sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Vídeo mostra a ação dos bandidos que tiraram a vida do policial militar em São João de Meriti

O policial militar Alyson Leonardo Egidio Alves foi morto na frente da esposa, dentro de um salão de beleza na Rua Brilhante, em Coelho da Rocha, São João de Meriti. O crime foi na noite desta quinta-feira (01/10).

7 comentários:

  1. Jair Bolsonaro fala aos "Policiólogos" de plantão...

    https://www.youtube.com/watch?v=4qylErc6Zi0

    Jair Bolsonaro esculacha comissão dos Direitos Humanos!

    https://www.youtube.com/watch?v=tm6VgNYIdrU

    ResponderExcluir
  2. CADÊ OS “POLICIÓLOGOS” E OS REPRESENTANTES DOS DIREITOS HUMANOS?

    ESSES HIPÓCRITAS INÚTEIS SÓ APARECEM QUANDO MORRE UM CRIMINOSO!!

    ResponderExcluir
  3. O Jair Bolsonaro tinha que ser Governador do Estado do Rio de Janeiro!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ao Deputado Jair Bolsonaro, que não tem medo de dizer a verdade sobre a péssima segurança pública do nosso país e sobre a péssima postura dos representantes dos Direitos Humanos.

    "VIOLÊNCIA SE COMBATE COM VIOLÊNCIA!" (Deputado Jair Bolsonaro)

    ResponderExcluir
  5. O Jair Bolsonaro luta por um país melhor, por isso sempre terá o meu voto! Se ele se candidatar ao cargo de PRESIDENTE da República em 2018, votarei nele sem pestanejar.

    ResponderExcluir
  6. Policiais Militares do Rio de Janeiro morrem por um vencimento inferior ao Salário Mínimo Necessário!

    Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    O Salário Mínimo Necessário foi calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em R$ 3.377,62 (três mil, trezentos e setenta e sete reais e sessenta e dois centavos) no mês de Maio de 2015, de acordo com o inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988 ("salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo").

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O adicional de periculosidade para profissionais de segurança pública foi aprovado!

    A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 193/15, que garante aos integrantes do sistema de segurança pública de todo o País o adicional de periculosidade. Pelo texto, cada estado vai estabelecer o valor do adicional, desde que observado um percentual mínimo de 30% sobre a remuneração total.

    Acrescido dos 30% de Adicional de Periculosidade (R$ 1.013,28), o valor do Piso Salarial da categoria deveria ser fixado em R$ 4.390,90 (quatro mil, trezentos e noventa reais e noventa centavos). O menor vencimento deve ser igual ou superior ao referido valor.

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA OS BAIXOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES MILITARES NO RIO DE JANEIRO! POLICIAL MILITAR DESMOTIVADO SIGNIFICA SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA.

    ResponderExcluir
  7. Pelo serviço que presta, um Soldado da PMERJ deveria ter ensino superior completo e receber um salário de R$ 7.514,33 (sete mil, quinhentos e quatorze reais e trinta e três centavos), para uma jornada de trabalho de até 144 horas mensais.

    ResponderExcluir