segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

GRAVE DENÚNCIA: 8º BPM, UM BATALHÃO SOMBRIO

E-MAIL RECEBIDO 



O Comando e principalmente o Sub-Cmt, estão cobrando geral e intimidando a tropa para apreender os veículos irregulares e não dá trégua... a ponto do responsável pelo Pátio Norte (depósito público municipal de veículos apreendidos de Campos), ligar para as guarnições e saber; "o que tem para mim ai colega..." essas cobranças foram feitas de forma aberta mesmo, até no rádio jogaram essa determinação, e que se não chegassem aos números de apreensões determinadas, seriam passíveis de responder DRD (Documento de Resposta e Defesa). 
Esse é o quadro companheiros, estamos a mercê de algo sombrio que que não é transparente para nós. 
Prova dessa intimidação foi a transferência de 17 colegas daqui para outro batalhão sem qualquer critério... foi transferido Sub Ten, 2º Sgt ... 3º ...mas o batalhão esta cheio de Soldados modernos. (BOL PM que consta a transferência, paginas 27 e 28. observem que também foram transferidos colegas do 29º BPM - Itaperuna, aproveitaram o mesmo Bol, colegas que também foram perseguidos lá em Itaperuna pelo Comando do 6º CPA) 
E pior disso tudo é que, estamos sendo vigiados por um grupo de supervisores (que deveriam ser Oficiais) que são Sub-Ten e que levam tudo que ocorre do serviço para o Sub Comandante, esses Sub Tenentes são responsáveis em indicar aqueles que não estão cumprindo as metas de apreensão de veículos e estão sendo visados para futuras transferências. Uma coisa muito triste e que nunca ví ocorrer neste batalhão. 
Aqui quem está mandando no quartel são os Sub-Ten supervisores, que passam por cima da sala de Operações e também do Fiscal de Dia...(mesmo se o Fiscal for mais antigo). 
Parece um terror, uma ditadura! O clima é dos piores possíveis... Já tentei conversar com os colegas para denunciarmos, mas o medo é enorme.. os Sub estão sendo mais temidos que os Oficiais Superiores do Batalhão. Peço que os companheiros divulguem essa situação no SOS, se possível. Nos ajudem através do blog, que os Praças tenham conhecimento e que isso chegue ao conhecimento de Bombeiros e Policiais, que o próprio Comando saiba de nossa denuncia.



5 comentários:

  1. POLICIAIS MILITARES ARRISCAM A PRÓPRIA VIDA POR MUITO POUCO

    A Polícia Militar precisa ser valorizada e fortalecida, pois POLICIAIS MILITARES DESMOTIVADOS significa SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA. Vale lembrar que o Rio de Janeiro sediará os Jogos Olímpicos de 2016, sendo o reconhecimento pecuniário indispensável, imprescindível para melhorar a qualidade do serviço policial-militar.

    Nas sociedades capitalistas é comum que o valor de um indivíduo seja aferido através do seu poder de compra, e isso tem muito a ver com seus rendimentos – a quantidade de dinheiro que ele consegue adquirir em determinado espaço de tempo. O salário do Policial Militar do Rio de Janeiro é incapaz de atender às suas necessidades vitais básicas (previstas no inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988).

    Não é à toa que, falando de valorização dos policiais brasileiros, sempre se remete à questão salarial como um problema sério, pois além de garantir elementos essenciais para a sobrevivência, “ganhar bem” concede ao profissional um posicionamento social de relevância. Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    A PMERJ pode reclamar bastante dos seus vencimentos, pois são inadequados para as funções exercidas. Os baixos salários desmotivam a tropa e criam desinteresse pela profissão. Um Soldado de Polícia Militar em início de carreira deveria receber vencimentos iniciais de R$ 8.712,50 (oito mil, setecentos e doze reais e cinquenta centavos) mensais, para uma jornada de trabalho de até 144 horas mensais. A questão salarial impacta diretamente na autoestima dos Policiais e na valorização das Polícias.

    Os baixos salários fazem a PMERJ perder oficiais e praças. O idealismo vai esmorecendo, pois já não encontra-se mais comandantes com "C" maiúsculo, dignos de orgulho de seus comandados e os vencimentos não são suficientes para dar uma vida digna à família. A tropa da PMERJ está desmotivada, insatisfeita e tem VERGONHA DO SALÁRIO! Não há justificativa para os BAIXOS SALÁRIOS.

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." O Policial Militar precisa ser valorizado como herói! Em contrapartida, a Polícia Militar deveria acabar definitivamente com a Promoção de Praças por Tempo de Serviço! As Promoções devem ser conquistadas mediante aprovação em concursos internos para o CFC, o CFS e o CAS, bem como a conclusão de um Curso de Ensino Superior. Os Policiais Militares que já concluíram o 3º Grau deveriam receber um acréscimo no salário, como é feito na Guarda Municipal do Rio de Janeiro. Quem se qualificou tem que ser premiado. É a única forma de incentivar o estudo, a qualificação.

    “POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA SÓ É FEITA COM POLICIAIS BEM PAGOS” foi o que disse o então candidato ao Governo do Rio, Sérgio Cabral Filho.

    “O GOVERNANTE QUE DIZ QUE O ESTADO DO RIO NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR MELHOR SEUS POLICIAIS ESTÁ MENTINDO!” (palavras de Sérgio Cabral em 2006)

    ResponderExcluir
  2. A hora dos praças fazerem DENÚNCIAS VERÍDICAS DE OFICIAIS BANDIDOS É AGORA, VAMOS COLOCAREM ESSES BANDIDOS NA CADEIA!!!

    ResponderExcluir
  3. isso é um vergonha,a população sendo massacrada o trabalhador tendo o seu veiculo apreendido.que vão para o patio norte e depois vão a leilão, isso uma verdaeira máfia.o ministério público tem que investigar esse esquema máfioso envolvendo essa empresa pátio norte

    ResponderExcluir
  4. DEIXAM DE SER CAGÕES,, E DAÍ SER TRANSFERIDOS, QUANDO ESTÃO NA MÃO DE MAMACO NÃO RECLAMAM AGORA FICAM QUE NEM UMAS BI,,,CHINHAS RECLAMANDO AGORA OS SUB TÃO NO PODER E ESTÃO FAZENDO O CERTO ESTÃO RECLAMANDO VCS SÃO LIXOS MESMO CORRER ATRÁS DOS DIREITOS NADA AGORA FICAR FAZENDO FOFOQUINHA AQUI NO SITE PODE? BANDO DE CAGÕES!!!

    ResponderExcluir
  5. "Os SUBs estão no poder ".kkkkkkkkkkkkkkkkk. Tudo ilusão, isso é falso poder pois dak a pouco muda o CMT e quem é supervisão vai pra RP e quem ta na RP vai p supervisão. O que os oficiai querem é isso, essa de praça X praça enquanto eles (oficial e governo) fazem a limpa na instituição. Quando vcs vão acordar .

    ResponderExcluir