas no Regime Adicional de Serviço (RAS) na Operação Verão. Segundo Flávio Bolsonaro (PP) e Wagner Montes (PSD), os oficiais afirmaram que a orientação é dar folga quando a RAS não for paga. Quem não conceder a folga deverá responder disciplinarmente. Os deputados vão oficiar a PM para que informe o número de PMs na operação, quantos tiveram folgas e se algum comandante está respondendo por ter negado folgas. Também vão propor que os PMs recebam verba para as refeições, hoje feitas de forma improvisada até no calçadão.

video

                    

6 comentários:

  1. Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    O salário do Policial Militar é incapaz de atender às suas necessidades vitais básicas (previstas no inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988).

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA OS BAIXOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES MILITARES NO RIO DE JANEIRO! POLICIAL MILITAR DESMOTIVADO SIGNIFICA SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA.

    Pelo serviço que presta, um Soldado da PMERJ deveria ter ensino superior (3º Grau) completo e receber um salário de R$ 7.514,33 (sete mil, quinhentos e quatorze reais e trinta e três centavos), para uma jornada de trabalho de até 144 horas mensais. Em contrapartida, a Polícia Militar deveria acabar definitivamente com a Promoção de Praças por Tempo de Serviço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prefiro ser soldado ganhando R$ 7.514,33,do que sub ten com um salário de R$ 6.780,23 !!!

      Excluir
    2. Todos os que conseguiram a mesma ate o presente momento por tempo então deveriam perder também, voltando a ser meros soldados.

      Excluir
  2. prefiro minha reforma, adeus, pmerj!

    ResponderExcluir
  3. Espaço destinado a coisa séria

    ResponderExcluir
  4. Creio que cobrar ensino superior seja incompatível com as funções de praça PM, nenhum país no mu do conta faculdade pra polícia ostensiva, é desnecessário, não vai acrescentar em nada, tem que ter uma reforma salarial, mas 7000 pra SD PM é sonho kkkkkkkk
    Desculpe amigos, mas é sonho, vamos ser realistas uma base salarial de uns quatro mil sem uma ntar gratificação ia dar um up...

    ResponderExcluir